Instagram diz que não quis dificultar exportação de vídeos do Reels no iPhone

Reels pode ficar sem áudio caso o usuário tente baixar antes de publicar; problema ocorre exclusivamente no iPhone, mas já está sendo verificado pela Meta

Ricardo Syozi
Por
Logotipo do Instagram

Foi descoberto pelo The Verge que um problema está surgindo quando um usuário tenta baixar o Reels do Instagram antes de publicá-lo. O vídeo fica totalmente sem áudio, impossibilitando que a pessoa faça a postagem do conteúdo em outras redes como TikTok ou YouTube. Segundo a Meta, tudo não passou de um bug.

O problema acontece exclusivamente no iPhone. O The Verge fez testes em três aparelhos diferentes, todos com o mesmo resultado ao tentar fazer o download do vídeo antes de publicá-lo no Reels. Dessa forma, o áudio simplesmente desaparece.

A solução encontrada foi a de postar o clipe antes no Instagram e depois fazer o download. Com isso, o áudio ficaria intacto, ainda bem.

Inicialmente, isso pode parecer uma maneira da Meta atrapalhar as postagens múltiplas, forçando o usuário a focar seu conteúdo em sua plataforma. Contudo, após a publicação do site americano, o porta-voz da empresa, Seine Kim, afirmou que tudo não passa de um bug. Menos mal.

Devido a um bug, o recurso de download do Reels não está funcionando como planejado para usuários de iOS e, em alguns casos, o áudio está faltando nos downloads — estamos trabalhando para corrigir o problema o mais rápido possível.

No entanto, é válido entender que esse intercâmbio entre apps é muito importante para os produtores. Isso porque, gravar e editar usando ferramentas distintas exige muito tempo, algo que pode ser diminuído se as pessoas continuarem usando o Instagram como plataforma principal para produzir.

YouTube coloca marca d’água em Shorts exportados

Ainda no assunto de vídeos curtos, o YouTube anunciou, nessa quarta-feira (17), que todos os Shorts baixados de sua rede terão uma marca d’água.

Sempre que alguém baixar um desses clipes a partir do YouTube Studio para subir em outro aplicativo, uma marca d’água estará presente. A intenção é a de lembrar que o conteúdo pode ser conferido no famoso site, mas também funciona como uma maneira de marcar território.

Ademais, isso começará nas próximas semanas no app para desktop. Já a versão mobile só vai receber a atualização nos meses seguintes.

No fim do dia, parece que produzir material para a internet continua sendo algo complexo para todos. O que você acha?

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados