Início » Negócios » Netflix pode estar perdendo US$ 192 milhões por mês com quem divide senha

Netflix pode estar perdendo US$ 192 milhões por mês com quem divide senha

A conclusão é de um estudo que aponta 24 milhões de pessoas usando a conta da Netflix de amigos e familiares

Por
25 semanas atrás

O lucro da Netflix no quarto trimestre de 2018 caiu 28% na comparação com o ano anterior e ficou em US$ 4,19 bilhões. O número é expressivo, mas poderia ter sido um pouco maior caso todos que usam o serviço pagassem por ele.

Um estudo do Cord Cutting indicou que a Netflix perde US$ 192 milhões por mês com pessoas que usam a senha de amigos e familiares. O valor leva em consideração o plano básico, que até janeiro custava US$ 7,99 nos Estados Unidos.

Acervo da Netflix / como funciona a netflix

A estimativa é que 24 milhões de pessoas compartilhem a conta que dá direito a uma tela e que, em tese, seria usada por uma pessoa. Entre elas, 48% usam a conta dos pais e 14%, de irmãos ou irmãs. Os usuários economizam, em média, US$ 207.

Esse é o valor que deixam de pagar no período médio de 26 meses em que usam a conta de terceiros. O tempo é bem maior que o de outros serviços. No Amazon Prime Video, por exemplo, os usuários usam senhas de outras pessoas por 16 meses, em média. No Hulu, esse período é de 11 meses.

A Netflix tem um prejuízo maior, mas a perda dos outros serviços não é descartável. Segundo o estudo, a Amazon pode estar perdendo US$ 45 milhões por mês por conta de 5 milhões de pessoas dividindo contas. Já o Hulu perde US$ 40 milhões mensais também devido a 5 milhões de pessoas.

Ainda de acordo com o levantamento, 1 em cada 5 pessoas usa a senha de outra pessoa para acessar os conteúdos de Netflix, Hulu ou Amazon Prime Video. Nem todos se dispõem a assinarem os serviços, mas boa parte afirma que pagaria caso fosse necessário.

Entre os que dividem a senha da Netflix, 59,3% (o que equivaleria a 14 milhões de pessoas) afirmam que fariam uma conta própria se perdessem o acesso. Se isso realmente acontecesse, a plataforma ganharia US$ 112 milhões em receita.

No caso do Amazon Prime Video, apenas 27,6% (ou 1 milhão de pessoas) afirmam que assinariam o serviço, o que aumentaria a receita em US$ 9 milhões. Entre os que dividem a senha do Hulu, 37,8% (2 milhões de pessoas) afirmam que pagariam pelo serviço. A decisão traria uma receita extra de US$ 16 milhões.

Com informações: TechCrunch.