Estoque de baterias de iPhones continua normalizado no Brasil

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 1 mês
Bateria do iPhone (Imagem: Kārlis Dambrāns/Flickr)

Um documento interno da Apple obtido pelo MacRumors informa que as baterias de substituição do iPhone 6 Plus estão em falta nos Estados Unidos, com previsão de normalização entre o final de março e começo de abril. O problema no estoque também afetaria outras regiões, como Oriente Médio, África e América Latina. No entanto, os brasileiros não devem se preocupar.

Em comunicado ao Tecnoblog, a Apple confirma que “para o Brasil, não temos falta de bateria para nenhum modelo”. Por aqui, o custo para substituir o componente passou de R$ 449 para R$ 149 para os iPhones 6 ou mais recentes. O preço promocional é válido até 31 de dezembro de 2018. A troca pode ser feita inclusive se a bateria estiver saudável.

A demanda por baterias de iPhones aumentou nas últimas semanas, depois que a Apple confirmou que reduz o desempenho do processador quando a bateria está gasta. Segundo a Apple, com o tempo, as baterias de lítio perdem “a capacidade de fornecer picos de energia, principalmente em um estado de pouca carga”, o que pode levar a um desligamento inesperado. Por isso, a solução foi limitar a performance dos iPhones.

Existem sete sinais de que o gerenciamento de energia está agindo no seu iPhone, incluindo tempos maiores de inicialização de apps; taxas de quadros menores durante a rolagem; e reduções graduais da taxa de quadros em alguns apps.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados