Windows 10 deixará de ser vendido pela Microsoft no final de janeiro

Comunicado surgiu no fim da página de aquisição do sistema operacional; companhia de Redmond foca os seus principais esforços no Windows 11

Ricardo Syozi
Por

A Microsoft anunciou de forma bastante discreta que deixará de vender o download do Windows 10 a partir do dia 31 de janeiro de 2023. O sistema operacional custa R$ 1.099 (em sua versão base) para quem ainda o deseja, mas em poucos dias sairá do catálogo da empresa. Entretanto, a marca afirma que ainda continuará dando suporte ao SO como atualizações de segurança até outubro de 2025.

Logotipo do Windows sobre logotipos da Microsoft
Windows e Microsoft (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

31 de janeiro de 2023 será o último dia em que este download do Windows 10 será oferecido para venda. O suporte ao Windows 10 permanecerá com atualizações de segurança que ajudam a proteger seu PC contra vírus, spyware e outras formas de malware até 14 de outubro de 2025.

Com as palavras acima, a Microsoft começa a fechar o caixão de seu sistema operacional, precursor do atual Windows 11.

Tanto a versão padrão quanto a Pro do Windows 10 só terão suas licenças vendidas até o fatídico dia. Dessa forma, a jornada que começou em 2015 chegará ao seu fim. Ele alcançou o status de SO mais popular da empresa de Redmond, com uma fatia de mercado global de 67,95% no fim de 2022, segundo o StatCounter.

Para efeito de comparação, o Windows 11 tem 16,97% desse pedaço, mas não podemos esquecer de que ele é relativamente novo e pode eventualmente superar seu irmão mais velho.

Seja como for, se você ainda não tem essa versão do sistema operacional da Microsoft e ainda o almeja, então é bom correr.

Microsoft Windows (Imagem: Unsplash / Tadas Sar)
Microsoft Windows (Imagem: Unsplash / Tadas Sar)

Microsoft já vende licença do Windows 11

Ao encerrar as vendas de download do Windows 10, a empresa americana precisa oferecer uma alternativa para os usuários. É claro que a mais importante é disponibilizar a atual versão de seu carro-chefe para computadores.

Assim, o Windows 11 Home já pode ser encontrado no site da marca por R$ 1.099, mesmo preço do modelo anterior. Contudo, é curioso o fato de que a companhia praticamente esconde o link para a aquisição na página.

Só é possível encontrar a opção de compra após passar por sugestões de PCs e lojas parceiras.

Licença Windows 11
Página de aquisição da licença do Windows 11 (Imagem: Reprodução / Microsoft)

Atualizações de segurança vão durar até 2025

Como a própria mensagem da Microsoft diz, a companhia vai manter os updates para proteger o computador do usuário de vírus, spyware e malware até outubro de 2025.

Em outubro de 2022, por exemplo, a atualização 22H2 foi liberada para o SO. Ela trouxe a opção de receber notificações importantes mesmo quando o modo Foco estiver ativado. Outra novidade introduzida foi para o Windows Autopilot, o conjunto de tecnologias usadas para instalar e pré-configurar novos dispositivos para uso produtivo.

Logo em seguida, mais precisamente em novembro de 2022, a Microsoft encerrou o suporte para o Windows 10 21H1. Isto é, máquinas com essa versão deixaram de receber melhorias para a segurança e saúde da plataforma.

Mesmo com a empresa parando de vender o sistema operacional, os usuários não perderão o suporte tão cedo. É só manter seu PC atualizado.

Com informações: Tom’s Hardware.

Relacionados

Relacionados