Arquivo Aplicativos e Software

Vamos dar uma olhada na nova TouchWiz?

Giovana Penatti
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Junto com o Galaxy S5, a Samsung apresenta a nova TouchWiz, interface customizada, toda colorida e normalmente muito criticada usada nos smartphones da empresa. Diferente da “vazada” há alguns dias, ela apresenta menos mudanças em relação à versão anterior, mas ficou mais bonita.

Os screenshots a seguir vieram do Phone Arena, que compara a nova versão da TouchWiz com sua antecessora mais próxima.

A mudança mais clara é quanto aos ícones. Seguindo a atual tendência de design, a Samsung removeu o 3D da TouchWiz, deixando tudo mais simples, mas não menos bonito.

Na tela de bloqueio, a principal diferença está na fonte, que perdeu o dropshadow. As informações também foram reorganizadas. No Menu, a barra superior que separava Widgets de Apps foi abolida; em seu lugar, há um botão de Opções (os três pontinhos à direita). Para adicionar widgets, é só ir direto para a personalização da tela inicial, que está com visualização intuitiva, incluindo ainda wallpapers e configurações em botões na tela.

A maior mudança no discador foi, novamente, a remoção das texturas e a cor escura. Nos contatos, os screenshots não são correspondentes, mas percebe-se que no histórico de chamadas há a permanência das informações com uma limpeza da tela: a fonte ficou menor e mais espaçada, então a visualização é mais confortável. A visualização de favoritos aparece em quadrados com a imagem da pessoa, mas isso já pode ser escolhido na versão “velha” do TouchWiz: basta optar pela visualização em grade.

O mesmo não se aplica à tela de configurações, que era apenas em lista; agora, aparece em grade, com ícones redondos e renovados que têm bem mais a cara do Google (e, consequentemente, do Android) do que antes.

Nos aplicativos embarcados, o que mudou foi principalmente o posicionamento de elementos. No S Health, que monitora a saúde do usuário, as coisas ficaram mais limpas e intuitivas. O browser agora ocupa a tela inteira em vez de ceder espaço para a barra de notificações no topo. Também fica mais fácil de visualizar algumas das funções, como voltar/avançar página, ir para a Home ou abrir favoritos e histórico.

Por fim, o aplicativo da câmera também passou por algumas mudanças para despoluir a tela: os ícones foram reorganizados na lateral em vez do topo, as configurações abrem em grade em vez de lista e o carrossel de efeitos ficou mais simples.

O Galaxy S5, novo topo de linha da Samsung, traz processador quad-core de 2,5 GHz, 2 GB de RAM, versões de 16 GB e 32 GB de armazenamento interno (com slot para microSD de até 64 GB), bateria de 2.800 mAh e tela de 5,1 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels. A câmera tem 16 MP e faz vídeos até em 4K. O maior diferencial dele, no entanto, é o tal leitor de impressões digitais no botão de Home.

Giovana Penatti

Ex-editora

Giovana Penatti é jornalista formada pela Unesp e foi editora no Tecnoblog entre 2013 e 2014. Escreveu sobre inovação, produtos, crowdfunding e cobriu eventos nacionais e internacionais. Em 2009, foi vencedora do prêmio Rumos do Jornalismo Cultural, do Itaú. É especialista em marketing de conteúdo e comunicação corporativa.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque