Início » Telecomunicações » Vivo reformula Vivo Easy com internet sem validade e diárias de apps

Vivo reformula Vivo Easy com internet sem validade e diárias de apps

Os pacotes de internet não têm data de validade no novo Vivo Easy

Por
1 ano atrás

Já faz tempo que a Vivo não mexe no Vivo Easy, um plano digital que é 100% controlado através de um aplicativo de celular. A operadora fez algumas mudanças e agora o cliente pode contratar os serviços que quiser, quando quiser e sem validade para isso.

No Vivo Easy antigo, o cliente pagava R$ 59,90 por mês e tinha 4 GB de internet, SMS à vontade e ligações ilimitadas para Vivo. Se quisesse telefonar para outras operadoras, era possível contratar um pacote mensal com chamadas ilimitadas nacionais por mais R$ 9,99.

Na nova versão do plano, tudo mudou. Primeiro que não há compromisso mensal, uma vez que os pacotes de internet não têm data de validade. Quem quiser fazer ligações ou trocar SMS paga uma diária de R$ 0,99. Adicionalmente, o cliente pode contratar diárias de apps que não descontam da franquia de internet principal.

Veja as opções:

Internet

É possível contratar de 1 GB a 100 GB de internet. No total, são 100 opções de pacotes de dados. Quanto maior o pacote, menor o valor por gigabyte. Eis alguns exemplos:

  • 1 GB: R$ 19,90
  • 2 GB: R$ 34,99
  • 3 GB: R$ 47,99
  • 4 GB: R$ 59,99
  • 5 GB: R$ 72,99
  • 6 GB: R$ 85,99
  • 7 GB: R$ 97,99
  • 8 GB: R$ 109,99
  • 9 GB: R$ 120,99
  • 10 GB: R$ 132,99
  • 20 GB: R$ 238,99
  • 30 GB: R$ 334.99
  • 50 GB: R$ 511,99
  • 75 GB: R$ 712,99
  • 100 GB: R$ 899,99

Aplicativos e serviços

É possível contratar diárias de uso ilimitado para determinados aplicativos. A diária só é consumida caso o cliente utilize o serviço.

Veja as opções:

  • WhatsApp: R$ 0,99 por dia (ou 30 diárias por R$ 9,90)
  • Facebook e Facebook Messenger: R$ 1,49 por dia (ou 30 diárias por R$ 14,90)
  • YouTube: R$ 1,99 por dia (ou 30 diárias por R$ 19,90)
  • Netflix: R$ 4,99 por dia (ou 30 diárias por R$ 49,90)
  • Spotify: R$ 1,99 por dia (ou 30 diárias por R$ 19,90)
  • Mobilidade (Waze, Easy Taxi e Cabify): R$ 0,49 por dia (ou 30 diárias por R$ 4,90)
  • Tinder: R$ 0,99 por dia (ou 30 diárias por R$ 9,90)
  • Twitter: R$ 0,49 por dia (ou 30 diárias por R$ 4,90)
  • Pinterest: R$ 0,99 por dia (ou 30 diárias por R$ 9,90)

É importante lembrar que, no caso do WhatsApp, ligações por VoIP serão descontadas do pacote de dados tradicional do cliente. Promocionalmente, todos os clientes Vivo Easy terão WhatsApp ilimitado até 31 de agosto de 2018. Além disso, as diárias do Facebook dão direito a acesso ilimitado ao Facebook Messenger.

Adicionalmente, a Vivo lista outros apps, sites e serviços que não consomem dados do pacote principal: GoRead, Vivo Educa, Vivo Música by Napster, Vivo Protege, Vivo Recado, Banco Cetelem, Bradesco, Cadê Você, Casas Bahia, Crez, HDI Segurado, Liberty Seguros Brasil, Magazine Luiza, Natura, Santander Brasil, Santander Universitário e Santander Way.

Ligações e SMS

No novo plano, a mecânica de cobrança de chamadas e SMS é por diárias. O cliente paga R$ 0,99 por dia para ligar e enviar mensagens para clientes de qualquer operadora do Brasil.

Dessa forma, o cliente que fizer ligações ou SMS durante todos os 30 dias do mês pagará R$ 29,70 por mês. Enquanto isso, quem fez chamadas em apenas 5 dias pagará apenas por cinco diárias de R$ 0,99.

É importante frisar que é possível comprar até 30 diárias de uma vez, por R$ 29,70, mas a diária só é consumida caso o cliente utilize o serviço. A mecânica do novo Vivo Easy é justamente que não há validade para os serviços contratados.

Roaming internacional

Outra surpresa do novo Vivo Easy são as novas tarifas de roaming internacional:

  • ligações: R$ 0,10 por minuto de chamada realizada ou recebida
  • SMS: R$ 0,10 por mensagem enviada
  • internet: R$ 0,10 por MB

Para um uso esporádico no exterior, são tarifas realmente atraentes. Só para efeito de comparação, nos planos pré-pagos a Vivo cobra R$ 2,99 por minuto de ligação, R$ 0,99 por SMS e R$ 2,90 por megabyte trafegado.

Para usar o roaming, o cliente precisa comprar créditos no próprio app do Vivo Easy.

O novo aplicativo

O aplicativo do Vivo Easy foi atualizado (ainda não no iOS) para suportar as novas mecânicas. Ele tem uma interface um pouco confusa e parece uma mistura de Instagram com Nubank.

O app lista tudo que está contratado no plano, e permite monitorar sua utilização — incluindo um medidor de dados com separação diária. Para quem não quer ter muito trabalho de comprar manualmente tudo que precisa, é possível ativar a compra automática de cada item — como pacote de dados — assim que ele acabar.

Assim como no plano antigo, todas as cobranças são efetuadas diretamente no cartão de crédito do cliente. É possível definir no próprio aplicativo um limite mensal máximo de gastos, o que é muito útil para que você não gaste todo o seu salário com plano de celular.

Vale a pena?

Pessoalmente, achei muito interessante a nova proposta do Vivo Easy. O fato de não ter compromisso mensal, e ao mesmo tempo ter a liberdade para utilizar um pacote de internet sem se preocupar com sua data de validade, é algo muito interessante.

Para estimular a adesão, quem já é cliente Vivo Easy poderá convidar amigos para o plano; assim, os dois ganharão 1.000 diárias ilimitadas do WhatsApp. Não há limites para indicações.

Se você mantém um ritmo de uso constante de um plano de celular, provavelmente o Easy será mais caro. Por não ter nenhum compromisso mensal, pode ser interessante para quem usa pouco o celular ou mesmo quer manter uma segunda linha, para quando a operadora principal falhar. Como os pacotes de dados não possuem validade, pode ser legal manter uma linha com Vivo Easy em um tablet ou em outro dispositivo que você usa pouco. É possível ter até 3 linhas Vivo Easy por CPF.

No entanto, o plano antigo era certamente mais vantajoso para quem utilizava muito o serviço de voz. Antes, você tinha ligações ilimitadas para Vivo e podia adquirir um pacote adicional para incluir todas as operadoras. Agora, é preciso pagar até R$ 29,70 adicionais, caso você faça ligações em 30 dias no mês. Clientes antigos do Vivo Easy não serão impactados nesse sentido – veja no tópico a seguir.

Clientes antigos serão migrados

No momento, apenas os clientes antigos podem acessar o novo aplicativo – a contratação será novamente aberta em 23 de julho. O Tecnoblog entrou em contato com a operadora para saber se os clientes antigos do Vivo Easy deverão migrar para o novo formato de cobrança. Veja a resposta da operadora:

“Para os clientes que já fazem parte do Vivo Easy, a migração é feita com os 4 GB que o cliente já havia contratado, além de um bônus especial de 999 diárias de ligações e SMS, de uso ilimitado para qualquer operadora – e não apenas para outros números Vivo. Em relação às diárias, serão descontadas apenas quando o cliente utilizar os serviços, e quanto à internet contratada também não tem prazo de validade para utilização, e o cliente pode optar pela renovação automática.”

Como a franquia de 4 GB custa R$ 59,90, os clientes do Vivo Easy antigo sofrerão cobranças adicionais com a mudança para a nova plataforma. Como há um bônus de 999 diárias de ligações (dá mais de dois anos e meio), os clientes poderão fazer chamadas ilimitadas durante esse período, com a diferença de que poderão ligar para qualquer operadora nacional.

A mudança também é positiva para quem possuía o pacote adicional de chamadas ilimitadas, uma vez que todos os clientes do Vivo Easy ganharam o bônus. Dessa forma, são R$ 9,99 a menos por mês, até que as diárias se esgotem – isso vai demorar, e até lá provavelmente surgirão planos melhores.

Atualizado às 21h50 com a resposta da Vivo

Mais sobre: , ,