Review TV QLED TCL C825: Mini LED com muito brilho e Google TV

TCL QLED C825 é uma Mini LED com Google TV que acerta na qualidade de imagem, no som e nos recursos para o público gamer

Darlan Helder
Por
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A QLED TCL C825 é uma das TVs mais avançadas da fabricante chinesa atualmente. Disponível em versões de 55 e 65 polegadas, a Mini LED promete imagens vívidas com contrastes precisos, aposta num design sofisticado com soundbar integrada, tem taxa de atualização de 120 Hz e roda o software Google TV, abandonando de vez o tradicional Android TV.  

A C825 não é só um televisor caro para quem busca desempenho superior em imagem. O modelo leva em consideração os gamers, oferecendo tecnologias exclusivas para esse público. Eu passei alguns dias com a nova TV 4K da TCL e compartilho a minha experiência de uso neste review.  

Análise da TV QLED TCL C825 em vídeo 

YouTube video

Aviso de ética 

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente de tecnologia que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises de produtos são opinativas e não possuem nenhuma intenção publicitária. Por isso, sempre destacamos de forma transparente os pontos positivos e negativos de cada produto. 

A C825 foi fornecida pela TCL por empréstimo e será devolvida à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica

Design, conexões e controle remoto 

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A C825 tem uma construção muito atraente e, com certeza, vai despertar a atenção dos visitantes da sua casa. Diferente da Neo QLED QN90A, da Samsung, que mantém algumas linhas de sofisticação, mas sem perder atributos tradicionais de TVs, o aparelho da TCL se impõe por abandonar o preto. E a soundbar integrada realça ainda mais o visual diferente.  

A aparência prateada, que a TCL tanto gosta, já vista em modelos como P725 e C715, predomina na construção da C825. Ela ganhou moldura de metal com uma largura considerável: são aproximadamente 3 centímetros. O fundo também é volumoso com um acabamento em plástico escurecido. 

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O processo de instalação é relativamente simples. Tudo o que você precisa fazer é encaixar a base de metal na TV. Elas devem ser unidas por parafusos, já disponíveis na embalagem do equipamento. O Tecnoblog testou a variante de 65 polegadas e, como você deve imaginar, apenas uma pessoa não dá conta de carregar até o móvel da sala devido ao peso considerável. 

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

As onze conexões físicas foram agrupadas na lateral direita do televisor. A C825 recebeu uma saída de áudio óptica, entrada para fones de ouvido de 3,5 mm, uma AV IN, duas USB 2.0, uma entrada de antena de TV e uma porta Ethernet. Ao todo, são quatro portas HDMI, sendo duas suportando 4K com frequência de 60 Hz e duas a 120 Hz, adequadas para os atuais consoles: PlayStation 5 e Xbox Series S/X.  

A conectividade sem fio também não desaponta. A TV tem suporte ao Wi-Fi 6, o que favorece bastante games por streaming, como Google Stadia e XCloud. Ela ainda traz Bluetooth 5.2, para conectar aparelhos de áudio, periféricos, dentre outros.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O controle remoto da QLED C825 é diferente quando comparado ao de outros televisores da marca. O acessório atual é grande, mas tem poucos botões para facilitar o uso: aqui estão os direcionais para navegar pela interface Google TV, o do Google Assistente que, de certa forma, pode ser ignorado, uma vez que ela tem hands-free. A TCL ainda adicionou seis atalhos para plataformas de streaming: Netflix, Prime Video, Globoplay, Disney+, YouTube e TCL Channel.  

Qualidade de imagem  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Com a C825, eu tive o meu primeiro contato com o backlight Mini LED. A tecnologia, que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, promove um brilho e contraste mais precisos, enquanto elimina o problema de burn-in. A TCL não abre o jogo sobre números de LEDs, mas diz que esse modelo adota “milhares de unidades de controle de luz para aumentar o número de fontes de iluminação da TV”.  

Na prática, a TCL consegue entregar aquilo que é prometido em sua comunicação. A qualidade de imagem é impecável, com brilho forte, preto realmente profundo e um ótimo volume de cor, especialmente com o Dolby Vision HDR. Apesar de ter presenciado um pouco de color banding em testes detalhados, em conteúdos reais, isso não foi um problema. O upscaling, por sua vez, atuou muito bem ao exibir conteúdos sem resolução 4K.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Os ângulos de visão do modelo de 65″ analisado também são ótimos. Mesmo em ambientes com muita incidência de luz solar, você não perderá informações. Eu, por exemplo, consegui jogar Halo Infinite e Guardiões da Galáxia, que são títulos com uma estética mais escurecida, sem dificuldades na minha sala que é quase dominada pela luz solar.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ao todo, a C825 tem seis modos de imagem: dinâmico, padrão, smart HDR, esporte, filme e jogo. Este último, assim como em alguns televisores da Samsung, pode ser ativado automaticamente quando identifica um jogo em execução, gerando maior comodidade para o público gamer.  

