Em menos de um mês, as operadoras chegam no limite estabelecido pela Anatel para instalar as redes 4G nas cidades-sede da Copa das Confederações. O cronograma diz que até o dia 30 de abril as cidades do Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Salvador e Fortaleza precisam ter a devida infraestrutura de suporte ao 4G e planos comerciais disponíveis para venda.

Para saber como andam as instalações e os planos de 4G, entrei em contato com todas as grandes operadoras do Brasil. A resposta de cada uma delas você confere logo abaixo.

Claro

Modem 4G em teste na cidade de Campos do Jordão

Modem 4G em teste na cidade de Campos do Jordão

De longe, a que parece estar mais avançada é a Claro. Para a infraestrutura de 4G, a operadora anunciou há alguns meses um acordo com a Vivo para compartilhamento de antenas. Foi ela também que inaugurou a primeira rede comercial 4G em Recife, no final do ano passado, além de fazer testes nas cidades de Campus do Jordão, Paraty e Búzios. Hoje, já existem planos 4G disponíveis em Curitiba e Porto Alegre.

A operadora também disse ao Tecnoblog que a infraestrutura de cabos para dar suporte às antenas de 4G e 3G será ampliada ao longo dos meses. A Claro planeja lançar um novo cabo submarino ligando as cidades de Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza à America Central e terminando em Miami. O cabo vai ter capacidade para 500 gigabits por segundo e sua extensão total será de 17.500 km, com o investimento total de quase R$ 1 bilhão.

Vivo

Galaxy S III com 4G funcionando na Vivo

Galaxy S III com 4G da Vivo na Futurecom 2012

Apesar de ter feito um acordo de compartilhar antenas com a Claro, a Vivo ainda não tem nenhuma operação comercial de 4G em cidade alguma até o momento de publicação desse post. Quando questionada, a operadora disse ao Tecnoblog que “o serviço será ativado no dia 30 de abril nas seis cidades-sede da Copa das Confederações”. A Vivo não quis revelar as opções de planos que estarão disponíveis, se limitando a dizer que terão modem, smartphones e tablets com a tecnologia.

Leia mais | Testamos o 4G da Vivo no Campus Party 2013.

Em um site criado para divulgar informações sobre sua rede 4G, que a Vivo chama por algum motivo de 4G Plus, a operadora também divulga quais as próximas cidades a receberem cobertura e as estimativas de datas. Segundo o cronograma, as capitais São Paulo, Manaus, Vitória e outras (incluindo as cidade-sede da Copa do Mundo) devem receber cobertura 4G da Vivo até dezembro desse ano.

Oi

oi-4g-teste

Teste de 4G da Oi durante a Futurecom 2012.

Seguindo os passos das duas maiores operadoras brasileiras, a Oi também fez uma parceria com uma concorrente para compartilharem a infraestrutura que vai espalhar o 4G pelo Brasil. No caso da Oi, a parceria foi feita com a TIM. Quando questionada pelo Tecnoblog sobre a infraestrutura, a operadora disse que “as antenas necessárias […] estão em processo de instalação” nas cidades da Copa das Confederações.

Sobre as datas de disponibilização da rede, a Oi se limitou a dizer que “cumprirá o prazo estabelecido pela Anatel” e que vai disponibilizar planos de 4G também no dia 30 de abril. A operadora disse ainda que, ao lançar os planos, as cidades contarão com ao menos 50% de cobertura da rede 4G, como manda o figurino.

TIM

Sobre o compartilhamento das redes, a TIM deu mais detalhes do que a Oi. Segundo a empresa, a instalação da infraestrutura de 4G compartilhada pelas duas operadoras em Recife ficará por conta da TIM. Já a Oi, será responsável por instalar as antenas e demais equipamentos nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza e Salvador. A divisão parece pouco justa, mas a Oi já conta com uma infraestrutura bem ampla pelo menos nas capitais mineira e carioca.

Até o final do ano, prazo em que as cidade-sede da Copa do Mundo precisam ter pelo menos 50% de cobertura 4G, a balança fica mais dividida. A TIM será a responsável pela infraestrutura nas cidades de São Paulo, Natal e Curitiba e a Oi fica responsável pelas cidades de Manaus, Porto Alegre e Cuiabá. A operadora também garantiu que cumprirá os prazos estabelecidos pela agência.

