Início » Negócios » Netflix pode estar perdendo US$ 192 milhões por mês com quem divide senha

Netflix pode estar perdendo US$ 192 milhões por mês com quem divide senha

A conclusão é de um estudo que aponta 24 milhões de pessoas usando a conta da Netflix de amigos e familiares

Victor Hugo Silva Por

O lucro da Netflix no quarto trimestre de 2018 caiu 28% na comparação com o ano anterior e ficou em US$ 4,19 bilhões. O número é expressivo, mas poderia ter sido um pouco maior caso todos que usam o serviço pagassem por ele.

Um estudo do Cord Cutting indicou que a Netflix perde US$ 192 milhões por mês com pessoas que usam a senha de amigos e familiares. O valor leva em consideração o plano básico, que até janeiro custava US$ 7,99 nos Estados Unidos.

Acervo da Netflix / como funciona a netflix

A estimativa é que 24 milhões de pessoas compartilhem a conta que dá direito a uma tela e que, em tese, seria usada por uma pessoa. Entre elas, 48% usam a conta dos pais e 14%, de irmãos ou irmãs. Os usuários economizam, em média, US$ 207.

Esse é o valor que deixam de pagar no período médio de 26 meses em que usam a conta de terceiros. O tempo é bem maior que o de outros serviços. No Amazon Prime Video, por exemplo, os usuários usam senhas de outras pessoas por 16 meses, em média. No Hulu, esse período é de 11 meses.

A Netflix tem um prejuízo maior, mas a perda dos outros serviços não é descartável. Segundo o estudo, a Amazon pode estar perdendo US$ 45 milhões por mês por conta de 5 milhões de pessoas dividindo contas. Já o Hulu perde US$ 40 milhões mensais também devido a 5 milhões de pessoas.

Ainda de acordo com o levantamento, 1 em cada 5 pessoas usa a senha de outra pessoa para acessar os conteúdos de Netflix, Hulu ou Amazon Prime Video. Nem todos se dispõem a assinarem os serviços, mas boa parte afirma que pagaria caso fosse necessário.

Entre os que dividem a senha da Netflix, 59,3% (o que equivaleria a 14 milhões de pessoas) afirmam que fariam uma conta própria se perdessem o acesso. Se isso realmente acontecesse, a plataforma ganharia US$ 112 milhões em receita.

No caso do Amazon Prime Video, apenas 27,6% (ou 1 milhão de pessoas) afirmam que assinariam o serviço, o que aumentaria a receita em US$ 9 milhões. Entre os que dividem a senha do Hulu, 37,8% (2 milhões de pessoas) afirmam que pagariam pelo serviço. A decisão traria uma receita extra de US$ 16 milhões.

Com informações: TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paulo Cruz

Só se perde o que se ganha. Deixar de ganhar (lucrar) é bem diferente.

MicCaptchA

Exemplifiquei o que eu quis dizer no comentário abaixo, mas vou usar a sua realidade para tentar deixar ainda mais claro o meu entendimento na matéria...
Digamos que a conta que você e seu irmão compartilhavam enquanto você estava na faculdade custava 10 reais por mês. Eram duas pessoas utilizando os serviços pagando apenas 10 reais. Ao se formar, vocês só tinham as opções de update da conta, passando a pagar 20 reais por mês. Ou cada um com uma conta individual, totalizando 20 reais por mês a mais para a Netflix. Ou seja, permitindo o compartilhamento de contas com apenas uma tela simultânea, a Netflix está perdendo dinheiro. (A matéria deixa claro que a maioria das pessoas que estavam na sua situação, também fariam o update da conta ou assinariam outra conta simples)

MicCaptchA

Então chegamos a conclusão que você não entendeu a matéria. Pois bem, vou tentar exemplificar.
Vamos começar deixando claro que a pesquisa não foi feita pela Netflix.
A Cord Cutting responsável pela pesquisa, levantou que um número de pessoas que compartilham senha de contas com o plano simples de apenas uma tela simultânea, pagaria outra assinatura se fosse necessário, com essa afirmativa, podemos concluir que a Netflix poderia ter 2 contas simples se não permitisse o compartilhamento de senhas nessa categoria. Logo, ela está perdendo dinheiro deixando em aberto a criação de perfis.

Vinícius

Até parece que eles "não querem" que seja compartilhado. É muito simples bloquear isso. Faça similar ao que o Spotify faz, ou seja, só assiste em 1 dispositivo por vez (ou uma conexão por vez) e bloqueia perfis. Não entendo o esperneio do Netflix.

duhbits

Perdendo, não. Deixando de ganhar.

davi koscianski vidal

Traduzir "losses"/"loss" como "perda" é bem manipulador, hein?
A Netflix não perde US$ 192 milhões por mês. Ela deixa de ganhar US$ 192 milhões por mês.

Ignorar a diferença é complicado.

E antes que alguém venha me encher o saco: https://www.merriam-webster...

"failure to gain, win, obtain, or utilize"

Lucas Santos

Eu perco 50 mil reais por mês por não ser deputado, nessa lógica deles.

S Y N T H W A V E + L O V E R

Sim. Basta ver que uma boa parte sempre pede pelo boleto pra pagar por serviços ou compras online. As lojas chinesas até tiveram que colocar essa opção, já que poucos têm acesso a um CCI.

Crunchyroll, streaming de animes, começou aceitar boleto, haja vista que a maioria é moleque sem trabalho, e tem que ficar juntando dinheiro do lanche pra pagar pelo serviço.

Gedson Junior

Caiu o lucro pq ficam investindo em série ruim.

Gedson Junior

Cara assisti várias séries e as legendas estavam ok. Em qual conteúdo tu achou erro?

Diogo

Caramba, 12 pessoas? Isso que é compartilhar! Hahaha

João Lucas

Acredito que essa estimativa seja um tanto quanto ilusória, pois o prejuízo para a Netflix poderia ser muito maior caso, por exemplo, restrinjam o uso do aplicativo para apenas um computador. Inúmeros clientes deixariam o serviço caso tal evento ocorresse, e consequentemente, o prejuízo para a empresa seria muito maior do que o mensurado. Da mesma forma que a Netflix foi pioneira em prover um serviço capaz de bater de frente com a pirataria, deveria se ater a continuar inovando para limitar tais práticas dos consumidores. Um plano comunitário com um valor mais barato ou aluguéis dos filmes e séries por preços reduzidos podem ser algumas opções.

Custodio Gomes

Tadinha da Netflix!

Orochimaru

Pior é quando o vizinho é leigo e não sabe que estão usando a conta dele kekekekekeke

Pereira

Até faz sentido, mas entendo, também, que existe um custo marginal maior, pois creio que a Netflix faz o cálculo estimado de quanto tempo, em média, cada usuário gasta na TV, pra definir o valor dos seus planos.

Mas enfim, a conclusão desse estudo tá bem tosca mesmo, bem conta de padaria como disse um colega aí nos comentários.

Como se todo mundo que compartilha assinaria também.

Exibir mais comentários