Início » Celular » YouTube Music Premium e YouTube Premium removem anúncios a partir de R$ 16,90 mensais

YouTube Music Premium e YouTube Premium removem anúncios a partir de R$ 16,90 mensais

YouTube Music Premium permite baixar músicas no iPhone e Android; YouTube Premium expande offline para todos os vídeos

Felipe Ventura Por

O Google está lançando dois serviços de assinatura no Brasil. O YouTube Music Premium é um concorrente do Spotify que permite ouvir todas as músicas do YouTube — incluindo remixes e apresentações ao vivo — sem anúncios, inclusive offline. É possível tocá-las em segundo plano no iPhone e Android. Enquanto isso, o YouTube Premium (antes conhecido como YouTube Red) vai além: ele permite baixar qualquer vídeo para assistir offline, removendo as propagandas.

Os dois serviços estarão disponíveis nesta terça-feira (25) a partir das 13h. O YouTube Music Premium custa R$ 16,90 mensais no plano individual; os três primeiros meses são gratuitos. Há também o plano família, que pode ser usado por até seis pessoas “que moram com você”, diz o Google; são R$ 25,50 mensais, e o primeiro mês é grátis.

Enquanto isso, o YouTube Premium é um plano de R$ 20,90 mensais, também com três meses gratuitos. Também há uma opção família de R$ 31,90 mensais para compartilhar entre até seis pessoas na mesma casa. O pagamento é feito através de cartão de crédito ou vale-presente do Google Play.

Talvez você esteja com algumas dúvidas sobre esses serviços de assinatura. Por isso, listamos abaixo as principais perguntas sobre o YouTube Music, Music Premium e Premium.

O que é o YouTube Music?

O YouTube Music é uma combinação entre o YouTube e serviços de streaming como Spotify e Deezer. Ele oferece as mesmas faixas de áudio (sem vídeo) que os concorrentes, como também inclui videoclipes, remixes, apresentações ao vivo, lyric videos e covers. Você não precisa assistir aos vídeos: há um botão que ativa um modo “somente áudio”. E é possível usá-lo no iOS, Android e web.

A interface é dividida em três abas. Em Home, você encontra recomendações de vídeos para assistir, movidas pelo mesmo algoritmo do YouTube, com base em suas preferências. A Hotlist concentra playlists de videoclipes feitas por uma equipe editorial (não por algoritmos), atualizadas pelo menos uma vez por semana; já existem mais de 7 mil. Por sua vez, a Biblioteca guarda suas playlists e as configurações.

É possível usar o YouTube Music de graça?

Sim, mas não vale muito a pena: ele tem as mesmas restrições do YouTube para iOS e Android. Ou seja, você vai encontrar anúncios e — pior — não poderá ouvir músicas em segundo plano no celular; é uma experiência mais limitada que o Spotify.

O que é o YouTube Music Premium?

O YouTube Music Premium é o serviço de assinatura que libera todos os recursos do YouTube Music. Ele custa R$ 16,90 mensais (ou R$ 25,50 no plano família).

Pagando pelo Music Premium, você poderá tocar música em segundo plano no iOS e Android, e será possível baixar playlists e faixas para ouvir offline no celular. Além disso, a experiência não tem anúncios em nenhuma plataforma.

Um recurso bacana é a mixtape offline: trata-se de uma playlist automática com até 100 músicas para usar sem conexão, atualizada e baixada sempre que você estiver no Wi-Fi. O Music também mostra quanto espaço está sendo consumido no celular, e a quantidade de músicas armazenadas.

O Music Premium vai substituir o Google Play Música?

Sim, e o Google Play Música vai acabar, mas calma! Isso vai demorar um pouco. Antes, o Google precisa adicionar alguns recursos que não estão presentes no YouTube Music, como guardar até 50 mil faixas na nuvem — pelo que entendemos, isso está no roadmap. Além disso, haverá uma forma de migrar as playlists.

Assinantes do Play Música podem continuar a usá-lo normalmente, pagando o mesmo valor de antes. Eles também recebem acesso ao YouTube Music Premium. Os dois serviços vão coexistir por algum tempo. O Google deixa claro que “nada vai mudar para os usuários hoje, e daremos vários avisos antes que qualquer mudança seja feita”.

E o que é o YouTube Premium?

Por sua vez, o YouTube Premium permite assistir a todos os vídeos do YouTube sem anúncios. É possível baixá-los para ver offline, ou deixá-los tocando em segundo plano (até com a tela desligada). Ou seja, este plano inclui todos os recursos do YouTube Music Premium, e traz alguns benefícios adicionais.

O YouTube Premium custa R$ 20,90 mensais, ou R$ 31,90 mensais no plano família. Ele não precisa de um app separado: você continua usando a versão tradicional para iOS, Android e web.

Qual é a diferença entre o YouTube Premium e o normal?

Os vídeos no Premium não incluem anúncios hospedados pelo YouTube. Você não verá propaganda antes ou durante a reprodução, nem mesmo banners na página inicial. Isso vale para todas as plataformas: web, celular, TV e consoles. (Talvez você se depare com conteúdo patrocinado de algum YouTuber, mas não há muito o que fazer nesse caso.)

Além disso, você pode fazer download de qualquer vídeo e playlist para assistir offline, incluindo videoclipes e áudio de música. Eles ficarão disponíveis por até 30 dias. O recurso funciona apenas nos aplicativos para iOS e Android, não na versão web.

Assinantes do Premium também podem manter vídeos tocando em segundo plano, com a tela desligada, ou no modo picture-in-picture (para Android 8.0 Oreo ou superior). É algo que funciona inclusive com músicas. Isso fica restrito ao aplicativo para iOS e Android, não funcionando em navegadores móveis (exceto no Firefox).

