TB Responde Celular

O que é o formato ProRes em vídeos do iPhone?

Formato ProRes oferece mais qualidade a vídeos gravados com a solução; codec está disponível para filmagens no iPhone 13 Pro

Bruno Gall De Blasi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

ProRes é um dos recursos do iPhone 13 Pro que mais chamam a atenção. Com a solução, os usuários podem gravar vídeos com imagens menos comprimidas, o que oferece mais liberdade e qualidade na hora da edição. Descubra, a seguir, o que é o formato ProRes em filmagens feitas pelo celular da Apple.

iPhone 13 Pro permite gravar vídeos com o formato ProRes (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)
iPhone 13 Pro permite gravar vídeos com o formato ProRes (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

Criado em 2007, o ProRes oferece um “desempenho de edição multistream e em tempo real”. Toda essa sopa de letrinhas da Apple serve para dizer que é possível fazer edições de vídeos com qualidade profissional e sem muitos percalços. Além disso, o codec oferece suporte a qualquer resolução, incluindo 4K.

O formato garante mais flexibilidade ao editar vídeos. Segundo a Apple, os quadros são tratados sem relação a outros frames. Isto acontece porque há menos compressão nas imagens, algo similar ao que acontece com as fotos em RAW.

Quais são os formatos ProRes da Apple?

A Apple possui uma vasta lista de formatos ProRes: Apple ProRes 4444Apple ProRes 422 e suas variantes. Confira as diferenças entre cada opção a seguir, com base em um documento da companhia:

FormatoQualidadeChroma SamplingTaxa de dados*
ProRes 4444 XQ“A versão de alta qualidade do ProRes para fontes de imagem 4:4:4:4 (incluindo canais alfa), com uma taxa de dados muito alta para preservar os detalhes em imagens de alta faixa dinâmica geradas pelos sensores de imagem digital de alta qualidade atuais.”4:4:4500 Mb/s
ProRes 4444“Uma versão de qualidade extremamente alta do ProRes para fontes de imagem 4:4:4:4 (incluindo canais alfa).”4:4:4330 Mb/s
ProRes 422 HQ“Uma versão com taxa de dados mais alta do Apple ProRes 422 que preserva a qualidade visual no mesmo nível alto do Apple ProRes 4444, mas para fontes de imagem 4:2:2.”4:2:2220 Mb/s
ProRes 422“Um codec compactado de alta qualidade que oferece quase todos os benefícios do Apple ProRes 422 HQ, mas com 66% da taxa de dados para um desempenho de edição multistream em tempo real ainda melhor.”4:2:2147 Mb/s
ProRes 422 LT“Um codec mais altamente compactado do que Apple ProRes 422, com aproximadamente 70% da taxa de dados e tamanhos de arquivo 30% menores. Este codec é perfeito para ambientes onde a capacidade de armazenamento e a taxa de dados são premium.”4:2:2102 Mb/s
ProRes 422 Proxy“Um codec ainda mais altamente compactado do que o Apple ProRes 422 LT, destinado ao uso em fluxos de trabalho offline que exigem baixas taxas de dados, mas vídeo com resolução total.”4:2:245 Mb/s

*em 1920 x 1080 pixels e 29,97 fps

iPhones compatíveis com vídeo ProRes

Por ora, apenas o iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro são compatíveis com a gravação de vídeos em ProRes.

Segundo a Apple, para habilitar o formato, é preciso acessar os ajustes de câmera nas configurações do iOS. Em seguida, é só acessar a página “Formatos” e ativar a opção “Apple ProRes”.

Após a ativação, o usuário só precisa abrir o app de câmera, selecionar a opção de filmagem e tocar em “ProRes”. O vídeo poderá ser gravado imediatamente com o novo formato.

A Apple, por outro lado, traz uma advertência: “você não pode usar ProRes com modo Cinema, câmera lenta ou vídeo em time-lapse”. 

Usuários precisam ativar o ProRes para usá-lo no iPhone 13 Pro (Imagem: Reprodução/Apple)
Usuários precisam ativar o ProRes para usá-lo no iPhone 13 Pro (Imagem: Reprodução/Apple)

Ok, mas onde eu posso reproduzir e editar esses arquivos?

Mas isto não significa que o ProRes só pode ser exibido ou manuseado no iPhone 13.

Segundo a Apple, estes dispositivos são compatíveis com a reprodução e edição do formato:

  • Mac: computadores com Mac OS X 10.6 e posterior;
  • iPad Pro: de 12,9 polegadas (a partir da 3ª geração) e de 11 polegadas;
  • iPad Air: a partir da quinta geração;
  • iPad Mini: a partir da sexta geração;
  • iPhone: toda a linha iPhone 13.

Já os arquivos podem ser editados no app Fotos, iMovie, Final Cut Pro e outros aplicativos compatíveis com o formato.

O que muda do ProRes para o H.264 e H.265?

Mas como o formato da Apple se diferencia do H.264 e H.265? Bem, a disparidade está justamente no propósito, pois o H.264 e o H.265 visam facilitar o compartilhamento. Ou seja, você até pode perder em qualidade, mas ganha em compatibilidade, pois o H.264 é um dos codecs mais usados do mundo.

ProRes oferece menos compressão e mais desempenho ao editar os vídeos. Ou seja, você consegue manuseá-los com mais agilidade e sem perda de qualidade. Os arquivos, por outro lado, ocupam mais espaço. 

Mas, afinal, eu preciso do Apple ProRes? (Imagem: Divulgação/Apple)
Mas, afinal, eu preciso do Apple ProRes? (Imagem: Divulgação/Apple)

Prós e contras: eu preciso do ProRes?

O formato confere imagens com menos perdas. Se você está filmando para o seu trabalho, faculdade ou apenas quer gravar algo sem compressões, o ProRes pode ser o seu maior aliado. Afinal, você terá muito mais flexibilidade ao editar os vídeos.

O problema é que gravar vídeos com o codec ocupa muito espaço. Não à toa, a Apple exige um iPhone 13 Pro com 256 GB ou mais para fazer capturas em 4K usando o formato. Ou seja, se o smartphone tem 128 GB, as filmagens serão em Full HD. 

A Apple até alerta sobre este aspecto nas configurações do iOS: “um minuto de ProRes HDR de 10 bits ocupa aproximadamente 1,7 GB em HD e 6 GB em 4K”.

O ProRes é legal? Sim, demais. Mas você não precisa ativá-lo toda vez que vai registrar a sonequinha do seu gato, por exemplo. 

Com informações: Apple (12 e 3) e Cnet

Esse conteúdo foi útil?

Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque