Início » Negócios » Uber teve prejuízo de US$ 4,5 bilhões em 2017

Uber teve prejuízo de US$ 4,5 bilhões em 2017

Como eles perdem tanto dinheiro? Há alguns motivos

Felipe Ventura Por

O ano de 2017 foi bem turbulento para o Uber. A empresa demitiu diversos executivos, trocou de CEO, revelou um enorme vazamento de dados, e ainda se envolveu em uma disputa judicial com a dona do Google.

O Uber divulgou seu resultado financeiro para 2017. O prejuízo líquido foi de US$ 4,5 bilhões, um valor com poucos precedentes na história, segundo a Bloomberg.

A empresa prefere usar outro número para medir suas perdas: US$ 2,2 bilhões. Isso exclui despesas que ocorrem só uma vez, como penalidades jurídicas — incluindo os US$ 245 milhões para encerrar a disputa judicial com a Waymo. O “EBIT ajustado” também não considera juros, impostos e remuneração baseada em ações.

Ainda assim, o prejuízo é enorme. Se o Uber não paga pelos carros, nem pelo combustível e manutenção, como eles perdem tanto dinheiro?

Há alguns motivos. Em primeiro lugar, desenvolver uma infraestrutura global custa caro. Isso inclui o software para combinar motoristas e passageiros, e os servidores para manter tudo funcionando.

Além disso, o Uber precisa estimular motoristas a entrar no serviço. Isso envolve pagar bônus que, segundo a Reuters, chegaram a ultrapassar US$ 1.000 nos EUA.

Para conquistar espaço, o Uber precisa gastar dinheiro, e nem sempre consegue aumentar tarifas para compensar isso. A empresa tem concorrentes fortes ao redor do mundo, como o Lyft nos EUA e o Grab no Sudeste Asiático — são dois mercados em que “não seremos lucrativos tão cedo”, diz o CEO Dara Khosrowshahi.

E, claro, o Uber está investindo forte em carros autônomos — o que também custa caro. A ideia é que eles substituirão os motoristas no futuro; assim, a empresa poderá reter 100% do valor da viagem. Atualmente, isso gira em torno de 20%.

Por isso, os investidores veem esses prejuízos gigantes como algo temporário, e se concentram no aumento da receita. Passageiros gastaram US$ 37 bilhões em corridas em 2017, quase o dobro em relação ao ano anterior. Desse valor, o Uber ficou com US$ 7,5 bilhões; o restante foi para os motoristas.

No ano passado, o grupo japonês SoftBank liderou um investimento de US$ 10 bilhões no Uber, e comprou uma participação de 20% na empresa.

Com informações: Bloomberg.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mestre Joselito

Uber não tem víncuolo empregatício com os motoristas:

https://www.conjur.com.br/2...

gabriel

Considerando os juros altíssimos que existem no brasil, devia mesmo.

gabriel

Parabéns, você caiu no conto do patrão 2.0.

Ronald Ramos

Enfim cada um acredita nas mentiras que quiser. O fato é que quem entende de administração sabe que a empresa está tendo prejuízo porque está investindo muito dinheiro em crescimento (o que é uma estratégia normal de muitas empresas). Enquanto alguns reclamam a empresa cresce absurdamente e a população usa cada vez o serviço.

Bruno

Faz o seguinte, pega o celular de um amigo e calcula a mesma rota, no mesmo horário da sua volta. Voilá. Se tiver o mesmo valor é porque o preço é calculado baseado na demanda. Se não, realmente está sendo baseado no seu trajeto, o que eu acho ser bem difícil.
Lembre-se que as companhias aéreas fazem coisa parecida, se vc pesquisar o preço varias vezes eles aumentam e etc...

Fred

Volta pra Venezuela meu amigo

CtbaBr©

Pra mim ficou obvio a "esperteza"!
Mas como já citei, isso foi bom, me fez descobrir a concorrência!

Krosna Terrestre

Aumentam e não dão a diferença para o motorista

Bruno

Tá bem óbvio isso. A relação não é de carros disponíveis, e sim da relação de quantidade de pessoas solicitando vs carros disponíveis. Nos bairros mais afastados as tarifas são muito menores e nos centros ou locais de mais movimentos, as tarifas são sempre maiores.

Bruno

Filho, é só não ser motorista de Uber então. Se o Uber deixar de existir esses motoristas atuais vão fazer o que da vida? Já que paga pouco é simples, só sair do serviço e ir fazer outra coisa.

Bruno

Quem reclama do Uber e diz que roubou mercado dos taxistas, não consegue entender que o Uber foi muito importante para o aumento expressivo do uso desses serviços. Quantas milhares se não milhões de pessoas que nunca usaram um taxi antes e que talvez nunca utilizariam no futuro, e que hoje usam Uber com frequência e que provavelmente usarão mais os taxis. Metade da minha família no Brasil faz parte desse crescimento. Eu mesmo nunca tinha pedido um taxi na vida e da última vez que fui à São Paulo só andei de Uber. R$4 em 1h20 de ônibus ou R$20 em 20min de Uber? Fora a facilidade que é pedir na periferia, enquanto quase não existe taxi por esses lados. =/

Leandro Nascimento
Leandro Nascimento

eu gosto porque funciona, não é uma merda igual pegar taxista mal humorado

Leandro Nascimento

deve ser kkkk

CtbaBr©

Acho que só mesmo mudando o endereço da sua casa, deve ser isso que o sistema considera como "ida", e... Se você foi, vai precisar voltar, então...
Mas no meu caso isso me fez conhecer o 99, no final foi algo positivo, agora tenho mais uma opção, ruim sera pra eles, se muitos fizerem come eu!

Exibir mais comentários