Início » Computador » Intel lança placa de vídeo Iris Xe que não funciona com AMD

Intel lança placa de vídeo Iris Xe que não funciona com AMD

Iris Xe (DG1) é a placa de vídeo dedicada da Intel para desktops; modelo não é compatível com processadores AMD

Emerson Alecrim Por

Revelada pela Intel há pouco mais de um ano, a placa de vídeo dedicada Iris Xe (codinome DG1) para desktops vai finalmente ser lançada. Mas, pelo menos na fase inicial, não será possível encontrá-la nas prateleiras das lojas. A placa vai ser direcionada a empresas OEM, ou seja, a fabricantes de computadores.

Placa de vídeo Iris Xe DG1 (imagem: divulgação/Asus)

Placa de vídeo Iris Xe DG1 (imagem: divulgação/Asus)

Até agora, os gráficos Xe, da Intel, estavam presentes principalmente em notebooks baseados na 11ª geração de chips Core (Tiger Lake). Já a DG1 teve, no máximo, algumas unidades liberadas para teste.

Para o lançamento oficial, a Intel trabalhará junto a fabricantes como Asus e Colorful que, por sua vez, produzirão placas DG1 para serem entregues a fabricantes de PCs. É por isso que a faixa de preço não foi revelada.

As unidades deverão ser empregadas em desktops voltados ao segmento corporativo, aspecto que, por si só, deixa claro que a Intel não está focada em games atualmente. A ideia é oferecer um pouco mais de desempenho gráfico nessas máquinas, mas não a ponto de a placa competir com uma GPU Nvidia GeForce RTX, por exemplo.

Tecnicamente, a Iris Xe DG1 é ligeiramente inferior à Iris Xe Max, também uma GPU dedicada, mas voltada a notebooks. Esta última conta com 96 unidades de execução (EUs), por exemplo, enquanto a DG1 terá 80 dessas unidades habilitadas.

Por pertencerem à arquitetura Xe-LP, ambas contam com tecnologia de fabricação SuperFin de 10 nanômetros. A DG1 traz 4 GB de memória dedicada, porém.

Sabe-se também que a nova placa de vídeo oferecerá três conexões para vídeo em 4K (DVI, HDMI e DisplayPort) e suporte a HDR, decodificação AV1 e recursos baseados em inteligência artificial. O desempenho máximo em FP32 é de 2,11 teraflops.

As demais características ainda não foram reveladas, mas é de se esperar que a Iris Xe DG1 tenha frequência próxima a 1.700 MHz e TDP abaixo de 30 W, por exemplo.

DG1 apresentada no começo de 2020 (imagem: divugalção/Intel)

DG1 apresentada no começo de 2020 (imagem: divugalção/Intel)

Iris Xe DG1 não funcionará com chips AMD

As GPUs da AMD trabalham com processadores Intel, mas a DG1 não seguirá essa “política de boa vizinhança”: a placa não funcionará em computadores baseados em chips da AMD.

De acordo com a Intel, a sua nova placa de vídeo foi desenvolvida para trabalhar com os chips Core de 9ª (Coffee Lake-S) e 10ª geração (Comet Lake-S), e com os chipsets B460, H410, B365 e H310C. As placas-mãe baseadas nesses chipsets precisam ainda contar com um BIOS especial que habilita o suporte aos gráficos Iris Xe.

Como a Iris Xe DG1 está sendo lançada especificamente para fabricantes que têm grande controle sobre o processo de fabricação de seus PCs, essa não chega a ser uma limitação muito “escandalosa”.

Com informações: AnandTech, The Verge.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando