Windows 11 ganha widgets com dados sobre CPU, GPU, memória e mais

Novos widgets fazem parte do Dev Home, app para Windows 11 voltado a desenvolvedores, que facilita instalação de pacotes e gerenciamento de projetos

Giovanni Santa Rosa
Por
Microsoft pode barrar de vez o Windows 11 em PCs antigos (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Windows 11 (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Um dos destaques do Windows 11 são os widgets, que trazem informações rápidas para o usuário. Uma nova ferramenta deixa as coisas ainda melhores, apresentando dados sobre o computador em tempo real.

Entre os novos widgets, estão utilização e velocidade do processador, uso de memória, temperatura e uso da GPU, velocidade de Wi-Fi e Ethernet.

Praticamente tudo isso podia ser acompanhado pelo Gerenciador de Tarefas, pelo Monitor de Recursos ou pela Game Bar. Apps de terceiros também cumprem esse papel.

Mesmo não sendo exatamente uma novidade, com os widgets, a ideia parece ser dar acesso rápido, já que eles ficam na lateral da tela.

Como dá para imaginar, os widgets de CPU, GPU, memória e outros ainda apresentam vários bugs, já que ainda estão em fase de preview.

Widgets com dados do computador em tempo real
Widgets com dados do computador em tempo real (Imagem: Reprodução/Neowin)

Outra mudança que deve pintar em breve para os widgets do Windows 11 é a opção para desativar a seção de notícias. Atualmente, ela não pode ser removida, e isso incomoda muita gente. Segundo a Microsoft, isso vai mudar até o fim do ano.

Dev Home traz widgets e ferramentas para desenvolvedores

A novidade apareceu no app Dev Home — também chamado de Página Inicial de Desenvolvimento, na versão em português —, anunciado durante a conferência Build, para desenvolvedores.

O Dev Home ainda está em preview. Ele serve para que os desenvolvedores se conectem a repositórios do GitHub, instalem ferramentas e pacotes, além de outros recursos para facilitar o trabalho.

O aplicativo usa o Gerenciador de Pacotes do Windows (winget) e permite que os desenvolvedores gerem um arquivo de configurações para instalar apps, ferramentas e pacotes necessários.

Além disso, há um Dev Drive, volume de armazenamento personalizado para desenvolvedores, que usa o Resilient File System (ReFS), e widgets para mostrar issues e pull requests do GitHub.

O Dev Home está disponível para todos os usuários do Windows 11, não apenas os participantes do programa Insider. Basta baixá-lo na Microsoft Store.

Com informações: Neowin, The Verge

Receba mais sobre Windows 11 na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados