Início » Negócios » Nvidia cogita comprar ARM por mais de US$ 32 bilhões

Nvidia cogita comprar ARM por mais de US$ 32 bilhões

Negócio ainda não está fechado, mas conversas para Nvidia comprar ARM avançam

Emerson Alecrim Por

As chances de a Nvidia ser a nova dona da ARM aumentaram. Pessoas próximas à negociação disseram ao Financial Times que as conversas estão avançando e que a companhia deixou claro que está disposta a desembolsar mais de US$ 32 bilhões na aquisição, montante que envolveria dinheiro e ações.

Nvidia - BGS 2018

O valor de pelo menos US$ 32 bilhões já era esperado, pois essa foi a quantia que o grupo japonês SoftBank gastou para comprar a ARM, em 2016. Porém, o montante exato ainda não foi revelado, provavelmente por ambas as partes ainda não terem chegado a um valor final.

Se o acordo ainda não foi finalizado, a possibilidade de a ARM ser vendida para outro grupo ainda existe, certo? Certo. Mas a Nvidia parece estar em vantagem. Primeiro porque as conversas com a SoftBank vêm sendo realizadas há meses, revelam as fontes. Segundo porque, bom, a Nvidia tem dinheiro.

A favor da Nvidia está o seu bom momento. Recentemente, o seu valor de mercado ultrapassou US$ 260 bilhões. Hoje, a companhia é mais valiosa que até então líder Intel. Pudera: as ações da Nvidia experimentam alta de mais de 150% em relação ao ano passado.

Para a Nvidia, o negócio é realmente interessante. A companhia, que lidera o mercado de chips gráficos, principalmente no segmento de alto desempenho, teria muito mais penetração no setor de semicondutores com a compra, afinal, a tecnologia da ARM está presente em uma grande diversidade de dispositivos eletrônicos, de fones Bluetooth a celulares e tablets.

ARM

No lado da SoftBank, a venda por um valor superior aos US$ 32 bilhões desembolsados originalmente também seria uma vitória, simplesmente porque o grupo não conseguiu fazer a ARM prosperar como o esperado, embora analistas indiquem que a receita anual da companhia aumentou de US$ 1,2 bilhão para US$ 1,9 bilhão de 2016 para cá.

As negociações avançam, mas nada foi decidido. As fontes ouvidas pelo Financial Times informam que numerosas questões precisam ser resolvidas para essa história ter desfecho favorável à Nvidia. Provavelmente, preocupações com leis antimonopólio estão entre elas.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Adriano Garcez (@Adriano_Garcez)

No lado da SoftBank, a venda por um valor superior aos US$ 32 bilhões desembolsados originalmente também seria uma vitória, simplesmente porque o grupo não conseguiu fazer a ARM prosperar como o esperado, embora analistas indiquem que a receita anual da companhia aumentou de US$ 1,2 bilhão para US$ 1,9 bilhão de 2016 para cá.

Capitalismo cada vez mais fazendo menos sentido.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Imagina a rasteira no mercado se uma chinesa compra a ARM?

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Será que os órgãos reguladores permitiriam?

Copi (@Copi)

Eu pensei que uma hora ou outra a Microsoft ia tentar entrar nessa briga pela ARM, mas pensando bem não sei se faz tanto sentido pra eles essa compra. As últimas empresas que lembro deles comprarem eram de software.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Se fosse o Ballmer no comando, pode ter certeza que ele tentaria, mas certeza que ia ser barrado pelos órgãos reguladores.

Gabriel Arruda (@gdarruda)

Não vejo muito o que eles fariam nessa frente, das Big Techs talvez seja a com menos produtos associados a tecnologias ARM, a não ser que haja algum plano de investir muito na parte de servidor e consequentemente cloud.