O iPhone X custará a partir de US$ 999 quando for lançado no início de novembro. É um preço salgado, mesmo em se tratando da Apple, mas as previsões de vendas são altas — e a Samsung sairá ganhando.

Segundo a consultoria Counterpoint Research, a Samsung vai receber cerca de US$ 110 por cada iPhone X vendido. Ela é a fornecedora exclusiva de painéis OLED para o aparelho, e também é responsável pelos chips de memória.

A Counterpoint estima que a Apple venderá 130 milhões de unidades do iPhone X nos primeiros vinte meses no mercado, a partir de novembro. Isso renderá cerca de US$ 14 bilhões para a Samsung.

No mesmo período, a Samsung deve faturar US$ 10 bilhões com os componentes do Galaxy S8. Esse valor não considera as vendas desde abril, quando o aparelho foi lançado; nem dos outros celulares que a coreana vende atualmente (como o Galaxy Note 8); nem dos que ela vai lançar no futuro (como o Galaxy S9).

Ainda assim, isso ilustra como a Samsung tem uma divisão forte de componentes. No ano passado, ela correspondeu a 35% da receita total, e a mais de 50% do lucro operacional.

Segundo o Wall Street Journal, a Apple tentará reduzir sua dependência da Samsung contratando outros fornecedores. Rumores dizem que ela cogita usar os serviços da LG Display e da Japan Display — parceria entre Sony, Toshiba e Hitachi — até 2019.

Com informações: Wall Street Journal, Mashable.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados