TikTok adicionará função que permite filtrar conteúdo por faixa etária

Filtro permite bloquear conteúdo que o usuário não deseja mais ver; empresa vai lançar o recurso mundialmente nas próximas semanas

Ricardo Syozi
Por
Logotipo do TikTok

O TikTok anunciou na quarta-feira (13) que vai lançar um novo recurso para dar mais controle aos seus usuários do aplicativo. Chamado de “Content levels” (ou “níveis de conteúdo”), essa ferramenta permitirá que as pessoas adicionem palavras ou hashtags que não querem que apareça na parte de “Para você”. Ademais, os vídeos passarão a ter uma classificação etária para evitar que menores consumam produções para o público mais velho.

Você já se deparou com vídeos de dancinhas mesmo quando os seus tópicos favoritos no TikTok são coisas totalmente diferentes? Pois bem, finalmente a rede social decidiu se mexer nesse quesito.

Através de uma postagem em sua sessão de notícias, a empresa comunicou que vai liberar nas próximas semanas a opção de filtros. Assim, tudo o que o usuário precisará fazer é adicionar as hashtags que considera indesejáveis ou impróprias para a sua experiência.

Além disso, o “Content levels” vai dividir o nível de maturidade de cada conteúdo. O objetivo é o de impedir que vídeos ou fotos considerados “para uma audiência adulta” alcancem um público adolescente (entre 13 e 17 anos). Com isso, “uma pontuação de maturidade será atribuída ao vídeo para ajudar a evitar que os menores de 18 anos o vejam através da experiência do TikTok”.

A empresa afirmou que os testes já estão em andamento, mas que o recurso entrará em vigor nas próximas semanas.

Justiça ordenou a suspenção de conteúdo impróprio

Em junho de 2022, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça, entrou com uma ordem para que a rede social interrompesse a veiculação de conteúdo considerado impróprio. O argumento usado foi a de “proteger os consumidores, em especial aqueles hipervulneráveis”.

Mesmo sendo proibida para menores de 13 anos, é de se lembrar que qualquer pessoa com um smartphone consegue acessar a plataforma. Dessa forma, a ordem foi direcionada para que a “limitação de acesso seja aperfeiçoada, de modo que a idade dos usuários seja verificada de maneira eficaz”.

Não há nenhum indício de que essa exigência da Senacon tenha tido qualquer efeito na novidade do “Content levels”, seja nos filtros ou na definição de faixa etária nos conteúdos divulgados no TikTok.

Com informações: CNET.

Relacionados