FIFA teme apagão

Apesar das garantias dadas pelas operadoras, a FIFA está temerosa. Em entrevista ao Estadão, Walter de Gregorio, diretor de comunicação da FIFA, disse que pelo menos 4 mil jornalistas estarão presentes durante o evento e eles precisam de uma conexão rápida para transmitirem informações sobre o evento em tempo real. Essa grande quantidade de pessoas pode causar um apagão na rede, algo que o diretor diz que resultaria em um problema de grande repercussão para a FIFA. O diretor diz que “não posso imaginar um cenário em que os jornalistas não possam transmitir suas reportagens, é impensável um black-out desse tipo”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

jonasjolls
Cara, acho que se reclamassem ligando na ANATEL seria bem mais produtivo, se estão achando ruim o serviço ( o que é obvio), liguem e registrem uma reclamação! 1331 Se ninguém reclamar nunca vai mudar...
Alex Santana
Deixa a desejar a que para mim a maior operadora que é a vivo,o 3g só dar dor de cabeça ao inves de pensar em 4g,era melhor pensar em melhorar a velocidade no 3g que recebo apenas incriveis 10% do pacote contratado,de 6 as 9 da manha chega a 500kbps ao longo do dia a internet cai para 20,30 kbps um absurdo...
Fernanda C. Zenker
Eleições existem a cada 2 anos, se ainda são os mesmos que estão lá, vote corretamente.
Jobson Bronson
De que adianta um aumento de 4 vezes na velocidade de download se as operadoras querem vender o serviço com os mesmos planos de franquias ridículos praticados para o 3G? O sujeito tá lá acessando a velocidade de 10 Mb, daí em 15 segundos de maravilhamento com a velocidade, a franquia já foi excedida e o cara volta a acessar a velocidade de conexão discada, 150 Kbps! Será que ninguém ainda atentou para essa questão?
Rezembrim
Natal nas mãos da TIM :(
portela.thiago
Acho que deveriam voltar com a idéia da TIVICO, pelo menos em relação à infraestrutura. hahahahahahahahahahahahaahahahaha.... pelo menos seria uma rede 4g só q iria dar pau, a única do país... kkkkkkkkkkk Só rindo mesmo pra não chorar...
Lucas Galvão
Isso é o que as operadoras americanas estão fazendo. Faz muito tempo que pararam de instalar antenas e foram pras redes wifis. Há, inclusive, alguns roteadores que distribuem DOIS sinais, um pra pessoa em casa e outro "aberto" pra rua. Já pensou se substituíssimos os que temos fazendo isso? :P
Geovane Da Silva Coelho
O Brasil vai ter uma rede 4G em que os aparelhos importados não vão funcionar, então, qual o plano B da FIFA, que tal disponibilizar rede WIFI em todo os estádios.
YanGM
if estrangeiro { network='4G'; } else { foda-se(); }
Bruno Rodrigues
o 3G aqui é inexistente,funcional mau,é caro imagina o 4G então
goo_dsd
Esse sim é o melhor comentário ² [2]
YanGM
4G com velocidades de 3G pra quê?
YanGM
Três vivas para o Google Fiber que ainda engatinha nos EUA!
goo_dsd
4G? E eu ainda tendo raiva do 3G pois tenho um plano da vivo inicialmente era por 119,90R$ cerca de 28 tomates. Porém uma franquia de 4Gb vai embora em 1 dia de uso e sou obrigado a navegar o restante do mês a 128 Kbp/s. Espero que tenha um apagão pro cara da FIFA passar uma vergonha internacional na anatel para ver se o governo faz algo. Pois as operadoras querem que todos se fodam pois a concessão de uso das redes GSM no Brasil delas esta quase acabando e poderá voltar para as mão da antiga Telebrás Celular.
cesar™
Quando há um evento de grande repercussão no Brasil o quê as autoridades fazem? Dão sumiço com todos o moradores de rua pra manter as aparências pra quem vem do exterior. Advinha o que eles vão fazer com os usuários de internet móvel (nós, os mendigos) daqui? Vão recolher todos e jogar no EDGE (albergue) até a Copa acabar.
Exibir mais comentários