Início » Aplicativos e Software » Mozilla lança projeto de geolocalização que se baseia em redes Wi-Fi públicas

Mozilla lança projeto de geolocalização que se baseia em redes Wi-Fi públicas

Emerson Alecrim Por
6 anos atrás

Das várias ideias que a Mozilla tem apresentado nos últimos meses, esta talvez seja a mais ousada: a companhia começou a testar nesta semana o Mozilla Location Service, um projeto de geolocalização que se diferencia por se basear nas posições de redes Wi-Fi públicas e antenas de telefonia móvel.

E por que não apostar em GPS, tal como já o fazem os principais serviços do tipo? A Mozilla explica que o objetivo é justamente disponibilizar uma alternativa de geolocalização para dispositivos que não possuem este recurso, como é típico dos celulares de baixo custo ou de laptops.

A ideia pode ocasionar alguma inquietação porque iniciativas baseadas em geolocalização não raramente entram em conflito com ideais de privacidade. Ciente disso, a Mozilla esclareceu logo no início que não fará nada sem o devido conhecimento do usuário e que não pretende obter qualquer receita sobre os dados obtidos.

mozilla_maps

Não poderia ser diferente, uma vez que o sucesso do Mozilla Location Service dependerá da colaboração de voluntários. Por meio do aplicativo MozStumber, estas pessoas poderão indicar ao projeto a localização geográfica de redes Wi-Fi públicas que estiverem nas suas proximidades.

O app também é capaz de estimar a posição das antenas de telefonia celular que estão sendo utilizadas no momento, como já informado. Todas estas informações são compiladas para criar uma espécie de "mapa" global. Desta forma, qualquer dispositivo que acessar uma das redes identificadas poderá obter a sua geolocalização aproximada.

A Mozilla não deixou claro quais os motivos de seu interesse pelo assunto, mas não é difícil presumi-los: seu navegador está presente em laptops, smartphones e tablets, sem contar os aparelhos que rodam o Firefox OS; se com um mecanismo próprio de geolocalização for possível oferecer recursos mais interessantes, seus softwares terão então um novo diferencial.

O MozStumber está disponível somente para Android, mas, como não se trata de uma versão final (a iniciativa está apenas nos seus primeiro passos), ainda não foi disponibilizado no Google Play. Para instalá-lo, é necessário baixar e executar seu arquivo APK, além de habilitar a opção "Fontes Desconhecidas" (ou equivalente) nas configurações de segurança do aparelho para o procedimento ser concluído.