WhatsApp Pagamentos é liberado pelo BC para testes no Brasil

Visa e Mastercard podem fazer testes do WhatsApp Pagamentos, vinculado ao Facebook Pay, após autorização do Banco Central

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 6 meses
WhatsApp Pagamentos (Imagem: Divulgação/WhatsApp)

Visa e Mastercard agora podem fazer testes do WhatsApp Pagamentos no Brasil: o Banco Central liberou as duas bandeiras de cartão a experimentarem transações de baixo valor enquanto a funcionalidade não é autorizada para os consumidores finais. O serviço, vinculado à carteira Facebook Pay, foi suspenso em junho porque o BC queria “avaliar eventuais riscos” à concorrência e à privacidade.

WhatsApp Pagamentos permanece em testes

Em comunicado à Reuters, a Mastercard explica que “a funcionalidade ficará liberada apenas para um grupo limitado de cartões que realizarão transações de baixo valor”. Da mesma forma, a Visa recebeu a autorização do BC apenas para testes, não para operação comercial.

O presidente da Visa no Brasil, Fernando Teles, diz à Folha que a autorização do BC foi dada em 28 de julho, com o objetivo de incluir mais emissores de cartão e empresas de maquininhas ao WhatsApp Pagamentos.

Segundo a Folha, executivos do Facebook e representantes do BC farão uma nova rodada de conversas sobre o assunto ainda nesta semana. A instituição afirma que o WhatsApp Pagamentos “está em análise e segue o trâmite normal de aprovação”.

Inicialmente, o serviço estava disponível apenas para clientes do Nubank, Banco do Brasil, Sicredi e Woop. As transações eram processadas apenas pela Cielo, com taxa zero para pessoa física e 3,99% para pessoa jurídica (no WhatsApp Business).

Rumores dizem que Itaú e Bradesco teriam desistido do WhatsApp Pagamentos pouco antes de seu lançamento. No entanto, estava sendo preparado o suporte a cartões do Santander, Banco Inter, C6 e Neon, além da bandeira Elo.

Receba mais sobre Brasil na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados