Arquivo Gadgets

É assim que a Intel quer que você recarregue seus gadgets

Smart bowl possui tecnologia de wireless charging

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Certamente, quando chega em casa, você pega as suas chaves e coloca em algum lugar especificamente pra isso. Faz parte da rotina – o cérebro funciona melhor assim. Agora, a Intel quer que você também se acostume a jogar todos os seus dispositivos móveis num mesmo lugar para que eles sejam recarregados. A companhia anunciou durante a CES 2014 o que eles estão chamando de smart bowl – seria tipo “vasilhame inteligente”. Nome nada comercial se resolverem traduzir para o bom português, eu sei.

Intel Smart Bowl

A premissa do smart bowl da Intel é muito simples: um equipamento com 25 centímetros de diâmetro que faz a recarga imediata dos celulares, tablets e demais aparelhos capazes de receber carga elétrica por indução.

Por enquanto, o maior problema para esse tipo de tecnologia é a compatibilidade. Pegue, por exemplo, o Samsung Galaxy S4. Ele até tem o famoso wireless charging com tecnologia da empresa Qi. Mesma coisa para alguns smartphones da Nokia. Já a Intel optou pelo padrão A4WP da Rezence. Eu nunca tinha ouvido falar nessa organização até agora, mas o site deles diz que se trata de um grupo sem fins comerciais com o objetivo de desenvolver padrões e disseminar o wireless charging.

A Intel explicou que o smart bowl foi pensado tendo em mente todo o tipo de dispositivo inteligente que a gente leva (ou deveria levar) conosco no cotidiano. Pode ser o celular e o tablet, como eu já citei, mas também relógios inteligentes (smartwatches) ou pulseiras dessas que fazem o acompanhamento dos exercícios físicos. Aqui no Tecnoblog publicamos um artigo com todos os produtos vestíveis que a Intel mostrou na CES.

Representantes da empresa disseram a jornalistas que tudo depende da implementação do novo padrão de wireless charging. Entretanto, parece haver uma certa facilidade em portar o Qi para funcionar com a tecnologia da Rezence. Os engenheiros da Intel conseguiram converter a popularíssima FuelBand da Nike para que funcione com o smart bowl. Eles dizem que foi um processo absolutamente tranquilo: levou cerca de uma hora e tudo foi feito com a devida autorização da Nike.

Pelo menos duas vantagens foram listadas para justificar o novo padrão. Primeiro, não há necessidade de posicionar os aparelhos num local específico para fazer a recarga por indução. Segundo, é possível recarregar vários gadgets simultaneamente sem problemas. Aí sim! Detalhes técnicos do smart bowl não foram revelados, porém.

O smart bowl da Intel ainda é um conceito de produto. Não há previsão para a disponibilidade do gagdet, muito menos se ele de fato será produzido. A fabricante de processadores meio que acenou pra todo mundo da indústria e em seguida soltou um “Fica a dica!”. Já sou o primeiro da fila para comprá-lo caso algum dia o smart bowl chegue às lojas.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque