Início » Celular » Harmony OS, sistema móvel da Huawei, é baseado no Android

Harmony OS, sistema móvel da Huawei, é baseado no Android

Sistema operacional da Huawei para celulares e demais dispositivos, Harmony OS 2.0 Beta pode ser baseado no Android

Bruno Gall De Blasi Por

Após a estreia do Harmony OS 2.0 beta para celulares, mais detalhes sobre o sistema móvel da Huawei começaram a ser revelados nas últimas semanas. De acordo com elementos levantados por desenvolvedores que tiveram acesso ao Harmony OS, o novo software da fabricante chinesa é possivelmente baseado no Android.

Huawei P30 Lite (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Huawei P30 Lite (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

As evidências de que o novo sistema da Huawei é baseado no Android surgiram em três frentes, segundo o XDA-Developers neste sábado (26).

A primeira é através de um aplicativo “Hello World” desenvolvido para o Android 4.4.4 (Kit Kat). Ao executá-lo em uma versão mais recente do Android e no Harmony OS 2.0 beta, ambos apresentaram praticamente o mesmo erro para alertar que o app foi feito para uma versão mais antiga do sistema.

A segunda pista parte de experimentos de um usuário do fórum XDA-Developers. Ao compilar e instalar o Superuser no Harmony OS 2.0 beta em um ambiente virtual, hikari_calyx recebeu o seguinte aviso: “Este aplicativo foi desenvolvido para uma versão mais antiga do HarmonyOS e pode não funcionar corretamente. Tente verificar se há atualizações ou entre em contato com o desenvolvedor”.

Erro em aplicativo do Harmony OS (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)

Erro em aplicativo do Harmony OS (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)

Outro desenvolvedor também encontrou traços do sistema operacional do Google na nova solução para celulares e demais dispositivos da Huawei. Neste caso, o Harmony OS apresentou construção de estrutura de sistema similar ao Android após a extração da maior parte da partição de sistema com auxílio do Android Debug Bridge (ADB).

As proximidades entre os sistemas, no entanto, pode não ser nenhuma surpresa. Conforme observou o site especializado, a Huawei mencionou em suas apresentações que usaria, inicialmente, o Android como base para auxiliar em sua transição. Não se sabe, porém, se essa relação, caso confirmada, será mantida no futuro.

Procurada pelo XDA-Developers, a Huawei não comentou sobre o assunto até o momento.

Huawei lança HarmonyOS 2.0 Beta para celulares

A Huawei estreou o HarmonyOS 2.0 para celulares no último dia 16. A versão de testes do sistema operacional está liberada para desenvolvedores instalarem em alguns smartphones, como o Huawei P40 e Mate 30, além do tablet Huawei MatePad Pro.

O sistema em caráter experimental estreia poucos meses após seu anúncio, em setembro, durante a HDC 2020 (Huawei Developer Conference). O software é voltado tanto para dispositivos móveis quanto para aparelhos como televisões, relógios e afins.

Oficializado em agosto de 2019, o Harmony OS poderá ser instalado em celulares com EMUI 11 no futuro, segundo a fabricante.

Com informações: XDA-Developers

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

André Gorgen (@Banana_Phone)

O mais lógico a se fazer era criar um SO baseado em Android mesmo, até mesmo pela compatibilidade do hardware. Se fossem desenvolver um sistema todo do zero, como está sendo o Fuchsia demoraria pelo menos uns 3 anos e chegaria muito inferior ao Android.

O Firefox OS por exemplo, chegou sem Ctrl+C e Ctrl+V, uma coisa simples que só veio depois de uma atualização. O mesmo vale pro Windows Phone, que mesmo com um investimento pesado da Microsoft sempre parecia estar anos atrás do Android.

Eu (@Keaton)

Android é OpenSource… não sei o porque do espanto. hahaha

Só a Mozilla que inventou de criar um OS móvel baseado em html ou coisa do genero…

Sérgio (@trovalds)

Mais um pro “onde está a surpresa”? Ser baseado no Android não é necessariamente ser “do Google”. O que define isso é se você vai atrelar os seus serviços à empresa e coisa do tipo.

E a Huawei certamente deve estar investindo em um SO próprio. E, de quebra, já deve estar tendo colaboração de mais fabricantes chineses pra isso. E, por mais que “China is evil”, eu torço pra que aconteça porque essa hegemonia do Android deixou o consórcio preguiçoso em relação a se livrarem do kernel Linux de uma vez.