Microsoft vai remover chat do Teams que vinha integrado ao Windows 11

Um dos maiores destaques do Windows 11, chat do Teams será substituído por aplicativo completo, que pode ser removido da barra de tarefas como qualquer outro app

Giovanni Santa Rosa
Por
Microsoft Teams é integrado ao Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)
Microsoft Teams é integrado ao Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

A Windows 11 vai abandonar um dos recursos que foram mais alardeados no lançamento do sistema operacional, em 2021. O chat do Teams, que vinha integrado ao sistema, deixará de existir. No lugar dele, uma versão completa e grátis do app será instalada.

A mudança apareceu na compilação 23481 do Windows 11, disponível para inscritos no programa Insider.

Segundo o comunicado no blog do programa, o Teams integrado, chamado Chat, será substituído pela versão completa, a Microsoft Teams – Free, que também está disponível para o Windows 10.

O ícone dela aparecerá na barra de tarefas e poderá ser removido, como acontece com qualquer outro programa.

O Teams integrado foi um dos maiores destaques do lançamento do Windows 11 em 2021. No sistema operacional, o app se chama Chat e fica na barra de tarefas. Ele não era um programa comum. Profundamente integrado ao SO, só podia ser removido nas configurações.

O problema é que esse Teams Chat só servia para falar com amigos e familiares. Para as reuniões de trabalho, era necessário instalar outro Teams, a versão completa.

Como você pode imaginar, muita gente confundia as duas coisas. Com o Microsoft Teams – Free instalado por padrão, isso deve ser resolvido.

Microsoft está abrindo espaço para Windows Copilot

Como nota o Verge, o Teams Chat vinha recebendo melhorias e funções, como novos recursos nas chamadas de vídeo e comunidades parecidas com as do Discord. Mesmo assim, o fim da linha parece ter chegado para ele.

Outra ferramenta do Windows que a Microsoft descontinuou esta semana foi a Cortana. A empresa deixará de fornecer suporte à assistente de voz ainda em 2023. Apresentada em 2014, ela era integrada ao Windows desde o lançamento do Windows 10, em 2015.

Essas mudanças abrem espaço para mais investimentos da Microsoft em inteligência artificial. A empresa é uma das maiores financiadoras da OpenAI, que desenvolveu o ChatGPT e o Dall-E.

Tecnologias desse tipo vêm sendo integradas aos produtos da gigante de Redmond, e tem mais coisa vindo por aí. Na conferência Build, a Microsoft mostrou o Windows Copilot, que pode ajudar o usuário a realizar tarefas — basta escrever em linguagem natural o que ele deseja.

Com informações: Windows Insider Blog, The Verge

Receba mais sobre Windows 11 na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados