Google vai apagar dados do Gmail e Fotos em contas inativas

Contas que não forem acessadas por, no mínimo, dois anos poderão ter o conteúdo removido pelo Google

Victor Hugo Silva
Por

Além de acabar com o backup ilimitado de imagens e vídeos, o Google informou nesta quarta-feira (11) que será mais rígido com contas que estão inativas ou acima do limite de armazenamento no Gmail, Drive ou Fotos. A partir de 1º de junho de 2021, essas contas poderão ter seu conteúdo removido pela empresa.

Google muda política de contas inativas no Gmail e Fotos (Imagem: Reprodução/Gmail)

Google muda política de contas inativas no Gmail e Fotos (Imagem: Reprodução/Gmail)

O Google explica que a medida valerá para contas que estão inativas ou acima do limite há, no mínimo, dois anos. Com isso, o usuário poderá perder o conteúdo salvo no Gmail, Drive ou Fotos se passar muito tempo sem acessar algum desses serviços. O mesmo vale para quem deixou de assinar a versão paga ou passou para um plano mais barato sem adequar seu arquivo para o limite reduzido.

No anúncio sobre a mudança, a empresa afirmou que enviará várias notificações antes de tomar qualquer decisão sobre a exclusão de conteúdos da conta. Porém, a recomendação é de que os usuários de Gmail, Drive e Fotos acessem os serviços periodicamente para evitarem a perda de arquivos.

A mudança nas práticas sobre contas inativas não recebeu uma justificativa muito detalhada. A companhia se limitou a afirmar que tomou a decisão “para tornar nossas políticas mais alinhadas com os padrões da indústria”.

Para evitar a exclusão de conteúdo, o Google sugere que usuários habilitem o chamado gerenciador de contas inativas, que ajuda a definir o que acontece se a conta não for acessada por muito tempo. A ferramenta permite cadastrar e-mail alternativo e telefone, definir um intervalo de 3 a 18 meses para a conta ser considerada inativa e indicar quem poderá acessar a conta caso isso aconteça.

Relacionados

Relacionados