Início » Telecomunicações » Telefonia fixa perde 1,1 milhão de linhas, mas não em alguns estados

Telefonia fixa perde 1,1 milhão de linhas, mas não em alguns estados

Segundo a Anatel, houve um aumento de linhas fixas no Acre, Distrito Federal e Santa Catarina

Felipe Ventura Por

Não é surpresa que o telefone fixo vem perdendo relevância no Brasil, à medida que mais pessoas — e até empresas — preferem manter apenas o celular. Ainda assim, as linhas fixas cresceram em alguns estados, assim como em operadoras menores.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) divulgou nesta sexta-feira (10) que registrou 40,2 milhões de linhas fixas no Brasil em junho. Isso representa uma queda de 1,1 milhão em relação ao mesmo mês do ano passado.

Foto via Pixabay

Praticamente todos os estados perderam linhas fixas: o Rio de Janeiro, por exemplo, teve redução de 7,1% no último ano. Em São Paulo, que concentra um terço da telefonia fixa no país, a queda foi de 2,2%.

No entanto, alguns lugares do país foram contra essa tendência. Curiosamente, houve um aumento na telefonia fixa no Acre (+1,7%), Distrito Federal (+1,8%) e Santa Catarina (+1,6%).

Operadoras

Em se tratando de empresas de telefonia, vemos algo semelhante. A Telefônica/Vivo é a maior operadora do país, com 14 milhões de linhas, e sofreu uma leve redução. A Oi tem 13 milhões, e a Claro/NET/Embratel possui mais 10,7 milhões; elas também tiveram queda.

Enquanto isso, operadoras menores viram um aumento na telefonia fixa. A Algar/CTBC chegou a 1,1 milhão de linhas, crescendo 9,4% em um ano. Por sua vez, a TIM corresponde a 774 mil linhas, crescimento de quase 10% no mesmo período.

Estes são os números de cada operadora para junho de 2018, segundo a Anatel:

  • Telefônica/Vivo: 14.091.515 linhas (-1,6%)
  • Oi: 13.032.103 linhas (-6,8%)
  • Claro Brasil: 10.699.868 linhas (-1,2%)
  • Algar (CTBC Telecom): 1.131.952 linhas (+9,4%)
  • TIM: 773.941 linhas (+9,7%)
  • Copel/Prefeitura de Londrina: 253.092 linhas (-4,4%)
  • Outras: 242.206 linhas (+4,7%)

A Anatel chama a telefonia fixa de STFC (Serviço de Telefonia Fixa Comutado), e divide as operadoras em dois grupos. As concessionárias incluem as empresas do sistema Telebras privatizadas em 1998, mais Algar e Sercomtel. Enquanto isso, as autorizadas são empresas que receberam autorização a partir de 1999. Elas têm regras distintas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@cheesepaulo

Aqui no Acre é assim, ou vc tem linha fixa ou não tem Internet que preste nem acessível. 120mega sem telefone fixo na net aqui vai pra mais de 300 reais. Com o telefone fica 189 mensal.

zoiuduu .

mana o link aí a gente tem q reclamar no procon man

Renan Alves

eu uso vivo Speedy, internet fibra eles não fazem essa putaria

paulo yan

Qualidade na ligação aonde?!

zoiuduu .

olha desculpa, mas eu vi o site lá, e só consegui achar os planos de internet FIBRA, e os preços são exatamente os mesmos no combo ou avulso
https://assine.vivo.com.br/...

manda o link de onde vc viu que a vivo tem isso aí que vc falou pf
sou do interior de SP

Renan Alves

VIVO internet fixa,

zoiuduu .

Se a empresa cobrar o serviço avulso mais caro que o combo, aí é venda casada.
Mas no seu primeiro comentário, o serviço avulso era 20 reais mais barato, então não é venda casada.
Fiquei curioso, qual serviço é esse de qual operadora que vende a internet sozinha por quase o dobro do preço do combo?

Renan Alves

na minha casa fiz um esforço e consegui pegar 8m por 100, mas é uma falta de vergonha, tá chegando uma empresa chamada vip com fibra na minha região, vamos ver se a vivo ou outra empresa chega tambem. não mudei ainda porque por ser nova a chance de problemas no incio é alto, mas daqui um ano se nada mudar vou pra ela,

Renan Alves

venda casada é proibido, porem quando você vende uma internet de 4 megas mais o fixo por 80 e só a internet por 150 você percebe que existe uma venda casada camuflada. ou seja, faz com que a pessoa contrate o plano com o fixo. nos planos de fibra óptica não tem essa necessidade.

zoiuduu .

Desculpa amigo, mas discordo, venda casada é quando é necessário ter um produto pra ter o outro, vc pode comprar sim os 4mb sem o fixo.então não é necessário pra ter o produto (net de 4mb).
Dar desconto em um produto se vc levar o outro não é a definição de venda casada.

zoiuduu .

Esperava isso do acre, mas não de um estado do sul. :(

Bernardo Rosenfeld M.

Exatamente... da uma tristeza não termos liberdade de escolha sem que tenha essa falcatrua na compra. E se quiser planos de conexão apenas não é toda região que oferece. Lamentável demais isso, não sei até quando manterão esse poder todo da ardilosa Anatel (e outras) que olham e fazem nada, só aproveitam a mamata.

Bernardo Rosenfeld M.

E depois quando vejo dizerem que existe corrupção ali, favoritismo, monopólio, usam diversos termos para desviar e "retrucar".
Infelizmente a verdade é que as pequenas empresas que surgem para suprir, passa o tempo e acabam se vendendo para as grandes (lembro ainda da GVT indo pra Vivo... deu até tristeza).

Álesson Vaz

O MP e a Anatel pouco fazem para combater as vendas casadas de internet e telefone fixo.

Geraldo Lopes

Exatamente. Você só adquiri banda larga se levar uma linha de telefone fixo. VENDA CASADA descarada e a ANATEL finge que não vê... :(

Exibir mais comentários