Baixar Reels do Instagram vai ficar mais fácil

CEO da plataforma, Adam Mosseri, anuncia opção de fazer download de Reels. Recurso chega primeiro para os usuários dos Estados Unidos.

Thássius Veloso
Por
• Atualizado há 11 meses
Instagram terá mapa com localização de amigos em tempo real
Tempo gasto no Instagram cresceu 24% no último trimestre (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Você já quis baixar um Reels do Instagram e precisou achar jeitinhos de realizar o procedimento? Em breve isso será bem mais fácil, pois a plataforma vai fornecer nativamente no aplicativo a opção de baixar os conteúdos em vídeo. A novidade por ora está sendo liberada para usuários nos Estados Unidos.

O CEO da plataforma, Adam Mosseri, explicou que a função será oferecida somente em Reels publicados por perfis públicos. As pessoas vão encontrar essa opção no mesmo botão de compartilhar postagens com os amigos. Ainda não se sabe quando a ferramenta chega ao Brasil.

Marca d’água a la TikTok

Ao que tudo indica, os Reels baixados por terceiros terão uma marca d’água com o ícone do Instagram e nome do usuário. Seria uma maneira de identificar quem é o autor original da postagem. Dessa forma, a rede social replica um mecanismo utilizado pelo TikTok há anos. De vez em quando ainda se vê programas de TV exibindo conteúdo da plataforma com o efeito de blur na marca flutuante (que fica mudando de posição).

Mosseri informou ainda que os donos dos perfis poderão desativar o download dos vídeos curtos. Seria uma maneira de proteger a propriedade intelectual? O executivo não deu detalhes, mas é sabido que existem diversas ferramentas online para download fácil de Reels.

Exemplo de botão de Download e vídeo final com marca d'água (Imagem: Divulgação/Instagram)
Exemplo de botão de Download e vídeo final com marca d’água (Imagem: Divulgação/Instagram)

Aos poucos, uma rede de entretenimento

Não é de hoje que o Instagram aposta nos vídeos como principal tipo de conteúdo. O algoritmo privilegia material audiovisual, de modo que a plataforma originalmente de fotos fez a transição para uma rede de vídeos.

Além disso, alguns especialistas em comunicação dizem que, aos poucos, o Instagram está deixando de ser uma rede social para se tornar uma rede de entretenimento. Existe uma interessante diferença entre elas: a primeira depende primordialmente das pessoas que você segue, enquanto a segunda funciona muito bem via recomendação algorítmica (basta ver o TikTok).

Adam Mosseri, do Instagram, ressalta que não será possível baixar Reels de perfis fechados (Imagem: Reprodução/Adam Mosseri)
Adam Mosseri, do Instagram, ressalta que não será possível baixar Reels de perfis fechados (Imagem: Reprodução/Adam Mosseri)

O tempo gasto no Instagram cresceu 24% devido ao sistema de recomendação de conteúdo, conforme disse Mark Zuckerberg, o CEO da Meta, na divulgação dos resultados financeiros do primeiro trimestre de 2023.

As coisas estão animadas em Menlo Park, cidade dos Estados Unidos onde fica a sede do Instagram. Ontem a empresa anunciou o início das vendas do selo de verificado no Brasil. Custa R$ 55 mensais. O Meta Verified também vale para o Facebook.

Com informações: TechCrunch

Receba mais sobre Instagram na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Também atua como comentarista da GloboNews, palestrante, mediador e apresentador de eventos. Tem passagem pela CBN e pelo TechTudo. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Relacionados