Início » Web » Google+ e Inbox by Gmail acabam nesta terça-feira; goo.gl deixa de encurtar links

Google+ e Inbox by Gmail acabam nesta terça-feira; goo.gl deixa de encurtar links

Inbox by Gmail não funcionará mais no iPhone, Android ou web; rede social Google+ apagará todos os posts e perfis

Por
02/04/2019 às 12h18

O Google está encerrando dois serviços de uma só vez nesta terça-feira (2): o aplicativo do Inbox by Gmail não funcionará mais no iPhone e Android, e a versão web será desativada; enquanto a rede social Google+ para consumidores começará a apagar todos os posts, perfis e comunidades. Além disso, o goo.gl recentemente deixou de encurtar links.

O Google+ foi uma tentativa de concorrer com o Facebook, oferecendo círculos para compartilhar posts de forma mais privada. Ele foi integrado a diversos produtos da empresa, incluindo os comentários do YouTube, avaliações da Play Store, Gmail e até o finado Google Reader.

Ainda assim, a rede social não vingou. Vic Gundotra, chefe do Google+, deixou a empresa em 2014. Desde então, ela recebeu poucas atualizações, em parte para se concentrar em comunidades.

A sentença de morte foi dada no ano passado. O Google confessou que o Google+ tinha engajamento baixo, e 90% das sessões duravam menos de 5 segundos. Pior: uma falha de segurança expôs dados de cerca de 500 mil usuários. Depois, descobriu-se que outra brecha afetou 52,5 milhões de pessoas. O Google resolveu antecipar o fim da rede social (o prazo anterior era agosto).

Todo o conteúdo do Google+ será excluído a partir de hoje: isso inclui perfis, páginas, comunidades, eventos e comentários. O processo levará algum tempo, então a rede social não será desligada imediatamente, mas não tenha dúvidas de que ela acabou…

… ou quase. Estranhamente, o Google promete continuar com o Google+ para clientes do G Suite: “decidimos nos concentrar em nossos esforços empresariais e lançar novos recursos criados especificamente para empresas”. Então tá.

Inbox by Gmail e goo.gl também são encerrados

Enquanto isso, o Google Inbox avisa no iPhone e Android: “este aplicativo não está mais disponível. Você pode encontrar seus recursos favoritos do Inbox no aplicativo do Gmail. Suas mensagens já estão esperando por você”.

Os apps para iOS e Android já foram removidos de suas respectivas lojas. Enquanto isso, a versão web tem um aviso dizendo que será encerrada após março de 2019. Este artigo de suporte ajudará você na migração, mas nem todos os recursos do Inbox foram portados para o Gmail.

Por fim, o goo.gl deixou de encurtar links no último sábado (30). Você não reparou? Quem usava esse serviço terá que migrar para alternativas como Bitly ou TinyURL. O Google não vai quebrar nenhum link encurtado: todos continuarão a funcionar.

Por que o Google encerra tantos produtos?

O Google encerrou três serviços em uma semana. Este ano, também tivemos o fim do Allo. E nos próximos meses, veremos a migração do Hangouts “clássico” para o Hangouts Chat; e do Google Play Música para o YouTube Music.

Por que o Google acaba com tantos produtos? O Ars Technica explica que a empresa adora desenvolver novos produtos, não exatamente mantê-los, porque tem várias divisões que nem sempre se comunicam. Assim, elas tentam resolver o mesmo problema de formas diferentes.

Existe também uma espécie de síndrome “isso não foi criado aqui”. Por exemplo, o Google Music foi criado pela equipe do Android; com o passar do tempo, ele migrou para a divisão Google Play e mudou de nome para Google Play Música. Então, o YouTube passou a comandar a estratégia de mídia da empresa, e criou seu próprio serviço — o YouTube Music — em vez de manter um que já existia.

No caso do Hangouts, aconteceu algo parecido. Ele foi criado inicialmente dentro da equipe do Google+. Quando a rede social fracassou, o Google decidiu abrir uma divisão de mensagens, que preferiu inventar novos aplicativos — Allo, Duo, Hangouts Chat, Hangouts Meet, Android Mensagens — em vez de manter um já existente.

Algumas equipes mantêm produtos por mais tempo. A divisão de Busca é responsável pelo Google Assistente, então ele não será encerrado tão cedo (tá, Cortana?). A divisão Google Apps engloba o Gmail, Drive, Agenda; ela é focada em empresas e raramente encerra serviços — o Inbox by Gmail é uma das exceções.