PicPay passa a cobrar taxa de até 4,99% em recargas e gift cards no crédito

Taxa é para serviços como recarga de celular e abastecimento com Shell Box via cartão de crédito; empresa já havia começado a cobrar extras antes

Ricardo Syozi
Por

Para quem é acostumado a usar o PicPay, uma notícia pouco animadora deu as caras no início do ano. A plataforma começou a exigir uma taxa de até 4,99% sempre que o usuário realizar recargas ou compras de gift cards no crédito. A novidade passou a valer no dia 2 de janeiro de 2023, algo que pode desanimar a base instalada do serviço.

PicPay (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
PicPay (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A mudança surgiu na própria plataforma, tanto no aplicativo quanto no site da companhia. Ela ressalta que “pagamentos à vista de recarga de celular, recarga de TV, gift cards e abastecimento com shell box com saldo adicionado via cartão de crédito” agora têm uma taxa extra de 4,99%.

Assim, essa novidade se junta a outros custos do PicPay, como ao adicionar dinheiro na conta via cartão de débito (1,99% por transação) e o valor de R$ 6,90 por saque.

Vale lembrar que recentemente, a fintech decidiu reduzir os limites de seus usuários. Antes, por exemplo, a plataforma permitia que clientes transferissem até R$ 300 por mês sem pagar taxas. Entretanto, em março de 2022, a tarifa para adicionar dinheiro na carteira com cartão de crédito para transferir a outras contas do PicPay passou a ser de 3,99% por transação.

Além disso, desde setembro de 2022, a empresa também começou a cobrar 4,99% em pagamentos de boletos de luz, saneamento, gás e impostos com saldo adicionado pela mesma modalidade.

Com o aumento frequente desses encargos, é curioso pensar em como a base instalada de correntistas vai reagir. Será que vão mudar de fintech ou manter suas contas ativas no PicPay?

App do PicPay (Imagem: Divulgação/PicPay)
App do PicPay (Imagem: Divulgação/PicPay)

99Pay também cobra tarifas no uso de cartão de crédito

Infelizmente, a cobrança de encargos não é algo exclusivo do PicPay. Nos últimos meses de 2022, o 99Pay também decidiu que as taxas eram interessantes para o seu negócio (mais do que o normal, quero dizer).

Começando em novembro, a fintech removeu o limite gratuito para transações com cartão. Além disso, os custos foram de 1,99% para 3,99% na carteira digital para pagamento com cartão de crédito. A única maneira de escapar desses valores é pagando tudo por transferência bancária, Pix ou boleto.

Já em dezembro de 2022, a 99Pay passou a cobrar 3,99% para pagamentos de boleto de consumo com essa modalidade. Ou seja, contas de água, luz, internet, etc. passaram a ter um gasto extra para o usuário.

Cada vez mais, os bancos digitais estão forçando seus clientes a repensarem as formas de pagamento. Porém, a necessidade sempre será uma aliada das tarifas extras.

Com informações: PicPay.

Relacionados

Relacionados