Game

Artigos de Game

Multiplayer de Call Of Duty: Ghosts terá mulheres e novos modos de jogo

às 18h56 por

Nesta tarde, a Activision apresentou novidades do multiplayer de Call Of Duty: Ghosts via streaming para todo o mundo. Entre as novidades, foram anunciados novos modos de jogo e a possibilidade de escolher o gênero do personagem - o que é, por incrível que pareça, bem raro no gênero. Descrevendo, o primeiro modo de jogo tem cara de adaptação de gincana da escola para o mundo de COD: o Search & Rescue é parecido com o já existente Search & Destroy, no qual o jogador que morre não pode voltar até a próxima rodada. No no

Financie isso: Chroma Squad, novo game dos brasileiros da Behold Studios

às 14h04 por

Há uma infinidade de estúdios independentes de games que buscam financiamento via crowdfunding, tanto que eles ficam em uma categoria própria no Kickstarter e no Indiegogo. E, como a gente sabe, o Brasil tem um monte de estúdios que produzem games excelentes, reconhecidos internacionalmente. Logo, faz sentido que, entre os muitos projetos, surjam alguns brasileiros. É aí que aparece a Behold com seu novo game,

Pokémon: Generations pode ser o MMO de Pokémon que a gente esperou a vida toda

às 18h15 por

Todo mundo que dedicou algumas horas, dias ou meses a Pokémon em algum momento da vida já se conformou que um MMO oficial do game nunca será realidade. Ainda bem que tem fãs obcecados dedicados o bastante para tornarem isso realidade. O primeiro era baseado em Pokémon Fire Red e, portanto, tinha o mesmo estilo do jogo clássico. O mais recente foi um passo além: Pokémon: Generations é um RPG em terceira pessoa 3D que, acredito eu, é o mais próximo que já estivemos do MMO de Pokémon com o qual sonhamos desde os 11 anos.

Surgeon Simulator é o dinheiro mais bem gasto em games de 2013

às 10h43 por

Esses dias, estava pensando sobre o cenário dos games atualmente. Como os jogos de grandes empresas com orçamento milionário vêm tendo que dividir seu espaço com games menores, de produtoras independentes, e como isso tem mudado (e vai mudar ainda mais) o mercado. Os jogos AAA chegaram a um ponto em que vender alguns milhões de cópias não é o suficiente para cobrir os gastos, enquanto os de baixo orçamento focam na diversão para ganhar fãs. E ganham. Não é mais tão importante ter um jogo com gráficos ultrarrealistas, duração enorme ou uma história elaborada; é important