Ir para o conteúdo.

Início » Software e Apps » Windows 8 pode ter 9 edições diferentes

Atualmente a Microsoft vende seis edições do Windows 7, variando entre a mais básica Starter Edition, até a mais parruda e cheia de funcionalidades, a Ultimate. Com isso é possível dizer que a empresa cobriu boa parte do mercado, oferecendo o sistema em opções variáveis de preço. Mas pelo o que indica o registro do Windows 8 Consumer Preview, liberado essa semana, a Microsoft pode oferecer 9 edições do seu próximo sistema quando ele for lançado.

Essas edições foram descobertas pelo site Windows 8 Beta, que fuçou o registro do sistema depois de instalado.

O registro do Windows 8 revelou mais do que deveria? | Clique para ampliar

No total, ignorando a string chamada Prerelease, são 9 edições: Starter, Home Basic, Home Premium, Professional, Professional Plus, Enterprise Eval, Enterprise, ARM e Ultimate. As adições em relação à versão anterior são o Enterprise Eval, Professional Plus e o ARM, que é possível deduzir para que vai servir.

Se isso for confirmado pela Microsoft, pode indicar que a empresa tem planos de diferenciar ainda mais as edições do Windows separando as funcionalidades entre eles. Tudo bem que o sistema tem bastante a oferecer, mas é o bastante para criar essa tal Professional Plus? Ainda não tenho certeza.

Obviamente, a Microsoft pode mudar isso quando o Windows 8 for oficialmente lançado. Só saberemos no futuro.

Com informações: Engadget.

62 Comentários (Deixe o seu!)

  • São 8: Enterprise Eval é a mesma Enterprise, mas expira em 180 dias.

    • Fato, “eval” é só “evaluation”, versão de testes. Olhando a lista acho que só o “Professional Plus” é novo (o ARM obviamente é uma situação a parte)

    • John

      Falar “Windows 8 pode ter 9 edições diferentes” remete muito à ideia de 9 versões para DESKTOP. Acredito que seja muito errado falar isso, devendo dizer que o sistema possui apenas 7 versões, desconsiderando a Enterprise Eval e as duas Prerelease. Vale lembrar que o Windows 8 para processadores ARM será MUITO limitado, por isso não acho correto afirmá-lo como sendo uma “versão” propriamente dita do sistema.

      Por exemplo, ninguém considera o Windows XP Embbedded como versão do Windows XP, não é mesmo?

  • Gaba
    1912c

    Lá vem as megas versões do Windows. Eu mesmo nunca usei uma versão que nunca fosse o Ultimate, nem na empresa. Para empresas pode ser interessante.

    Acho que poderia capar umas 5 versões dessas, e ficar com umas 3 ou 4 só. Não precisa de tudo isso!

    • @mos_axz
      1069c

      Eu uso no note o 7 Home Premium. E pro meu uso ele não diferencia em nada do ultimate. Tenho um colega que tirou o Home Premium original pra colocar o pirata Ultimate, coisa que até hoje eu não vejo muito sentido em fazer…

      • Bernardo

        Ultimate vem com languages packs disponíveis para instalar no Windows Update, coisa que o HP não possui. É por isso que não largo a mão do Ultimate.

        • Alisson Kalinke
          211c

          Tem várias formas de aplicar esses pacotes em Windows não Ultimate. Já fiz diversas… Voce fica com windows original e traduzido.

        • Scott
          516c

          Quantas linguagens você precisa usar no Windows?

          • John

            Tantas quantas a pessoa desejar para treinar em outros idiomas. Nem todo mundo fala apenas uma língua.

    • @GabrielAquinoCS
      21c

      Eu tbm, forever Ultimate o melhor.

    • Você usa o Ultimate muito provavelmente porque, digamos, não teve que pagar por ele.

      Cada versão tem recursos diferentes e preços diferentes, não é a toa que a MS faz a divisão.

      Pra usuário doméstico é Starter (super básico), Home Basic, Home Premium e Ultimate. São 4, nada de mais.

    • greg

      eu nunca fui achei a menor necessidade em usar o ultimate..
      a unica diferença dele no uso do dia-a-dia é q ele tem um nome “bunitinho” e um monte de recurso q vc n usa..

      • Yangm
        1c

        Que só servem para comer bateria nos portáteis.

    • Kadu
      1917c

      Windows 7 Home Premium ou Professional estão de bom tamanho para mim. Abaixo disto é capado, acima disto é exagerado.

  • Eu quero a minha versão Geladeira Edition…

  • Rá, algumas coisas nunca mudam.

    Duas coisas que eu gostaria de ver no Windows 8 é uma única versão unificada (ou pelo menos, muito menos versões; três no máximo) e um preço máximo de R$ 99,00 para versões desktop.

    Por 99 cascalhos até eu, usuário de ubuntu no notebook, compraria uma licença do windows 8.

    Admito, esses desejos só aconteceriam em sonho, mas seria bem legal se acontecesse de verdade.

    • @mos_axz
      1069c

      Realmente, bastavam dessas nove ai uma Starter, Home e Enterprise, além da ARM…

      • Gaba
        1912c

        E a ultimate, que vem com joguinhos como o Xadrez 3D, que é bem legal :D

        • @mos_axz
          1069c

          O meu home premium 7 veio com Xadrez também. Assim como alguns joguinhos diferentes…

        • Kadu
          1917c

          O Professional também vem com joguinhos, mas não instalados por padrão. Precisa instalar pelo Menu Iniciar, mas não precisa de DVD nem nada, só clicar e pronto =)

    • Gabriel
      923c

      A ideia é que você compre um notebook novo mesmo, por isso a Microsoft não se interessa em vender Windows na caixa barato. Windows OEM é barato, acresce um valor mínimo no preço final do produto.

    • Tweener_
      371c

      Hoje em dia você compra Windows 7 Ultimate por menos de R$150,00. Porém é só o Serial (OEM), sem caixa, manual e essas tretas todas que você nunca usa.

  • Ah! é assim desde o XP e eu ainda não sei o que muda da versão mais chulé pra mais fodona.

    • Kadu
      1917c

      A versão mais chulé (Starter) não deixa nem você abrir mais que três programas (pelo menos o Vista Starter era assim). :)

      • André Pessoa
        24c

        O Windows 7 Starter não tem essa limitação.

  • Exatamente, é como disse o @leoberto, e corrigindo na verdade são só 7, as PRE-RELEASES não contam e nem a EVAL da enterprise ok? =D

  • Scott
    516c

    Dá pra ver isso de uma forma diferente também. Como o sistema não está finalizado, a Microsoft acabou mantendo as SKUs do Windows 7 (mas serão removidas no futuro), e adicionou as quatro do Windows 8: “Prerelease” (futura versão padrão pra uso doméstico), “EnterpriseEval” (versão Enterprise) e “Professional Plus” (versão Professional) e “PrereleaseARM” (Windows on ARM).

  • Rodrigo Soncin
    423c

    Podiam pelo menos se livrar da Starter Edition e Home Basic. Sempre achei estas versões desperdício de dinheiro. Elas são tão capadas que vale mais apena por Linux. Windows só começa a valer apena a partir do Home Premium, que pode não ter todas as opções avançadas mas pelo menos não limita o básico.

  • @cobalto
    480c

    Considerando que o Eval é de avaliação e não uma “versão” de uso e o ARM se auto-explica, só não entendi pra que essa professional-plus.

    Acho que só:
    Starter (porque eles nao iam se desfazer dela)
    Basic
    Professional
    Ultimate

    Já tava mais que bom, viu.

    • @mos_axz
      1069c

      A basic seria o equivalente ao home premium…

      • @mos_axz
        1069c

        era pra ser uma pergunta. DROGA!

      • @cobalto
        480c

        Escrevi “Home” e escrevi “Basic”.
        Mas é bem por aí.

        Uma Home para “casas”, com usuarios ~normais~ com uso ~normal~ que não fosse algo mais “profissional” e uma Starter que seria a “basica” pra dizer que tem um SO no PC.

  • Carlos de Sá

    Por mim colocariam uma versão só. Aí você compraria os extras a parte.

  • allanatorio

    No final todos nós só usamos uma versão…

  • Matheus

    Engraçado é os caras falando ULTIMATE > resto, e isso e aquilo… sendo que pra usuário NORMAL, o próprio HOME PREMIUM não muda NADA… mas como a maioria ai não compra original, ai vem com essas BOBAGENS

    • @mos_axz
      1069c

      Do home premium pro starter e basic tem muita diferença. Pra configs de redes, modificações de registro e coisas que pessoas mais curiosas usam. Pro ultimate não tem diferenças de coisas importantes pro usuario domestico mesmo não.

      • Matheus

        Claro, eu disse a partir do HP, em comparação com o ultimate… home basic não tem aero etc, e starter é as versões pré instaladas, não?

    • @maxikd
      1c

      também acho, tanto que uso Home Premium aqui sem problemas.

  • M$ e mais um caso de DESCASO com seu usuário que paga caro por seus produtos.. e tem gente que ainda insistem em pagar…

    Por isso que QUALQUER distro linux é INFINITAMENTE superior a QUALQUER windows… (tirando, claro, para Games)…

    • Gabriel

      Aham…

    • Eles tem que dar o produto de graça então?
      E comprar um produto GRATUITO com PAGO é meio sem noção, não é?

      “Por isso que QUALQUER distro linux é INFINITAMENTE superior a QUALQUER windows… (tirando, claro, para Games)…”

      …Tirando games, edição de video, edição de imagem, edição de som, 3D, desenvolvimento de software, desenvolvimento de games, número de aplicativos e etc, ou seja, toda a industria entretenimento.

      Para o usuário doméstico, a versão não importa (pelo menos a maioria aqui vai usar um produto pirata).
      Para empresas, a versão é necessária, já que cada uma está ligada a um uso especifico.

  • Rodrigo Cardoso

    E eu achando q eles iam simplificar as coisas… ¬¬

    • Kadu
      1917c

      Se nem no Windows 7 que tinha o slogan “Incrivelmente simples” eles se deram ao trabalho :D :D :D

  • Roberto Goes
    14c

    Pra mim a versão profissional do win 7 já faz tudo , nem precisa de ultimate … apesar que é até mais leve

  • @maxikd
    1c

    mais útil se tivessem 3~4: Basic, Professional e Ultimate, e a ARM.
    tava bem dividido já.

  • Tweener_
    371c

    Eu suspeitava disso, iria até criar um tópico no fórum para saber o opinião da galera, olha no que eu pensei: O Windows é “classifica” como um software que pode ser usado por pessoas leigas ou pessoas que tem um conhecimento muito avançado, pois é muito simples, a mudança do Windows XP para o 7 foi tecnicamente muito simples, bastou se adaptar a algumas mudanças de visual e funcionalidade, e quando vimos o Windows 8, mudou completamente, tudo, o “Start” mudou muito, a localização das coisas, programas, agora com um Loja, sincronização com twitter e várias outras coisas que nunca vimos no windows, e pensei no seguinte: Será que minha mãe, ou meu pai, que atualmente usam Windows 7, cada um em seu Notebook, vão se adaptar a esse novo Windows como fizeram com o 7? E a resposta lógico foi NÃO, pessoas que são mais leigas não irão conseguir se adaptar facilmente a tantas mudanças, não que meu pai ou minha mãe sejam “burros” pelo contrários, meu pai é Professor da área de Ciências Exatas, mais eu digo no sentido de que mudanças drásticas como foi feita no Windows acaba tirando a identidade do software (assim como fizeram com as logos) e também acaba despopularizando o sistema. Eu não consigo ver o Windows 8 com o mesmo número de usuários que o Windows 7 tem no momento, apenas alguns anos depois de seu lançamento. Ao meu ver, tais versões, vão variar entre o visual Metro e o visual “padrão” do Windows, que é utilizado hoje em dia. Sei que existe a possibilidade de ir para o Desktop no windows 8, porém pelo pouco tempo que usei, isso só era possível em certos programas, mas o padrão eram as tiles (era esse o nome mesmo?).

    • Gabriel
      923c

      Concorda que esse é um problema insolúvel? Se você tiver uma massa absurda de usuários, a mudança drástica nunca será bem vista pela comodidade dos usuários, problema que é bem maior entre os leigos.

      A Microsoft está fazendo o que os geeks pediram, agora vamos ver o quanto isso atrapalha sua estabilidade com as pessoas comuns e empresas.

      • Tweener_
        371c

        Ai que entra o ponto das versões, eu acho, a Starter deve manter o padrão Desktop do Windows, e as demais já com o Metro. Por que não é comodo a MS fazer um sistema que não vai chegar ou ser adotado pela maioria dos seus usuários.

        • Gabriel
          923c

          Faz sentido ir mais devagar nas versões mais simples, para impactar menos, mas acho que a Microsoft está esperando o efeito iPhone nesse Windows 8.

