Uber Adolescentes permite que pais monitorem viagens dos filhos

Novidade promete mais segurança para jovens que precisem usar o aplicativo sem a companhia dos pais; recurso será lançado nesta quarta-feira

Felipe Freitas
Por
Logotipo da Uber com carro
Uber começa a testar Uber Adolescentes no Brasil (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Uber anunciou nesta terça-feira (31) o Uber Adolescentes, um recurso para que pais ou responsáveis criem contas para jovens de 12 a 17 anos. A novidade estará disponível, ainda em modo de testes, a partir desta quarta-feira (1), nas cidades de Campinas, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Sorocaba e São José dos Campos. O Uber Adolescente é acessado pelo Perfil Familiar do dono da conta.

O recurso já foi lançado no Canadá (2022) e nos Estados Unidos (2023). A funcionalidade permite que os pais monitorem seus filhos durante as corridas — sendo que os jovens podem pedir sozinho um transporte —, com localização atualizada em tempo real, do embarque até o desembarque, local de destino, nome do motorista e saibam até quando uma corrida é solicitada. Com o Uber Adolescentes, os pais ou responsáveis também têm autorização para ligar para o motorista.

Uber Adolescentes no Brasil

Uber
Uber Adolescentes permite que pais ou responsáveis monitorem viagens de jovens (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Para incluir uma conta no Uber Adolescentes, o pai ou responsável deve abrir o perfil familiar no app da Uber e enviar um convite para o jovem. O sistema enviará o link para o adolescente para que ele baixe o app, crie a conta e leia o conteúdo sobre segurança na Uber — etapa que é obrigatória.

Como acontece nos serviços de streaming, a conta do jovem ficará vinculada à conta do pai/mãe ou responsável que enviou o convite. Concluindo todas as etapas citadas no parágrafo anterior, o adolescente já pode pedir suas próprias corridas.

A Uber explica que os recursos de segurança do app, como o código para corridas, são ativados por padrão e não podem ser desligados pelo adolescente, motorista ou responsáveis. A exceção é a gravação do áudio, que exige consentimento do usuário antes dela se tornar padrão nas corridas.

No comunicado à imprensa em que divulgou o lançamento do recurso, a Uber explica que em qualquer mudança de rota, parada inesperada ou fim antecipado da corrida, uma mensagem será enviada para o jovem e para o motorista para certificar se houve algum problema.

Receba mais sobre Uber na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Relacionados