Início / TB Responde / Gadgets /

Como o Apple Watch consegue prever um infarto [Ataque Cardíaco]

Uma das funções Apple Watch é avisar o usuário quando há riscos de infarto, ocorrência dos batimentos acima ou abaixo do normal

Lucas Lima

Por

TB Responde
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Um dos sensores inclusos no Apple Watch é o que faz a medição dos batimentos cardíacos. O recurso não serve apenas para monitorar atividades físicas, mas toda rotina do usuário, caso os batimentos estejam rápidos ou lentos demais, sintomas de alguma anormalidade. Entenda como o Apple Watch pode prever um infarto.

apple watch series 5 ecg macro tecnoblog

Quais Apple Watches tem o sensor cardíaco?

Todos os relógios da Apple tem o sensor de frequência cardíaca. No entanto, a partir do Watch Series 1 que é possível fazer o monitoramento dos batimentos e receber um aviso do relógio caso algo esteja fora do normal.

Como funciona os alertas de BPM?

É configurado um valor alto e baixo de batimentos por minuto (BPM) no aplicativo do Watch, se o usuário é considerado inativo — sem estar fazendo alguma atividade que justifique os batimentos elevados — por pelo menos 10 minutos, o relógio envia um alerta para que ele tome alguma providência, como procurar um médico.

Para ativar os alertas de batimentos no Watch:

  1. Abra o aplicativo Watch, no iPhone;
  2. Role a tela e toque na opção “Coração”;
  3. Em “Batimentos Elevados” e “Batimentos Baixos” ajuste os valores para os quais deseja receber um alerta (são valores predefinidos, pode-se ajustar para acima de 100 BPM e abaixo de 50 BPM).

como ativar notificacoes batimentos cardiacos apple watch

Os dados do Apple Watch podem prever infarto?

Quando os batimentos estão elevados, esse comportamento é chamado de taquicardia, o que impede o coração de bombear o sangue corretamente para o resto do corpo. Dentre as várias complicações, a pessoa pode sentir falta de ar, tontura, atordoamentos ou mesmo chegar a desmaiar. No entanto, batimentos elevados podem ser sinal de infarto ou outros problemas com o coração.

Já bradicardia é para o contrário, quando os batimentos cardíacos estão lentos, também interferindo no funcionamento correto do órgão em levar o sangue para o resto do corpo. Os sintomas são semelhantes a taquicardia, quais podem indicar sinais de doenças do coração.

É importante ressaltar que os dados são úteis para que o usuário tome alguma ação, principalmente procurar um médico. Os dados ficam registrados no app Saúde do iPhone, pode ser uma fonte para indicar ao especialista.

E o ritmo cardíaco irregular?

Além dos alertas altos ou baixos, a partir do Apple Watch Series 1 também é possível ter um retorno caso o relógio identifique um ritmo cardíaco irregular, uma possível causa de fibrilação atrial (FibA). No entanto, a Apple alerta:

  • Essas notificações não são destinadas a pessoas que foram diagnosticadas com fibrilação atrial;
  • Essas notificações não são destinadas para uso por pessoas com menos de 22 anos.

O que é fibrilação atrial (FibA)?

Fibrilação atrial (FibA) é um tipo de ritmo cardíaco irregular que ocorre quando as cavidades superiores e inferiores do coração não estão sincronizadas, ou seja, batem em ritmos diferentes. Dentre os sintomas, a FibA pode causar um batimento acelerado, palpitações, fadiga e falta de ar.

Pessoas com fibrilação atrial devem buscar auxílio de um médico, que indicará qual o tratamento ideal. Caso não seja tratada, a FibA pode causar insuficiência cardíaca ou formação de coágulos sanguíneos, podendo chegar a um acidente vascular cerebral (AVC).

Notificações da saúde do coração com Apple Watch

Como configurar o aviso de ritmo cardíaco irregular?

  1. Abra o aplicativo Watch, no iPhone;
  2. Role a tela e toque na opção “Coração”;
  3. Toque no botão para iniciar a configuração de notificação para o ritmo cardíaco irregular.

As leituras são feitas ocasionalmente, quando o usuário está parado, para que haja uma precisão maior nos dados. Porém, o relógio pode não identificar todas as instâncias de fibrilação atrial e não enviar uma notificação mesmo para quem tem a arritmia.

Dados confiáveis, mas atenção.

Os dados do Apple Watch são confiáveis, mas a própria Apple alerta para que não sejam tomados como verdade absoluta e única justificativa para procurar um especialista. O Watch não detecta ataques cardíacos, mas pode ajudar a prever o problema para tomar medidas antecipadamente.

“Caso sinta pressão, aperto, dor no peito ou qualquer outro sintoma que indique um ataque cardíaco, ligue imediatamente para os serviços de emergência”, escreveu a empresa numa página de suporte.

Independente de ter ou não recebido um aviso no relógio, a ida ao médico é o primeiro passo a ser dado. Os dados e notificações que são oferecidas no Apple Watch podem ser um indicativo de infarto ou outro problema, mas escute primeiro seu corpo.

Com informações: Medtronic 1, 2, Apple.