Microsoft confirma fim do WordPad a partir do Windows 11 24H2

WordPad será removido da próxima grande atualização do Windows 11; Windows Server 2025 vai ser lançado já sem o editor de texto

Emerson Alecrim
Por
Marca do WordPad com asas e auréola, como se estivesse chegando ao céu
WordPad chegou ao Windows em 1995 e teve o fim anunciado em 2023 (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Windows 11 24H2, a próxima grande atualização do atual sistema operacional da Microsoft, não trará o WordPad. Esse é o primeiro passo para o editor de textos ser descontinuado, decisão tomada pela companhia no ano passado. É o começo do fim de um software que está no ecossistema do Windows desde 1995.

Windows 11 e Server 2025 sem WordPad

Qual a última vez que você usou o WordPad? Muita gente não sabe responder ou simplesmente não se lembra de ter usado a ferramenta. Está aí a razão para a Microsoft descontinuar o WordPad. Apesar de ser considerada uma versão “lite” do Word, pouca gente efetivamente usa o editor de textos nativo do Windows.

Isso levou a Microsoft a colocar o WordPad na lista de recursos a serem descontinuados no Windows, em setembro de 2023. Em janeiro de 2024, a companhia começou a liberar versões do Windows 11 no canal Canary (para testes de usuários do programa Windows Insider) já sem o editor de textos.

Neste final de março, a Microsoft confirmou que essa decisão será mantida no Windows 11. O WordPad deixará de fazer parte das ferramentas nativas do sistema operacional a partir da atualização 24H2, a ser liberada para o público em geral no segundo semestre, provavelmente, em setembro ou em outubro.

Sabe-se também que o Windows Server 2025, sistema operacional para servidores, será lançado oficialmente neste ano sem o WordPad.

Já o Windows 10 deve manter o WordPad, mas essa versão do sistema operacional deixará de ser suportada pela Microsoft em outubro de 2025, acontecimento que também contribuirá para a “aposentadoria” do editor de texto.

WordPad no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
WordPad no Windows 11 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

WordPad fará pouca ou nenhuma falta

O WordPad tem uma base de usuários tão pequena que, provavelmente, a sua descontinuação será sentida por pouca gente. Os “órfãos” do editor de textos poderão recorrer a alternativas de terceiros ou ao próprio Word, para quem precisar de recursos de edição mais avançados e estiver disposto a assinar o Microsoft 365.

Editores de texto online, como a versão web do Word e o Google Docs também são alternativas viáveis, até porque ambos os serviços são gratuitos.

Outra opção é recorrer ao Bloco de Notas, que continua mais simples que o WordPad, mas vem recebendo bastante atenção por parte da Microsoft. A versão para Windows 11 já suporta modo escuro, permite abrir múltiplas abas e, em breve, terá integração com a inteligência artificial Copilot, só para citar alguns avanços.

Relacionados