Início / Notícias / Finanças /

WhatsApp Pagamentos é liberado na Índia e pode voltar ao Brasil este mês

Na Índia, WhatsApp Pagamentos permitirá transferências para outros aplicativos compatíveis com sistema de transferências do país

Victor Hugo Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Dois anos após iniciar a fase de testes, o WhatsApp Pagamentos foi finalmente liberado na Índia. O serviço foi autorizado na quinta-feira (5) pela Corporação Nacional de Pagamentos da Índia (NPCI), que regula novos sistemas de pagamentos no país. No Brasil, a expectativa é de que a opção seja liberada novamente pelo Banco Central ainda em novembro.

WhatsApp Pagamentos foi autorizado na Índia (Imagem: Divulgação/WhatsApp)

WhatsApp Pagamentos foi autorizado na Índia (Imagem: Divulgação/WhatsApp)

Para oferecer o serviço no Índia, o WhatsApp utiliza a Interface de Pagamentos Unificada (UPI), um sistema que permite a comunicação entre diferentes aplicativos. Com isso, os usuários poderão enviar dinheiro para pessoas que têm qualquer aplicativo compatível com a UPI, seja ele o WhatsApp ou o Google Pay, por exemplo.

O requisito para realizar as transferências é ter uma conta em banco e um cartão de débito no país. Depois de incluírem as informações no aplicativo, os usuários precisarão apenas inserir o valor e o PIN para confirmar a transação. O WhatsApp, por sua vez, enviará as informações para um dos cinco principais bancos indianos com quem tem acordo para permitir o envio do dinheiro.

A autorização do serviço foi anunciada pelo CEO do Facebook, Mark Zuckerberg. Em vídeo, o executivo afirmou que pagamentos digitais são importantes neste momento de pandemia por ajudarem a evitar o uso de dinheiro em espécie. “Agora, você poderá enviar dinheiro facilmente para seus amigos e familiares por meio do WhatsApp com a mesma facilidade com que enviar uma mensagem”, comentou.

Apesar do avanço, o WhatsApp Pagamentos não terá um caminho fácil para crescer na Índia. O NPCI anunciou que vai reduzir os limites de transferências. Com a mudança, um serviço não poderá processar mais do que 30% do valor total movimentado por meio do sistema. O órgão determinou ainda que a opção do WhatsApp deverá respeitar um limite inicial de 20 milhões de usuários. O aplicativo conta com mais de 400 milhões de usuários na Índia.

WhatsApp Pagamentos no Brasil aguarda BC

O WhatsApp Pagamentos foi lançado no Brasil em junho, mas foi suspenso pelo Banco Central para avaliação dos possíveis riscos causados pelo novo serviço. Agora, há a expectativa de que o serviço volte a ser oferecido ainda em novembro. Ela surgiu após a declaração do Paulo Caffarelli, presidente da Cielo, parceira do WhatsApp no Brasil.

“A expectativa que a gente tem ouvido de partes envolvidas no assunto é de que autorização do regulador sairá em novembro”, afirmou o executivo há alguns dias, na apresentação dos resultados da Cielo para o terceiro trimestre de 2020. Antes de ser suspenso, o WhatsApp Pagamentos foi liberado para clientes do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi com cartões de débito e crédito das bandeiras Visa e Mastercard.

Assim como na Índia, o serviço permitirá que os usuários no Brasil enviem dinheiro pelo aplicativo sem a cobrança de taxas. As empresas com contas no WhatsApp Business também poderão usá-lo para fazer cobranças, mas terão de pagar taxa de 3,99% pelo processamento.

Com informações: The Verge.