Snapdragon 8 Gen 2 aposta em inteligência artificial para câmeras e sensores

Processador de topo de linha da Qualcomm promete sensores sempre ligados e câmeras que reconhecem partes diferentes de uma mesma imagem

Giovanni Santa Rosa
Por

Direto do Havaí, o Tecnoblog acompanhou o lançamento do chip que vai equipar os smartphones Android de topo de linha em 2023. A Qualcomm apresentou nesta terça-feira (15) o Snapdragon 8 Gen 2, que promete melhorias em inteligência artificial, novos recursos para captura de áudio e vídeo e suporte a Wi-Fi 7. Os primeiros celulares com o componente devem chegar até o fim do ano.

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 2
Qualcomm Snapdragon 8 Gen 2 (Imagem: Giovanni Santa Rosa / Tecnoblog)

A Qualcomm destacou a atualização feita no processador Hexagon, parte do chip dedicada a tarefas de IA. A promessa é de desempenho 4,35 vezes maior.

Nos detalhes técnicos, houve a troca do formato FP32 para o INT4 — a empresa diz que isso permitiu melhorar em 60% a eficiência energética.

O Sensing Hub — parte do chip responsável por controlar os sensores do smartphone — agora também tem um processador de IA duplo. Segundo a Qualcomm, isso vai permitir ativar os aparelhos com palavras customizadas.

Nova precisão de inteligência artificial deve melhorar desempenho
Nova precisão de inteligência artificial deve melhorar desempenho (Imagem: Giovanni Santa Rosa / Tecnoblog)

A inteligência artificial também está presente no processador do sensor de imagens, o ISP. Graças a isso, a empresa promete que, com o Snapdragon 8 Gen 2, as câmeras do aparelho poderão ficar sempre ativadas. Assim, você poderia ler um QR Code sem ativar o aparelho e abrir o app.

Outro recurso seria proteger a privacidade: o aparelho desligaria a tela automaticamente caso um rosto não identificado fosse capturado pelas lentes, evitando aquela espiadinha.

Fotografia

Já que estamos falando de câmeras, vamos para foto e vídeo.

A Qualcomm diz que o Snapdragon 8 Gen 2 é capaz de reconhecer com mais rapidez imagens em fotos e vídeos e fazer o que ela chama de segmentação semântica.

É como se, ao fazer uma foto de uma paisagem, o chip entendesse o que é o céu, o que é o mar e o que é a areia da praia, por exemplo. Isso também vale para rostos: o ISP compreende o que é pele, cabelo, olhos e assim por diante.

ISP cognitivo "entende" partes da foto para aplicar ajustes
ISP cognitivo “entende” partes da foto para aplicar ajustes (Imagem: Giovanni Santa Rosa / Tecnoblog)

Com isso, o pós-processamento fica mais fácil, já que o chip pode ajustar os parâmetros para cada região da imagem.

Outro uso é o modo cinematográfico em vídeos, aquele que desfoca partes diferentes de acordo com o olhar das pessoas em cena.

Em termos de resolução, os números são os mesmos do Snapdragon 8 Gen 1: até 200 megapixels para fotos e 8K HDR a 60 fps para vídeos. Sony e Samsung anunciaram sensores fotográficos otimizados para trabalhar com o Snapdragon 8 Gen 2.

CPU e GPU

Deixando de lado processamento de imagens e inteligência artificial, vamos à parte mais bruta do chip: CPU e GPU.

A Qualcomm afirma que a GPU Adreno atualizada tem desempenho 25% mais rápido que a do Snapdragon 8 Gen 1.

Ela traz suporte a Vulkan 1.3 e melhorias no ray tracing. Segundo a empresa, é o primeiro chip com suporte otimizado ao Unreal Engine 5 Metahumans Framework, que ajuda a criar personagens humanos mais realísticos.

Já a CPU Kryo oferece 40% mais eficiência de energia. Aliás, ela continua com a ser fabricada com o processo de 4 nm da TSMC. Ela continua com oito núcleos, mas eles estão organizados de forma diferente.

CPU Kryo trocou um núcleo de eficiência por um núcleo de performance
CPU Kryo trocou um núcleo de eficiência por um núcleo de performance (Imagem: Giovanni Santa Rosa / Tecnoblog)

Antes, era um núcleo “prime”, três para as pesadas e quatro para as simples. O Snapdragon 8 Gen 2 trocou um núcleo dos mais fracos por um intermediário — agora, são quatro na camada do meio e três na mais baixa.

Conectividade e som

O system-on-a-chip inclui modem, uma das coisas em que a Qualcomm mais se destaca. O Snapdragon 8 Gen 2 vem com o modem X70 5G. Ele tem suporte a dois SIM cards 5G sempre ativos.

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 2
Qualcomm Snapdragon 8 Gen 2 (Imagem: Giovanni Santa Rosa / Tecnoblog)

O sistema FastConnect 7800, anunciado em fevereiro, também faz parte do Snapdragon 8 Gen 2. Ele traz Wi-Fi 7 e conexão Bluetooth dupla.

Vale lembrar que o Wi-Fi 7 ainda é um padrão em desenvolvimento e não está disponível comercialmente. O que a Qualcomm fez foi colocar suporte a alguns recursos que estarão presentes nele, como conexão multilink simultânea, para manter a estabilidade, e canais de 240 MHz e 320 MHz na faixa dos 6 GHz.

Em som, o Snapdragon 8 Gen 2 oferece suporte a áudio lossless a 48 kHz e áudio espacial dinâmico com rastreamento de cabeça. A sincroniza é garantia por uma latência de apenas 48 ms.

Quando chega?

A Qualcomm listou uma série de fabricantes na lista de quem vai adotar o Snapdragon 8 Gen 2. A relação tem Asus, Motorola, Oppo e Xiaomi, entre as que estão presentes aqui no Brasil, além de nomes fortes no mercado internacional, como Honor, OnePlus, Sharp, Sony e ZTE.

Segundo a empresa, os primeiros aparelhos comerciais estão planejados para o fim de 2022.

Giovanni Santa Rosa viajou ao Havaí a convite da Qualcomm.

Relacionados

Relacionados