Início » Software » Motorola Xoom, o tablet que roda Ubuntu

Motorola Xoom, o tablet que roda Ubuntu

Por
6 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Enquanto o Motorola Xoom não chega oficialmente ao país, o máximo que podemos fazer é ter uma idéia do potencial do aparelho e das possibilidades que ele oferece. Que tal, por exemplo, instalar e rodar o Ubuntu no tablet?

E é exatamente isso o que Thomas Sohmers pensou, logo depois de destravar e rootear o aparelho. Infelizmente a mágica ainda não está completa, e o Ubuntu só roda em uma espécie de “máquina virtual” dentro do próprio Android, o que acaba causando uma lentidão considerável no uso do sistema. E, como vocês podem ver abaixo, o acesso ao Ubuntu é feito via VNC, como se o sistema fosse uma máquina separada do Android:


(YouTube)

Muito embora não seja uma instalação real no Xoom, o experimento deixa claro que as possibilidades de customização do tablet são muitas, e que com um pouco mais de trabalho talvez seja até possível rodar outros sistemas sem precisar do Android.

As instruções de instalação estão no blog de Thomas Sohmers, e dependem de uma versão um pouco mais antiga do Ubuntu, a 9.10 específica para processadores ARM.  Se você é um sortudo que já possui um Motorola Xoom e não tem medo de torná-lo um maravilho (e caro!) peso de papéis, pode tentar fazer o mesmo e ter o Ubuntu rodando no tablet. 🙂

Com informações: Android Central

Mais sobre: , , ,
  • legal mas a lentidão é gigantesca acho que não vale a pena tentar e perder o tablet fazendo ele se tornar um peso de papel caro ¬¬ ueiuahehuee =D

    • Flop20

      O Xoom já não é um peso de papel gigante?

      • Achei que fosse aquelas pesos de porta, pra colocar no CHÃO! *badumtss*

  • O Ubuntu não vale toda essa lentidão…

    • Nada vale essa lentidão.

      • Marcoscs

        Pega até mal, quem não conhece o ubuntu e vê esse video vai achar que ele é normalmente lerdo assim.

  • (nada contra o sistema, só acho que não vale a pena “sacrificar” o tablet assim)

  • Ramon Melo

    “não tem medo de torná-lo um maravilho (e caro!) peso de papéis”

    Seria “maravilhoso”, né?

    Sobre o vídeo, o Ubuntu ficou péssimo no Xoom. É até legal como um experimento, mas é impossível usar aquilo com toda essa lentidão!

    • Concordo plenamente é um desperdício sem tamanho utilizar o Xoom com Ubuntu a não ser que consegui-se rodar ele nativamente ! mas ainda assim não trocaria o Andriod pelo ubuntu ! em um tablet claro !

      • Ramon Melo

        Eu gosto do Ubuntu, e gosto da ideia de todos os meus aparelhos rodando o mesmo SO, a integração entre eles seria completa. Além do fato de que não teria problemas com atualizações, já que não dependo da fabricante atualizar. Claro que as ROMs desempenham esse papel muito bem no Android, mas digo de forma nativa.

        Mas ainda prefiro um sistema rápido, e ainda não conseguiram uma solução melhor que o Android neste ponto.

  • Não vejo muita utilidade, se fosse pelo menos uma instalação nativa ai sim.

  • fatecano

    Será que se fosse o Ubuntu NATIVO, a gente também teria o problema das atualizações? Seria possível manter sempre as versões atuais assim como a gente faz no notebook? Ou seria a mesma fragmentação do Android?

    Caso a coisa funcione assim, eu daria preferência a ele ao invés do Android.

  • Só rico(maluco) mesmo para fazer isso com um Tablet

  • Ubuntu Netbook Remix 10.04 tinha uma versão ARM. Poderiam ter testado essa.

  • eu li alguns reviews que detonam com o xoom. ainda falta pro honeycomb mostrar a que veio, e o gingerbread tb..

    • Ramon Melo

      Acho que a culpa nem é do SO, é da Motorola mesmo. Software nenhum faz milagre.

  • Gabriel Silva

    Hmmm… Não gostei.

  • Gostei e não gostei, porém eles podiam ter usado a versão de netbooks…

  • “Motorola Xoom, o tablet que roda Ubuntu”
    Rimou 🙂

  • Ele rodou o Ubuntu via VNC, e não no XOOM… isso foi trapaça!

  • esta faltando o : no link para o blog.