          Digo que as pessoas simplesmente gostaram daquela abordagem, primeira vez que brinquei com o iPod gerava curiosidade aquele tipo de coisa. Parece que o pessoal que testou o nov Windows teve a sensação, eu tive quando mexi no Windows Phone 7 pelo menos…

          • @mos_axz
            1069c

            Windows Phone 7 é muito intuitivo pra quem nunca usou um smartphone. Eu demorei uns dias pra me adaptar nele(usava android) e meu irmão também(ele usa iOS). Entretanto quando meu padastro(que nem gosta de tecnologia) testou estava usando e achando as coisas nele com facilidade…

    • Paulo
      138c

      Concordo que vai levar um tempo para a adaptação.

      Mas por tudo o que eu vi, o plano da microsoft é integrar dispositivos touch screen, tablets, windows phone e desktops. Fazendo todos serem bem parecidos… e eles economizando em desenvolver varias versões pra varios dispositivos.

      Como no mundo de hoje tablets são o futuro, assim como notebook tomou frente aos desktops, vejo como muito coerente essa abordagem da Microsoft.

      Sobre a adaptação, penso que vai ser igual ao Windows 7.

      Muita gente não saia do Windows XP, porque não se “adaptava ao Windows 7″.
      Quando resolveram usar e tentar, o segredo é esse… tentar, se deram muito bem com o sistema.
      Mas levou anos para o Windows 7 se popularizar.

      Vai ser igual no Windows 8. Quando chegar a hora, todos vão se acostumar. Como tudo na vida, a gente sempre se adapta.

  • Uso o 7 Home Premium, quando lançar o 8 acho que vou comprar o Home Premiu também, uso o 7 a um tempão e nuca tive grandes problemas (problemas eu tive, é impossível usar Windows e não ter problemas, mas foram bugs pequenos) e ele opera muito bem no meu computador domestico!

  • Fer
    537c

    AFFZ, achei que a Microsoft estava tomando jeito… Mas não, vem dois banhos de água fria: Interface Desktop em Tablets e ao invés de simplificar o Windows em 3 versões, passam a ser 7 (como foi dito nos comentários, Eval é o Enterprice de testes e ARM não conta)!

  • Raph4
    759c

    Como já disseram, tirando a Professional Plus, nada novo.

    Contar a edição ARM como uma nova é o mesmo que contar x64 e x86 como duas distribuições, ou seja, seriam pelo menos 12 + ARM.
    Faltou uma análise antes da redação do texto. Ficou meio “sensacionalistoso” e pouco noticioso.

  • acredito que o prerelease seja uma edição beta antes do lançamento, e não será oficial :S

  • Esqueceram de colocar a Pirated Edition que será a mais vendida

  • A Microsoft está fazendo ótimo trabalho trazendo mais edições pra nos poder gastar…

  • oxe, eu ouvi dizer que o W8 ia ter a vantagem da versão única e etc. cadê??

    • Pois é – decepção.

  • A quantidade de versões não é um problema. Mas a pouca flexibilidade em relação a interface apresentada na Consumer Preview me preocupou.

    Eu acho a interface Metro algo ridículo pra se usar em Desktops. É “tablet demais” pra ser usual. Sinceramente? Pareceu que pegaram o Android-x86 e botaram compatibilidade com apps Windows. O que parece um erro primário. O Windows é usado por milhões, talvez bilhões de pessoas, por ter uma interface relativamente parecida há pelo quase 20 anos. E ninguém clama por mudanças nela.

    Eu tive que colocar o ViStart no meu Win8 Consumer Preview pra não abandoná-lo. Quebrou o layout da barra de tarefas, mas pelo menos eu tenho um acesso minimamente útil às apps, e menos gay do que a Metro.

  • Cassio Luis Riboli
    1c

    a versão professional plus é a versão com media center
    a versão completa do Windows sempre foi o enterprise pois é uma versão do ultimate mas não tem media center só apartir do Windows 7 enterprise que passou a ter

  • Anonymous

    Pô cara, eu não entendo muito bem esse trem doido de "languages" e não "languages", porque não ir no site da micro soft e baixar uma atualização para obter "languages packs", pois lá possui essa atualização e é gratis pronto disse, tanto barulho pra nada. Vamos guardar as nossas forças para algo mais produtivo.

Deixar comentário:

Leia | Política de Comentários.