Por fim, o Premium inclui acesso a séries e filmes exclusivos do YouTube Originals, como Cobra Kai, Impulse, F2 Finding Football e The Sidemen Show. Todo o catálogo está legendado em português. O YouTube espera produzir conteúdo brasileiro em 2019. No México, o Originals ganhou conteúdo local três meses após o lançamento.

Qual a diferença entre YouTube Premium e YouTube Go?

O YouTube Go é um aplicativo gratuito que permite salvar vídeos no Android. No entanto, ele tem algumas restrições: você verá anúncios, inclusive no modo offline; e não pode baixar videoclipes nem músicas. Além disso, não será possível tocar vídeos em segundo plano, nem acessar os YouTube Originals.

Quais plataformas estão livres de anúncios no Premium?

Você pode assistir a vídeos sem anúncios na web, iOS, Android e nos seguintes dispositivos: Chromecast, Roku, Android TV, Apple TV, smart TVs compatíveis (lançadas a partir de 2012) e consoles (Xbox 360, Xbox One, Wii U, PlayStation 3, PlayStation 4).

E em quais plataformas será possível baixar vídeos?

No caso de smartphones e tablets com iOS ou Android, é possível baixar qualquer vídeo, além de reproduzi-los em segundo plano.

Como funcionam os planos família?

O Google oferece planos família para o YouTube Music Premium (R$ 25,50 mensais) e YouTube Premium (R$ 31,90 mensais). Nos dois casos, 6 usuários podem compartilhar a assinatura (administrador + 5 pessoas).

A empresa ressalta que os usuários precisam ser maiores de 13 anos e devem morar na mesma casa (endereço residencial). No entanto, não sabemos se o Google vai mesmo observar essa regra. O proprietário da conta deverá criar um grupo da família do Google, e então convidar os membros. As instruções estão aqui.

O que tudo isso muda para os criadores de conteúdo?

Os canais do YouTube receberão uma parte das assinaturas do Premium e Music Premium. Um relatório mostra o número de visualizações gratuitas vs. pagas, e o dinheiro que entra de cada tipo. Sandra Jimenez, head de Música para a América Latina, explica que canais brasileiros já recebem por visualizações pagas, já que o Premium está disponível em outros países — trata-se de uma receita adicional.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Damon

Até quero assinar, mas e essa restrição quanto à localização dos membros? Será mesmo que ficarão rastreando os membros pra saberem se estamos todos debaixo do mesmo teto? Ridícula essa regra. 5 parentes ou 5 estranhos ainda são 5 usuários que usarão grátis, não faz absolutamente nenhum sentido.

Damon
Até quero assinar, mas e essa restrição quanto à localização dos membros? Será mesmo que ficarão rastreando os membros pra saberem se estamos todos debaixo do mesmo teto? Ridícula essa regra. 5 parentes ou 5 estranhos ainda são 5 usuários que usarão grátis, não faz absolutamente nenhum sentido.
joyrajnath

joaofla123 yes

InvaderZIM

tem diferença mas é minima com um fone de ouvido vagabundo nunca vai perceber e pra sentir a diferença você teria que ter um fonte de ouvido que diferencia uma musica de 100 200 e 300 esses fones são caros e só dão resultado quando o áudio não tem compressão não é o caso do mp3 pouco importa se o som é 128 256 ou 360 o áudio foi comprimido pra mp3 ou seja a qualidade original da musica foi pro saco e pra alguém perceber a diferença tem que ter um fone de qualidade plugado numa placa de som ou reproduzir as musicas em formatos de áudio sem compressão

Eduardo Trindadde

Esperava mais do Google com a morte do Google Play Music, assim como ocorreu com o Play Banca que virou o Google News. O YouTube Music e muito limitado ainda, não tem recursos sugestão de músicas conforme sua localização entre outras coisas que tem o Play Music.

Eduardo Trindadde

Atrasado e sem novidade. Eu esperava que o Google apresentasse um app de streaming de musicm que ao menos usasse a inteligência artificial para montar as playlist. – Já que o Google Assistant está em tudo agora.

Eduardo Trindadde

Será o Google Music – usando a inteligência artificial para montar playlists.

Eduardo Trindadde

Boa pergunta, eu ainda não entendi essa mudança para o YouTube, esperava um novo serviço de streaming algo como Google Music, como aconteceu com o Google News (antigamente era Play Banca).

Tiago Celestino

Eu uso Adblock Plus no iOS e tenho impressão que não exibe propagandas.

Tiago Celestino

Pior que existem. E pior, eles colocam uns spots lá vazio do próprio YouTube.

André G

Não existem anúncios no Chromecast

Baidu feat MC Brinquedo

Tudo placebo!

No dia que realmente for necessário, o próprio Google vai instalar um (play protect não conta).

Esses "antivírus" só servem pra comer recursos e fazer leitura de apk.

marcos_5000

Vejo mais anúncios do Uber (E eles são bem mais chatos que as propagandas do iFood)!

hamster

Igual fez com os apps de mensagem (que hoje devem existir uns 4)

Geraldo Lopes

Você só pode estar de brincadeira... Dados do próprio Google Play:

-Mobile Security & Antivirus (573.136 downloads)
-Security Master - Antivírus (25.012.863 downloads)
-Avast Antivírus 2018 (5.238.529 downloads)
-McAfee Mobile Security (585.886 downloads)

Ainda acredita que as pessoas não usam antivirus no seu mobile?

Exibir mais comentários