Para esse review, eu conectei um Xbox Series S na TV da TCL e gostei bastante do desempenho, isso porque é viável aproveitar a fluidez do 120 Hz, com imagens em HDR e som tridimensional. A TCL informa que o input lag no modo gamer fica em 15 ms, que é um tempo muito bom e, nos meus testes com jogos, a resposta foi satisfatória.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Qualidade de som 

O ponto alto da TCL C825 não só está na imagem. Com TVs cada vez mais finas, você pôde acompanhar em nossos reviews de televisores a gente indicando soundbar com frequência para acompanhar o kit. Na minha visão, com essa TV, você pode economizar e explico o porquê: fabricada pela japonesa Onkyo, a C825 tem soundbar integrada de 2.1 canais, com 60 watts de potência.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A qualidade sonora me surpreendeu bastante. As empresas conseguiram entregar um áudio que é encorpado e muito envolvente, ainda mais quando um conteúdo com suporte à Dolby Atmos é reproduzido. Eu, porém, confesso que achei ele um pouco abafado e, mesmo alterando a configuração, essa característica permaneceu viva. Mas isso não é motivo para retirada de pontos positivos.  

Ao longo dos testes, nós preferimos deixar o som no modo padrão, suficiente para entregar uma experiência envolvente. Há o modo filme, que eu também gostei por deixar os diálogos mais transparentes sem perder a imersão. Para os gamers, não há limitações: os falantes da C825 são ótimos para esse público.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Além da barra na parte inferior, que projeta melhor o áudio no ambiente, a TV da TCL conta com um subwoofer na traseira de 30 watts. No caso da variante de 55 polegadas, essa potência cai para 20 watts, ainda assim, é um número bem interessante.  

Software e recursos de smart TV 

Demorou, mas finalmente estamos diante de uma TV com a nova interface do Google no Brasil. O Google TV é uma das minhas plataformas preferidas atualmente: o layout como um todo é muito bem elaborado, trazendo elementos arredondados, com boa uniformidade, e a loja de aplicativos é uma das mais completas do mercado. Mesmo gostando muito, o Tizen, da Samsung, ainda se sobressai.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Explico: testando a C825, eu fiquei me questionando o porquê de o Google não disponibilizar uma interface Google TV com layout especial para TVs com a finalidade de não invadir toda a tela. Muitos usuários — incluindo eu — não gostam dessa abordagem, adotada também pela LG, com o webOS, pois você precisa deixar de ver um conteúdo só para mexer numa configuração. Faz sentido num Chromecast, mas não no televisor.  

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A unidade testada veio com Netflix, YouTube, Globoplay, Prime Vídeo, HBO Max, Disney+ e Apple TV. A loja de apps ainda oferece Discovery+, Star+, Paramont+, DirecTV Go, Pluto TV, Telecine, Dizer, Tidal, Spotify, entre outros. Já o TCL Channel cumpre o seu papel de oferecer conteúdos via streaming sem gerar custos ao consumidor. A plataforma conta com filmes, canais ao vivo, além de integração com Globoplay e Prime Video.  

Ter o Google Assistente sempre disponível também conta muitos pontos, ainda mais por ser hands-free. Ela ainda é compatível com Alexa, então você pode aproveitar a assistente para desligar a TV, por favor.

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Outra curiosidade é que a TCL vende a QLED C825 com uma Magic Camera. Trata-se de uma webcam que pode ser conectada à televisão para videochamadas no Google Duo. Outra funcionalidade legal do acessório é o controle por gestos, que permite, por exemplo, avançar, retroceder ou pausar um conteúdo.  

TV QLED TCL C825: vale a pena? 

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Se você planeja trocar de TV e busca um equipamento com ótimas tecnologias para todo o tipo de atividade, a TCL Mini LED C825 é um produto para você ficar de olho e eu não a ignoraria nos comparativos. Falar de disponibilidade no Brasil, no entanto, ainda é um empecilho, tendo em vista que, enquanto este review vai ao ar, não foi possível encontrá-la no varejo. Ela foi apresentada em 2021 e a TCL não informou o motivo disso até a publicação deste review.

TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
TV QLED TCL C825 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A TCL também é resistente ao divulgar os valores na página oficial. Mas, ao Tecnoblog, a empresa informou os seguintes números: R$ 6.300 para a variante de 55 polegadas e R$ 8.600 para a de 65″. Ou seja, são valores próximos aos da Samsung QN90A e da QNED90, da LG, rivais importantes para você considerar antes de clicar no botão de comprar.  

O software Google TV me agrada, mas, na minha avaliação, o Tizez ainda vence. Apesar disso, quem optar pela C825 não deve se arrepender da escolha depois. A qualidade de imagem com o backlight Mini LED é excelente, jogar aqui é uma grande experiência graças ao suporte à taxa de 120 Hz, ao áudio imersivo e ao HDR inteligente. A Magic Camera e a soundbar integrada são outros diferenciais, e atrativos que ajudam a tornar a C825 a compra certa.

Review TV QLED TCL C825

Prós

  • Belo design
  • Qualidade de imagem impecável
  • Soundbar integrada é um diferencial enorme
  • Excelente para o público gamer
  • Completa em conectividade física e sem fio

Contras

  • Software ainda invade toda a tela
Nota Final 9.8
Conectividade
10
Design
10
Imagem
10
Som
10
Tela
10
Usabilidade
9

Relacionados

Relacionados