Enchente na Tailândia faz estoque de HDs no Brasil cair e preços subirem

Rafael Silva
Por

No mês passado a Tailândia foi atingida por uma das piores enchentes das últimas 5 décadas. Enquanto que a perda de vidas de tailandeses é algo absolutamente lamentável e imensurável em termos financeiros, vários setores do país conseguiram ver o impacto do desastre nas suas finanças. Dentre eles está o setor de discos rígidos, já que grandes fábricas de HDs foram afetadas pelas enchentes. E o impacto passou a afetar o mercado de HDs no Brasil também.

Western Digital, Seagate, Hitachi, Toshiba e Fujitsu são cinco das fabricantes de HD que têm grandes operações na Tailândia. E todas elas foram significativamente afetadas pelas enchentes. Algumas diretamente, como a WD e a Toshiba, que tiveram suas fábricas inundadas, e outras indiretamente, como a Seagate, que ainda está operando mas pode ver sua linha de produção parar temporariamente pela falta de componentes para fabricar os HDs.

Essa falta já é sentida em diversos mercados do mundo, incluindo o Brasil. Uma fonte do TB ligada à distribuidora de equipamentos de informática Officer, uma das maiores do país e que lida diretamente com fabricantes de discos rígidos como a Western Digital, disse que há uma falta crônica de HDs no mercado. Aliado a isso, não há nenhuma previsão de normalização para as próximas semanas.

Quando procurada pelo TB, a assessoria de imprensa da Officer disse apenas que “novas barreiras logísticas também acabam afetando o mercado como um todo” e que “trabalhamos com diversos fabricantes e os produtos que distribuímos não vêm apenas desse país”. A empresa ainda espera que o mercado se normalize sem que haja grandes consequências ao consumidor final, mas também não dá uma previsão de quanto tempo deve demorar para isso acontecer.

A inevitável consequência dessa baixa no estoque, ao menos no Brasil, é um aumento dos preços de HD no mercado, que também é motivada pela alta do dólar no país. Então a menos que você precise muito de um HD, a melhor atitude por enquanto é mesmo esperar.

Falta HDs para fabricantes de PC também

Não são apenas os consumidores finais que ficarão prejudicados pela falta de HDs no mercado. Fabricantes de computadores que necessitam desse componente para montar seus equipamentos também já estão tendo problema de estoque. A ASUS anunciou na semana passada que só tem discos rígidos o suficiente para fabricar computadores até o final desse mês e a partir daí eles devem focar em equipamentos com armazenamento SDD e que são, notoriamente, mais caros.

A estimativa é de que a fabricação volte ao normal dentro de 6 semanas, mas não há uma palavra oficial de nenhuma fabricante de HD. Até lá, o preço dos HDs deve aumentar entre 20 a 40%, de acordo com o CFO da ASUS, David Chang. E isso para fabricantes de computadores, que compram o componente em lote. Para o consumidor final, o preço deles pode subir bem mais.

Atualização às 16:30 | Artigo atualizado com a posição da Officer Distribuidora.

Relacionados

Relacionados