Início » Carro » Carro autônomo do Uber mata pedestre nos EUA

Carro autônomo do Uber mata pedestre nos EUA

Por
1 ano atrás

Uma pedestre morreu na manhã desta segunda-feira (19) no Arizona, nos Estados Unidos, depois de ser atropelada por um carro do Uber. De acordo com a mídia local, o veículo estava circulando em modo autônomo, com um operador atrás do volante, quando atingiu a mulher, que andava fora da faixa de pedestres. Ela foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Após o acidente, o Uber anunciou que retirou todos os seus carros autônomos das vias públicas do estado do Arizona e das cidades de San Francisco, Toronto e Pittsburgh. O CEO Dara Khosrowshahi disse no Twitter que a empresa trabalha com as autoridades para entender o que aconteceu.

O departamento de polícia da cidade de Tempe emitiu um comunicado informando que o acidente ocorreu aproximadamente às 22 horas (horário local) do domingo (18). Segundo a polícia, o carro do Uber andava no sentido norte de uma rodovia e atropelou uma mulher que caminhava fora da faixa de pedestres e cruzava a via do oeste para o leste.

“Ela foi transportada para um hospital local, onde faleceu devido aos ferimentos. Os parentes mais próximos ainda não foram notificados, por isso o nome dela não será divulgado neste momento”, diz o comunicado da polícia. Pouco tempo após o Uber se pronunciar oficialmente sobre o caso, as autoridades informaram que a vítima se chama Elaine Herzberg e tinha 49 anos.

Um carro autônomo do Uber sofreu um acidente na mesma cidade em fevereiro de 2017. Na ocasião, o veículo virou de lado após ser atingido por outro carro que fazia uma curva à esquerda. Ninguém ficou gravemente ferido. Em San Francisco, a licença do Uber chegou a ser revogada porque os carros estavam furando sinais vermelhos. No passado, o projeto foi suspenso pela empresa porque o software que controlava o carro era falho, exigindo intervenção humana uma vez a cada quilômetro, em média.

Com informações: ABC, Bloomberg.

Tecnocast 033 – Programados para matar

033

Engenheiros estão enfrentando dilemas éticos no desenvolvimento dos sistemas de carros autônomos: eles precisam ser programados para matar. Mais do que isso, precisam decidir qual vida é mais importante, em caso de uma colisão iminente.

E aí, como vocês acham que os carros deveriam agir em uma situação desse tipo? E como seria um mundo onde todos os carros nas ruas dirigissem sozinho? Cabeças explodirão. Dá o play e vem com a gente!

Você pode se interessar também

Mais sobre: , ,