Início » Negócios » WhatsApp nega rumor de que estaria sendo vendido para o Google

WhatsApp nega rumor de que estaria sendo vendido para o Google

Por
5 anos e meio atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Em nota ao AllThingsD, um executivo do WhatsApp prontamente desmentiu o rumor de que estaria em negociações para ser comprado pelo Google: aparentemente, tudo não passava de um boato. Os usuários do popular aplicativo de mensagens multiplataforma já podem respirar aliviados. Pelo menos por enquanto.

O boato teve origem no Digital Trends, site bastante acessado, mas que ainda não tem bom histórico de rumores. A notícia afirmava que o negócio com o Google poderia custar 1 bilhão de dólares. Isso preocupou muitos usuários: o Google tem um retrospecto bem consistente de comprar startups para forçar a migração para suas plataformas próprias e, em seguida, descontinuar o serviço comprado.

Neeraj Arora, chefe de negócios do WhatsApp, negou que está mantendo conversações sobre venda para o Google. O WhatsApp também havia negado outro rumor de compra: em dezembro de 2012, o TechCrunch afirmou que o Facebook também estava interessado no aplicativo – mas até agora nada de concreto aconteceu.

Que o WhatsApp está sendo cortejado por estas empresas, não há dúvidas de que sim mas, por ora, não há sinais de que algo real esteja acontecendo. O WhatsApp atualmente está em segundo lugar entre as apps pagas para iOS, onde custa US$ 0,99, e o Google estima que já tenha sido baixado por, no mínimo, 100 milhões de usuários na Play Store. Resta esperar que seu destino seja o que cause menos danos ao serviço.

Mais sobre: ,