Início » Internet » Netflix planeja substituir Silverlight por HTML5

Netflix planeja substituir Silverlight por HTML5

Por
6 anos e meio atrás

O Netflix publicou um post no blog oficial explicando como pretende adotar o HTML5 para fazer streaming de vídeos sem nenhum plugin. Atualmente, o serviço usa o Silverlight, uma tecnologia da Microsoft que não possui suporte para alguns navegadores e está sendo usado em pouquíssimos sites, fazendo com que o usuário muito provavelmente tenha que instalar o plugin só para usar o Netflix.

Há plugins alternativos que fazem streaming de vídeo, como o popular Flash, e também é possível usar o HTML5 há um bom tempo, pelo menos como alternativa – as versões mais recentes dos principais navegadores já suportam a funcionalidade. O caso do Netflix é mais complicado porque os vídeos precisam ser protegidos contra cópia, algo que aparentemente só o Silverlight e os aplicativos próprios do Netflix são capazes de fazer hoje.

Netflix no Ubuntu graças a PPA não oficial

Mas já existem algumas extensões para HTML5 em desenvolvimento que permitirão o streaming de “vídeo premium” em breve. Elas possuem três funções: streaming com suporte a JavaScript, que permitirá a escolha do melhor servidor e bitrate de acordo com a conexão do usuário (Media Source Extensions); proteção de conteúdo por DRM (Encrypted Media Extensions); e criptografia para garantir que apenas assinantes tenham acesso ao vídeo (WebCrypto).

O novo player em HTML5 do Netflix está sendo testado no notebook da Samsung com Chrome OS, que já possui dois dos três recursos citados acima. O WebCrypto ainda não é suportado pelo Chrome, então o Netflix está usando um plugin proprietário para fazer a criptografia do conteúdo.

O Netflix promete que, assim que o Chrome suportar todos os recursos, começará a testar o novo player no Windows e OS X. E, claro, pode ser que em breve os usuários do pinguim finalmente possam assistir aos filmes e séries sem gambiarras – isso só depende dos desenvolvedores de navegadores.