Bugs fazem Apple pausar desenvolvimento de novos recursos para iOS e macOS

Primeiras versões do iOS 18 e do macOS 15 ficam abaixo dos padrões de qualidade. Equipes terão intervalo de uma semana para corrigir problemas.

Giovanni Santa Rosa
Por
(Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
iPhone (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

As próximas versões dos sistemas operacionais da Apple estão dando dor de cabeça. Executivos da empresa teriam pedido às equipes que trabalham no desenvolvimento do iOS 18 e do macOS 15 uma pausa na criação de novos recursos. Elas vão se concentrar em algo mais importante no momento: corrigir bugs. As informações são do jornalista Mark Gurman, da Bloomberg, que acompanha os bastidores da Apple.

Segundo a publicação, a última rodada de desenvolvimento das versões do ano que vem dos sistemas operacionais não foi lá muito tranquila. A primeira “milestone” (chamada “M1” internamente) do “Crystal” (codinome interno do iOS e do iPadOS 18) e do “Glow” (codinome interno do macOS 15) ficou abaixo dos padrões esperados de bugs.

Por isso, os executivos responsáveis por liderar os trabalhos de software da Apple decidiram suspender os trabalhos em novas ferramentas para trabalhar na correção de bugs. A pausa deve durar uma semana e também inclui o watchOS 11 e o iOS 17.4.

Normalmente, quando a primeira “milestone” do software da Apple é concluída, os engenheiros já começam a trabalhar na seguinte (a chamada ”M2”). A decisão desta semana foge do habitual, portanto.

Uma pessoa ouvida pela Bloomberg em condição de anonimato disse que a Apple tem milhares de pessoas trabalhando no desenvolvimento de software. Se esse trabalho não for bem orquestrado, diz a fonte, os sucessores do iOS 17 e do macOS 14 podem quebrar completamente.

iOS 18 e macOS 15 não devem sofrer atrasos

Apesar da suspensão, isso não quer dizer que a Apple vai adiar o lançamento das próximas versões de iOS, macOS e outros sistemas. Como observa o Macworld, isso significa que as equipes terão menos bugs para corrigir futuramente, já que não vão deixar acumular problemas.

Na pior das hipóteses, o que a Apple pode fazer é deixar alguns dos novos recursos do iOS 18 e do macOS 15 para updates futuros — as versões “.1”, “.2” e assim por diante.

Apple vem tentando evitar bugs

A Bloomberg nota que Craig Federighi, chefe de engenharia de software da Apple, fez algumas mudanças nos fluxos de trabalho para evitar problemas.

Em 2019, a empresa passou a tratar cada novo recurso de maneira individual. Assim, caso houvesse algum problema, o módulo correspondente poderia ser desativado ou removido, sem prejuízo para o resto do sistema.

As equipes também fizeram um “pacto” para não permitir “regressões”, nome dado para quando uma nova função traz um bug que quebra outro recurso que funcionava perfeitamente.

Com informações: 9to5Mac, Macworld

Relacionados