Início » Telecomunicações » Vivo passa a oferecer suporte ao eSIM do iPhone XS, XS Max e XR

Vivo passa a oferecer suporte ao eSIM do iPhone XS, XS Max e XR

Para ativar o chip virtual, é necessário ir a uma loja física da Vivo; eSIM habilita iPhone para funcionar com duas linhas

Lucas Braga Por

A operadora Vivo adicionou suporte a eSIM nesta sexta-feira (29): a tecnologia substitui o SIM Card tradicional, e consiste em um chip não-removível que fica dentro do celular e pode ser ativado virtualmente. Ela está presente no iPhone XS, XS Max e XR. A novidade chega logo após a Claro lançar o e-Chip.

Em comunicado à imprensa, a Vivo destaca que já está certificada pela Apple para ativar o eSIM nos iPhones XS, XS Max e XR, além do Apple Watch — que recebeu suporte esta semana. Para habilitar o eSIM, é necessário que o cliente se dirija a uma loja da operadora.

O comunicado não esclarece se haverá custos de ativação, ou se outros dispositivos com suporte a eSIM poderão ser ativados — como é o caso do Google Pixel 2 e Pixel 3. A Vivo já oferecia suporte a eSIM no Samsung Galaxy Watch.

Atualização em 01/04 às 18:35: A Vivo respondeu aos questionamentos do Tecnoblog sobre restrições de adesão ao eSIM. A operadora esclarece que clientes pessoa física, seja com plano pré-pago, pós-pago, controle ou Vivo Easy poderão aderir ao eSIM, ficando de fora “nesta fase” apenas quem tem linha de pessoa jurídica. A operadora não cobrará pela habilitação do eSIM “neste primeiro momento”.

Tecnoblog também questionou se o suporte para eSIM está disponível apenas para smartphones Apple, e a operadora disse que “está preparada para oferecer a funcionalidade do eSIM para todos os seus clientes que possuem dispositivos embarcados com o recurso do eSIM e que estão homologados pela Anatel“. Ou seja: oficialmente, não há suporte para Google Pixel ou outros dispositivos que não são homologados pela Anatel.

Com a tecnologia eSIM, donos de iPhone poderão utilizar duas linhas móveis ao mesmo tempo, sendo uma no chip virtual e outra no cartão físico. Dessa forma, é possível manter uma delas para trabalho e outra para assuntos pessoais, por exemplo.

Outra vantagem é que fica mais fácil localizar um aparelho perdido ou roubado, uma vez que o chip da operadora deixa de ser removível.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Henrique

Pessoal, fui na loja da Vivo dia 09/04 solicitando a migração pro eSIM. Um Guru muito instruído me atendeu dizendo que já sabia fazer o procedimento e que inclusive havia feito para alguns clientes. Porém na hora de finalizar no sistema da Vivo, deu error e ele não conseguiu finalizar. A migração foi feita de maneira parcial. O eSim foi habilitado, porem está linkado com meu SIM físico. Se eu desabilitar no aparelho um ou outro nada funciona. Ele disse que desde o dia 09 não conseguiu fazer mais nenhuma habilitação. Sempre da o mesmo erro. Algum conseguiu?

Erich Batista

O que a atendente que conhecia do assunto e era da Ouvidoria me disse, é que vc compra um eSim na loja e ela coloca sua linha nele, simples assim.

Erich Batista

Faça uma Reclamacao na Ouvidoria e fale sobre o assunto, fiz isso e ele me deram um Protocolo pra ser lido na loja física e resolver toda a situação de ativação e sem pegadinha de upgrade de plano e tal

Erich Batista

Que despreparo da Vivo com relação a esse assunto, fui até uma loja física pra ativar o eSim e o atendente da mesma (...como sempre acontece em uma novidade, eles querem q o cliente passe o plano pra pós pago ou que aumente o plano pra efetivar algo novo, sempre tem uma pegadinha no Brasil), enfim, eles colocam mil dificuldades pro cliente, até q liguei na Ouvidoria e eles prontamente me passaram um Protocolo pra ser lido na loja física e isentar de qualquer pegadinha e assina ativar o eSim, ufa! q canseira meu deus!

Paulo Pimentel

vi um completo despreparo dos funcionários da vivo e claro sobre o assunto. Primeiro o Guru tecnologico achou que o e-sim do iphone ( queria uma linha nova) era um vivo sync e disse que só funcionava pelo plano pós pago e cobravam uma taxa de 19,90 por mês do chip.

Gueno

Fui ontem na loja e informaram que ainda não estão fazendo pois aguardam liberação da Anatel

RB

De fato, se for problema da operadora, não é o eSim que vai resolver... kkk

Luiz Claudio Eudes Corrêa

Sequestro de linha é gente dentro da operadora que transfere a linha pro chip do bandido, eSIM não faz diferença nesse caso se a operadora jogar sua linha de volta pra um chip normal.

Léo Oliveira

Tá, e como migrar um SIM comum para um e-SIM?

Magnosama

Exatamente,
não faz o menor sentido, tsc...

RB

É um ponto intressante. Por mais que eu não ache que seja algo difícil de acontecer; cabe avaliar os profissionais que estão nas operadoras pra saber como a minha, sua, nossa informação é tratada lá dentro e não dar porta para esse tipo de empecilho.

Michel

Acredito que sequestro de linha hoje seja bem difícil, mas hoje acontece por pessoas infiltradas na própria operadora, algo que nem isso o eSim vai conseguir evitar.

RB

Um dos pontos fortes do eSim é evitar o hijacking de números de telefone. Hoje em dia todos usamos nossa linha de celular para autenticar desde serviços de banco até redes sociais, portanto reduzir problemas com sequestro de linha já é algo grandioso que esta tecnologia nos proporciona.

Fabio Santos

Naquela época como você cita não era algo como um bem de consumo ostentação como um Tv na época, enquanto tiver pessoas dispostas ao mercado negro da pós venda e as próprias fabricantes não terem um valor justo de manutenção nada vai mudar.

Cristina Nascimento

Qndo chegou o pré pago foi uma revolução e mta gente tinha aqueles Nokia indestrutível. Eu não ouvia nem falar de roubo de celular pq pra trocar de linha num aparelho novo era um sacrifício, só nas lojas. Ainda tenho esperança q isso vai diminuir bastante, nada é pra sempre.

Exibir mais comentários