Início » Telecomunicações » Oi é a mais rápida (e mais lenta) em ranking de banda larga da Netflix

Oi é a mais rápida (e mais lenta) em ranking de banda larga da Netflix

Oi Fibra está à frente do TIM Live, NET e Vivo no ranking da Netflix, enquanto Oi Velox tem menor velocidade média de streaming

Por
14/05/2019 às 10h53

A Oi está em uma situação curiosa: ela ocupa o primeiro e o último lugar no ranking de banda larga da Netflix. É que a lista passou a separar o serviço de fibra e o ADSL tradicional; enquanto o Oi Fibra está à frente do TIM Live, NET e Vivo, o Oi Velox tem a menor velocidade média de streaming.

Foto por nrkbeta/Flickr

Em fevereiro, a Netflix começou a incluir o Oi Fibra em seu ranking mensal de velocidade, e o serviço esteve em primeiro lugar nesses últimos três meses, atingindo velocidade média de 3,88 Mb/s.

O Oi Fibra está disponível atualmente em 50 municípios. São 145 mil clientes e 1,7 milhão de residências home-passed (com disponibilidade de fibra). A operadora quer encerrar o ano com 3,6 milhões de casas home-passed.

Isso faz parte da estratégia da Oi para reverter a crise que motivou sua recuperação judicial. Desde setembro, ela intensificou a estratégia de expansão do serviço FTTH (fiber to the home), que leva a fibra óptica até a residência do cliente, permitindo velocidades maiores. A operadora vende planos de até 200 Mb/s.

Enquanto isso, o Oi Velox ofereceu a pior velocidade nesses últimos três meses; ele também entrou no ranking da Netflix em fevereiro. O serviço utiliza a tecnologia ADSL e comercializa planos entre 300 Kb/s e 35 Mb/s.

A velocidade das operadoras no ranking da Netflix

Este é o ranking da Netflix para abril de 2019:

  • Oi Fibra: 3,88 Mb/s
  • Algar Fibra: 3,53 Mb/s
  • TIM Live Ultrafibra: 3,36 Mb/s
  • Net Virtua: 3,29 Mb/s
  • Vivo Fibra: 3,19 Mb/s
  • TIM Live Ultra: 3,17 Mb/s
  • Algar Cable/DSL: 2,76 Mb/s
  • Vivo Internet: 2,61 Mb/s
  • Oi Internet: 2,38 Mb/s

Desde abril, o TIM Live passou a ser dividido em Ultra e Ultrafibra.

O ranking “fornece a média de bits de conteúdo da Netflix transferidos no horário nobre para assinantes durante um mês específico”, explica a empresa. Ela mede a velocidade em praticamente todos os aparelhos compatíveis, mas avisa que isto “não é uma medição do desempenho máximo nem da capacidade máxima de um provedor”.

Esses números não estão muito distantes do observado nos EUA, cujas velocidades médias variam entre 3,05 Mb/s e 4,45 Mb/s dependendo do provedor. Na Coreia do Sul, a Netflix informa valores entre 2,44 Mb/s e 4,13 Mb/s; enquanto as velocidades giram em torno de 4 Mb/s no Reino Unido.

Mais sobre: , , , ,