Início » Celular » Apple confirma que reduz desempenho de iPhones com baterias mais velhas

Apple confirma que reduz desempenho de iPhones com baterias mais velhas

Paulo Higa Por

Donos de iPhones notaram que seus aparelhos estavam ficando mais lentos com o passar do tempo, mas voltavam ao desempenho máximo quando a bateria era trocada. Nesta quarta-feira (20), a Apple confirmou que reduz intencionalmente a velocidade do processador para aumentar a vida útil dos produtos.

O assunto chamou a atenção do Reddit na semana passada: um usuário mostrava que a pontuação do iPhone 6s no benchmark sintético Geekbench quase dobrava quando a bateria (com 20% de desgaste) era substituída por uma nova. Depois, com base em testes de outros usuários, a empresa responsável pelo aplicativo confirmou que a redução da velocidade era um caso generalizado, não isolado.

A teoria era de que a Apple havia desenvolvido um recurso para limitar o desempenho conforme a bateria se desgastava, evitando que o aparelho desligasse sozinho, um problema famoso do iPhone 6s. Uma bateria mais antiga fornece uma tensão menor, que nem sempre é suficiente para energizar um processador trabalhando no máximo, por isso, a solução teria sido limitar o consumo (e a performance) do chip.

Ao The Verge, a Apple confirma a teoria:

“Nosso objetivo é oferecer a melhor experiência para os consumidores, o que inclui o desempenho geral e o prolongamento da vida útil de seus dispositivos. As baterias de íons de lítio tornam-se menos capazes de atender às demandas de pico de corrente em ambientes frios, com carga baixa ou à medida que envelhecem ao longo do tempo, o que pode resultar no desligamento inesperado do dispositivo para proteger seus componentes eletrônicos.

No ano passado, lançamos um recurso para o iPhone 6, iPhone 6s e iPhone SE para suavizar os picos instantâneos [de consumo] somente quando necessário para evitar que o dispositivo se desligue inesperadamente nessas condições. Agora estendemos a funcionalidade para o iPhone 7 com o iOS 11.2 e planejamos adicionar suporte para outros produtos no futuro”.

O recurso faz algum sentido (é melhor um iPhone mais lento que um iPhone desligado), mas fica a dúvida se a Apple não poderia ter sido mais transparente, divulgando claramente que isso existia. A lentidão faz os usuários perguntarem se eles deveriam comprar um iPhone novo (e não uma bateria nova) quando o aparelho estiver mais lento. Imagine quantos smartphones foram trocados desnecessariamente?

Sem contar que isso significa que os iPhones começam a ficar mais lentos depois de apenas um ano de uso, como já está acontecendo com os iPhones 7. E isso é muito cedo. Felizmente, no iOS 11.3, a Apple deu uma opção para desativar a redução de velocidade.

Tecnocast 075 – Antiobsolescência programada

No mundo da tecnologia nós sempre ouvimos falar da obsolescência programada, aquela tese de que as empresas deixam os produtos antigos mais lentos a cada atualização de sistema operacional para te obrigar a comprar um novinho em folha.

Mas olhando o copo meio cheio, algumas categorias de produtos ainda conseguem durar, basicamente, até o dia em que efetivamente param de funcionar. E isso entregando uma performance igual ou muito similar ao dia da compra. Neste programa conversamos sobre os gadgets que não atualizamos com tanta frequência. Dá o play e vem com a gente!