Presidente da Microsoft é mais um que pede regulamentação de IA

Dona do Windows quer que empresas sigam regras estabelecidas e sejam transparentes sobre a inteligência artificial; movimento vem ganhando popularidade

Ricardo Syozi
Por
Brad Smith da Microsoft (Imagem: Reprodução / Twitter)
Brad Smith da Microsoft (Imagem: Reprodução / Twitter)

A Microsoft fez um pedido para o Governo Federal dos Estados Unidos para que seja criada uma agência reguladora de inteligência artificial. O requerimento ocorreu durante um discurso em Washington DC, que envolveu membros do congresso do país e representantes de organizações não-governamentais. Brad Smith, presidente da empresa de tecnologia, ressaltou a necessidade da formação do órgão no encontro.

Segundo o relato do Bloomberg, o atual presidente da Microsoft destacou a importância de uma regulamentação para os robôs generativos. Ele afirmou que “o estado de direito e o compromisso com a democracia mantiveram a tecnologia em seu devido lugar e devem fazê-lo novamente com a IA”.

Brad Smith também sugeriu que o presidente estadunidense Joe Biden crie e assine uma ordem executiva para que qualquer agência federal que trabalhe com IA tenha que seguir o Risk Management Framework (RMF) do National Institute of Standards and Technology (NIST). O RMF é um conjunto de diretrizes que define como uma organização deve interagir com privacidade, risco e segurança da informação.

De acordo com Smith, a Microsoft assumiria o compromisso de adotar as orientações do NIST e publicaria anualmente um relatório de IA para mostrar transparência.

Microsoft Bing com ChatGPT
Microsoft Bing com ChatGPT (Imagem: Reprodução/Owen Yin)

Movimento para regulamentação de IA continua aumentando

A Microsoft se junta a outras organizações no pedido para a criação de regras relacionadas à tecnologia de inteligência artificial.

Na quarta-feira (24), a OpenAI pediu para que os governos criem um órgão regulador, pois ela acredita que isso poderia trazer uma cooperação para manter a segurança e integração das IAs com a sociedade. A carta foi escrita por Sam Altman, Greg Brockman e Ilya Sutskever, líderes da criadora do ChatGPT.

Vale apontar que o conteúdo da carta é bastante diferente do que Elon Musk e outros profissionais enviaram em março, na qual pediam a interrupção no desenvolvimento da tecnologia.

Brasil também quer regulamentar

No Brasil, um projeto de lei de número 2.338/23 foi apresentado no Senado no início de maio, que visa a regulamentação da inteligência artificial. Ele parte de dois objetivos: o estabelecimento de direitos ao cidadão afetado pela tecnologia e a criação de ferramentas de fiscalização e supervisão.

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, aparentou o documento, que surgiu para definir fundamentos e princípios gerais para o desenvolvimento e utilização dos sistemas de IA.

Com informações: Engadget.

Receba mais sobre Inteligência Artificial na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados