Notícias Telecomunicações

Claro confirma lançamento de serviço de streaming com TV Box

Executivo confirma lançamento da Claro Streaming Box; Claro adotará modelo de TV paga tradicional para assinaturas da TV Box

Lucas Braga
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Claro confirmou o lançamento da Streaming Box, produto revelado com exclusividade pelo Tecnoblog em julho. A informação foi revelada pelo CEO da companhia, José Félix, em um evento virtual que debate o mercado de TV paga. O executivo afirmou que pretende vender o serviço com custo mais baixo que a TV por assinatura tradicional e não descarta a possibilidade da assinatura para um aplicativo.

Apresentação do Streaming Box da Claro

Claro deve vender TV Box nos moldes da TV paga

Félix não revelou data de lançamento nem detalhes sobre planos, mas afirmou que irá basear o funcionamento no modelo de TV paga tradicional enquanto a Lei do SeAC existir. Isso significa que a Streaming Box iria arcar com os mesmos impostos da NET e Claro TV DTH, como ICMS, Fust, Funttel e Condecine.

Quando houver segurança regulatória, há chance do lançamento no modelo de Serviço de Valor Agregado puro. Nesse caso, a tributação seria menor e a companhia iria arcar apenas com ISS.

De acordo com o Teletime, Félix confirmou a possibilidade de vender o set-top-box conectado e afirmou que “as pessoas querem a caixinha”, porque “a TV fica mais moderna” e “está sempre funcionando”. Com a segurança regulatória possível para operação no modelo de SVA puro, a empresa poderia lançar uma versão baseada em um aplicativo.

Claro Streaming Box para clientes de outras operadoras

Em outra ocasião, o diretor de produtos de vídeo da Claro, Alessandro Maluf, disse que pretende levar a Streaming Box para outros perfis de assinantes em outros mercados, e não descarta a venda para não-assinantes da banda larga da empresa.

As cartilhas obtidas pelo Tecnoblog informam que a Streaming Box é compatível com qualquer operadora de internet fixa, com a recomendação de velocidade mínima de 10 Mb/s para melhor experiência. O documento também afirma que a TV Box é fornecida no modelo de comodato, sem cobrança para o usuário que deve devolvê-la à operadora em caso de cancelamento da assinatura.

O documento também esclarece que a Streaming Box não pode ser contratada por assinantes da TV tradicional do grupo Claro, que devem trocar o combo ou fazer um novo cadastro. Também não é possível ter mais de um equipamento por contrato e nem aproveitar assinaturas existentes de aplicativos que não sejam a Netflix – toda a contratação precisa ser feita junto à operadora.

Lucas Braga

Autor especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque