Início » Celular » Qualcomm diz que Apple só vai usar modem da Intel no próximo iPhone

Qualcomm diz que Apple só vai usar modem da Intel no próximo iPhone

Chips da Qualcomm estariam fora dos planos da Apple por conta das intensas disputas judiciais entre as duas companhias

Emerson Alecrim Por

Apple e Qualcomm se estranham nos tribunais há tempos. Depois de tanta briga, parece que as relações entre as duas serão cortadas de vez: George Davis, diretor financeiro da Qualcomm, revelou recentemente a investidores que o próximo iPhone provavelmente não usará modems 4G da companhia.

iPhone 10

Nas palavras do executivo, “acreditamos que a Apple tem intenção de utilizar exclusivamente modems do nosso competidor em vez dos nossos modems”. Não houve nenhuma menção direta à Intel, mas é fácil saber que Davis se refere a ela: não é de hoje que surgem rumores sobre a Intel fornecendo mais modems à Apple.

Os rumores ganharam força em abril, quando Ming-Chi Kuo, um respeitado analista de mercado da KGI Securities, revelou que a Apple estaria planejando usar modems 4G da Intel em 70% dos iPhones de próxima geração — provavelmente, o chip XMM 7560, que suporta redes GSM e CDMA. Os 30% restantes seriam fornecidos pela Qualcomm. Também houve burburinhos sobre a MediaTek fornecendo chips para a Apple.

Agora, a declaração de George Davis deixa claro que a Qualcomm está praticamente fora dos planos da Apple para o próximo iPhone. Como é improvável que a MediaTek envie modems à Apple, tudo indica que a Intel será a única fornecedora do componente.

Pode parecer que, dadas as complicadas disputas judiciais com a Apple, a Qualcomm não está se importando muito com isso. Mas é o contrário: o iPhone vende bem em todas as partes do mundo e a Qualcomm fornece chips para a linha desde 2011. É por isso que, mesmo que temporariamente, o rompimento com a Apple pode significar grande prejuízo financeiro.

Foto por Kārlis Dambrāns/Flickr

Davis não avisaria os investidores do problema se o risco de deixar de fornecer modems para o iPhone não fosse realmente grande. Mas existe uma chance para a Qualcomm: a Apple também está se afastando da Intel.

Soa contraditório, mas é não difícil entender. A Intel fornece modems para o iPhone desde 2017 e, na próxima geração da linha, pode se tornar fornecedora exclusiva. Por outro lado, a Apple estaria recusando chips para Wi-Fi e Bluetooth da Intel e, aparentemente, preparando Macs com processador próprio. Talvez — e apenas talvez — esse afastamento progressivo faça a Apple repensar a sua relação com a Qualcomm.

Com informações: The Verge, AppleInsider.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eric Viana

configura monopólio quando ela controla o principal fornecedor de processadores utilizados por todos os concorrentes...

Felipe Liʍa

apple so cuida dos projetos e do iOS! o restante e fabricado por terceiros!

Felipe Liʍa

ou os acionistas da Apple querem essa compra?

Carlin

A Apple está cada vez mais em busca do refinamento dos seus aparelhos, quem sabe se na próxima geração 2019 ou 2020, ela já tenha os próprios modens!

João

É tipo a Vivo comprar a TIM no Brasil (sim, áreas diferentes, mas a ideia é a mesma). Imagine a revolução e qualidade que traria... /s

Mauricio Zanardes Filho

nao a sentido isso ai,
pois nenhuma peça em nenhum dos produtos NENHUM DOS PRODUTOS da appe é produzida por ela, voce ta viajando legal

Marco Pacheco

Não configura monopólio fabricar todos os componentes! Geralmente é inviável financeiramente, mas não é monopólio.

Arley Martins

Em 10 anos no máximo todas as peças do iphone será produzida pela Apple. Tudo indica pra isso, pois a apple fazendo assim pode produzir pra si própria e vender pros outros.

Jonas S. Marques

Apple comprando a Qualcomm jamais seria aprovado. Tecnicamente ela fabricaria todos os produtos, do hardware ao software final, o que configura monopólio. Jamsi acontecerá, veja bem, jamais.

Lucas Santos

E ainda tem essa: A Qualcomm quer se vender?

S Y N T H W A V E + L O V E R

Kkk não é igual comprar coxinha na lanchonete. É cheio de burocracia essas compras...

francisco

Não seria mais viável comprar logo a Qualcomm? Assim se livrava de processo e já tinha desculpa pra outra ação contra a Sammy kkkkkkk