Início » Aplicativos e Software » Como evitar compartilhar seus dados pessoais com o Google

Como evitar compartilhar seus dados pessoais com o Google

Apague históricos de pesquisa, localização, reveja algumas configurações; saiba como evitar compartilhar dados com o Google

Jean Prado Por
TB Responde

É fato que o Google e outras empresas de tecnologia, como o Facebook, coletam muitos dados pessoas dos usuários. Não há do que reclamar, afinal nós aceitamos os termos de uso estamos usando esses serviços de graça. É uma troca. A boa notícia é que é possível gerenciar  essas informações e evitar de compartilhar os dados pessoas com o Google (ou, ao menos, limitar um pouco).

Google - escritório

Apagar atividade e histórico dos serviços Google

O Google armazena toda a sua atividade nos serviços da empresa: o que você pesquisou, qual aplicativo abriu no Android, qual anúncio viu em um dos aplicativos parceiros e outras informações.

Como resolver? Basta acessar a página da sua atividade e apagar o histórico completo, tanto na web, quanto no Android e até no iPhone.

apagar histórico atividade serviços google

  1. Acesse myactivity.google.com/myactivity com sua conta Google;
  2. Clique em “Excluir atividade por” (no menu do lado esquerdo);
  3. Selecione o período (última hora, últimas 24 horas, tudo ou intervalo personalizado);
  4. Se for pedido, escolha de quais serviços deseja apagar o histórico de dados;
  5. Aguarde o processo.

Excluir o histórico de localização

Além da atividade nos serviços da empresa, o Google também armazena um histórico de localização. Para quem tem Android, ele indica todos os lugares que você foi há muitos anos. Para apagar os dados de localização salvos pelo Google, siga:

  1. Acesse google.com/maps/timeline;
  2. Clique no ícone da engrenagem, no canto inferior direito da tela;
  3. Selecione a opção “excluir histórico de localização”;
  4. Confirme a escolha.

Reveja suas configurações de anúncios do Google

O Google usa todos esses dados que coleta para fornecer anúncios personalizados aos usuários. Quanto mais informações sobre um perfil, mais relevante é o anúncio e maior a chance da pessoa visitar a página do anunciante. Ou seja, quanto mais precisão, mais receita o Google ganha.

É por isso que quando você pesquisa um produto na web, esse mesmo item começa a aparecer em banners por outros sites que navega na internet. Para rever essas informações:

  1. Acesse adssettings.google.com;
  2. Desmarque a opção “Personalização de anúncios”.

desativar anúncios personalizados do googleAbaixo dessa opção, é possível encontrar as informações que o Google usa para segmentar os anúncios. Ao clicar em algum desses itens, dá para desativar a segmentação com base nesse dado.

Revogue o acesso de aplicativos com acesso a sua conta

É comum que um aplicativo peça acesso à sua conta Google para funcionar. Um exemplo é o próprio Facebook, que pode solicitar a leitura da sua lista de contatos para encontrar amigos em comum. O perigo está em aplicativos de origem duvidosa, os quais não costuma usar frequentemente e que têm acesso às informações do seu perfil. Para ver e revogar quais serviços podem acessar sua conta:

  1. Vá para myaccount.google.com/permissions;
  2. A lista informa quais informações o app de terceiro tem acesso na sua conta;
  3. Para cancelar essa autorização, clique sobre um item e depois no botão “Revogar acesso”.

Aplicativos de terceiros com acesso a conta google

Limpe o histórico no YouTube

O YouTube também é uma das fontes de coleta de informação sobre cada usuário. Afinal, se alguém assiste alguma coisa é porque precisa ou gosta daquele conteúdo. O histórico de navegação pode apagado e pausado:

Gerencie os dados da sua conta Google

A página Painel do Google reúne todas as informações sobre uma conta. É por essa página que é possível desativar algum serviço ou revisar outros dados que o Google tenha sobre o perfil do usuário. A empresa alerta que alguns serviços, quando desativados, podem não funcionar direito.

Por exemplo: no próprio YouTube, ao excluir o histórico de pesquisa e exibição, o Google não poderá informar o usuário se ele já assistiu aquele vídeo ou continuar do trecho em que parou desde a última vez que deu o play.

  1. O Painel do Google pode ser acessado em myaccount.google.com/dashboard.

Faça o checkup de privacidade

Checkup de privacidade google

Outra alternativa é fazer o checkup de privacidade do Google, como desativar o reconhecimento facial no Google Fotos, manter o seu número de telefone privado e, principalmente, checar as informações que o Google sabe de você. Dessa forma, se você ainda não desativou alguma coleta de dados que pode ser considerada abusiva, consegue fazer isso neste menu.

Outra seção interessante é a de controles de atividade, na qual também é possível desativar algumas opções de histórico da conta, caso não tenha sido feito anteriormente.

Programe a exclusão automática dos dados

Uma configuração interessante é programar a exclusão automática dos dados de uma conta. O Google diz que só precisa de um histórico inferior a três meses do usuário, então, todo restante anterior a isso pode ser excluído da conta sem perdas para a empresa.

  1. Acesse myaccount.google.com;
  2. Selecione, à esquerda, “Dados e personalização”;
  3. Na seção “Controles de atividade” clique em “Atividade na web e de apps”;
  4. Clique em “Gerenciar histórico”;
  5. No canto superior direito, clique nas três bolinhas e em seguida “Guardar atividade por”;
  6. Escolha se deseja manter apenas os dados de 3 ou 18 meses (menos que isso não é possível para a exclusão automática).

Evite os serviços do Google para não compartilhar dados

No final, vale uma ressalva: por mais que você desative todas essas opções, a empresa ainda coleta alguns dados do seu uso nos serviços como Gmail, Drive, YouTube, entre outros. Evitar de compartilhar os dados com o Google é uma missão dolorosa se você ainda quer usar tais plataformas.

Portanto, vale a dica: quando puder, se quiser preservar a sua privacidade ao máximo, evite usar os serviços do Buscador. Para pesquisas, eu recomendo o DuckDuckGo, que ganhou popularidade justamente por alegar que não coleta seus dados.

Outros serviços, como Gmail e YouTube, podem ser bem difíceis de substituir, ainda mais considerando que muitas das pessoas que você interage estão lá. Para o navegador, você pode usar o Safari, Opera, Edge ou Firefox.

Colaborou: Lucas Lima.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Valdinei Ferreira (@valdinei)

Para pesquisas, eu recomendo o DuckDuckGo, que ganhou popularidade justamente por alegar que não coleta seus dados.

O que gosto nele também são os Bangs!, que dá pra pesquisar conteúdo de um site diretamente do Duck. Tipo o !rottentomatoes ou !wikipt.

Outros serviços, como Gmail e YouTube, podem ser bem difíceis de substituir, ainda mais considerando que muitas das pessoas que você interage estão lá.

Só não entendi Gmail na lista. Acredito que muitos além de mim usa outros serviços como Apple (?), Outlook, Protonmail, etc. Então não vejo como dificuldade de substituir, tanto que nem uso o e-mail Google, só pra login automático em poucos apps.