WhatsApp Flows quer reduzir mensagens necessárias para contratar um serviço

Com novo recurso da Meta, empresas podem criar interfaces mais avançadas no WhatsApp para reservas, horários, assentos e mais

Giovanni Santa Rosa
Por
WhatsApp
WhatsApp (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O WhatsApp anunciou nesta quarta-feira (20) um novo recurso para empresas, chamado Flows. Com ele, os negócios poderão oferecer diretamente pelo app opções mais avançadas na hora de comprar um produto ou contratar um serviço, como escolher assentos em um avião ou horários para marcar compromissos.

A Meta diz que o Flows oferece a “capacidade de criar experiências ricas e personalizadas”.

Por experiências ricas e personalizadas, a empresa quer dizer interfaces e formulários que estamos acostumados a ver em sites e apps de companhias aéreas, planos de saúde e lojas, entre outros.

A ideia é que o WhatsApp se torne um canal de venda mais abrangente e personalizado, sem precisar ficar falando com um atendente para resolver tudo.

Assim, o cliente não precisa clicar em um link e ir até um site para escolher seu assento, e também não precisa ficar conversando com o atendente até descobrir qual o melhor horário para uma consulta médica.

O próprio WhatsApp vai se encarregar de apresentar essas opções de uma maneira mais organizada e interativa.

Interface do WhatsApp com tela de seleção de assento
Com o WhatsApp Flows, passageiro pode escolher assento diretamente no app (Imagem: Divulgação/Meta)

“Há muitas possibilidades, e as empresas podem facilmente aproveitar os blocos que criamos para construir suas experiências únicas”, diz Mark Zuckerberg, CEO da Meta.

Banco Pan e Magalu participaram de piloto

Segundo a Meta, duas empresas brasileiras participaram do piloto do novo recurso do WhatsApp. O Banco Pan usou o Flows nas conversas com clientes que queriam contratar empréstimos.

O Consórcio Magalu usou a ferramenta em duas frentes. Clientes em potencial podiam agendar horários com consultores usando uma interface desenvolvida no Flows. Já clientes atuais podiam fazer login, ter acesso a boletos e fazer ofertas, tudo pelo app de mensagens.

WhatsApp vai vender selos de verificado em breve

O anúncio foi feito no evento Meta Conversations 2023, em Mumbai, na Índia. Mark Zuckerberg também anunciou a chegada do Meta Verified para empresas.

Inicialmente, a versão corporativa do programa vai incluir apenas Instagram e Facebook. Para uma plataforma, o preço é US$ 22 mensais (cerca de R$ 107, em conversão direta). Para o combo com as duas, tem um desconto: US$ 35 (cerca de R$ 170). Por enquanto, o serviço não está disponível no Brasil.

Segundo Zuckerberg, o Meta Verified vai valer também para o WhatsApp no futuro. Atualmente, apenas empresas de grande porte — bancos e empresas de telefonia, entre outros — contam com um selinho verde no app de mensagens.

Com informações: Meta

Relacionados