Início » Carro » Virgin Hyperloop divulga vídeo de como seria viajar a 800 km/h

Virgin Hyperloop divulga vídeo de como seria viajar a 800 km/h

Sistema de transporte ultrarrápido pretende conduzir cápsulas com até 28 passageiros a velocidades maiores que 800 Km/h

Ana MarquesPor

Se você ainda lembra como é ficar preso no trânsito – mesmo em meio à pandemia – e não sente nenhuma saudade dessa situação (ou dos trens e metrôs lotados que vivem parando e provocando atrasos), pode ficar maravilhado com o conceito de transporte ultrarrápido da Virgin Hyperloop.

O vídeo mostra os planos da empresa para o projeto baseado no conceito proposto por Elon Musk há alguns anos, revelando detalhes sobre como funcionará o sistema de cápsulas que pretende fazer viagens com velocidades acima de 800 Km/h.

Virgen Hyperloop

Conceito mostra estação e cápsulas da Virgin Hyperloop (Imagem: Divulgação)

O conceito chega pouco mais de dois meses após o primeiro teste bem-sucedido do sistema com humanos, que transportou dois passageiros por uma distância de 500 metros em 6 segundos. O vídeo apresentado pela Virgin Hyperloop mostra as estações com um visual futurista e elegante, com design minimalista e cores claras. A ideia é que o embarque também possa ser feito ao ar livre, de acordo com a localização.

Já as cápsulas propriamente ditas esbanjam conforto e tecnologia, comportando até 28 passageiros, A empresa pretende que diversas dessas cápsulas sejam conduzidas magneticamente por tubos perfeitamente integrados à paisagem das cidades, transportando milhares de pessoas por dia, como um conjunto de vagões de um trem – com a vantagem de que esses “vagões” poderiam se dispersar para encontrar seu destino.

Dentro de cada cápsula, há cadeiras no estilo classe executiva e tecnologia para carregamento de smartphones sem fio. Além disso, os veículos teriam painéis integrados às poltronas para exibir informações sobre tempo de viagem, entre outros avisos.

A previsão é de que o primeiro sistema da Virgin Hyperloop só esteja completo em 2030. O sistema de transporte deve chegar primeiro a regiões como Washington, Missouri, Carolina do Norte, Ohio e Texas, nos EUA, mas há discussões para que a primeira fase também seja implementada em partes da Europa e na Índia.

Com informações: Mashable e Engadget

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Arthur Fortes (@Arthur_Fortes)

Mineiro olha pra esse trem e chora

(belorizontino sem metrô principalmente)

Eu (@Keaton)

Curitiba também. acho que fazem 16 anos já.

Jarbas Coqueiro (@Jarbas_Coqueiro)

Na modelagem 3D até o Aero Trem é viável. Quero ver um protótipo que faça pelo menos 10% do prometido

Fernando Val (@fval)

Previsões de um cara otimista:

2030 - o sistema da Virgen Hyperloop entra em funcionamento em algumas regiões dos EUA, GB, Alemanha, Índia e Japão;

2031 - China implanta uma cópia do sistema, desenvolvido pela Huawei, nas suas principais metrópoles;

2032 - a Virgen Hyperloop processa a Huawei por pirataria industrial e apresenta provas de invasões a seus servidores por IPs da China;

2033 - o que ainda resta da Comunidade Européia, composta por França, Grécia, Itália, Espanha e Portugal, encomenda o sistema chinês;

2034 - Israel, Rússia e Coréia do Sul implantam o sistema da Virgen Hyperloop;

2035 - começa a expansão do sistema para mais regiões dos EUA;

2038 - sistema da Huawei comprado pela nova Comunidade Europeia começa a dar problemas e acontecem os primeiros acidentes fatais;

2040 - várias linhas de voos domésticos são canceladas nos EUA devido a efecácia e custo do sistema da Virgen Hyperloop;

2080 - EUA e Índia expandem o sistema para mais regiões; Alemanha cobre grande parte de seu território com novo sistema;

2100 - sistema de transporte Virgen Hyperloop é instalado no México, Austrália, África do Sul e países nórdicos;

2258 - projeto trem-bala ligando Rio de Janeiro e São Paulo começa finalmente sai do papel e começam as desapropriações para construção da via;

2260 - surgem os primeiros indícios de superfaturamento no projeto trem-bala Rio-SP;

2261 - PF monta operação Trem Bala Perdida; prefeito do Rio é levado para depor; presidente do consórcio Trem-Bala assina acordo de colaboração com as investigações;

2342 - Rio de Janeiro encomenda sistema de transporte rápido da Huawai;

2350 - começam as obras de construção do sistema da Huawei para substituir os VLTs no centro da cidade;

2351 - chegam as primeiras cápsulas da Huawei, recondicionadas e que haviam sido retiradas de operação em Pequim;

2352 - primeira linha rodoviária Novo Rio-Praça XV entra em operação, mas velocidade das cápsulas é limitada a 50km/h.

Sérgio (@trovalds)

Chegou primeiro… e com previsões mais otimistas que as minhas.

Eu (@Keaton)

2755 - chega em Curitiba, com as capsulas do Rio.

🤷‍♀️ (@xavier)

Me incomodaria muito sentar em um desses bancos e pra todo lugar que olhar estar escrito “Tempo restante 15:00:00”. Que porre ficar olhando durante 15 minutos pra um contador. Sério que não pensaram em nada melhor pra colocar lá dentro a não ser isso?

Sérgio (@trovalds)

E no texto: velocidades acima de 800km/h.

Na notícia original do Mashable fala em 700mph.

E no produto final as velocidades devem ficar menores. Os trens supervelozes de hoje são capazes de atingir velocidades acima dos 500km/h mas são limitados a velocidades de cruzeiro em torno de 350km/h por segurança.

Sérgio (@trovalds)

É só um conceito de painel. Certamente que não vai ficar aceso o tempo todo e/ou não vai ficar falando só do tempo estimado de chegada.

Dark (@Darkalliance)

Rapaz vc tem imaginação, talvez não tanto quanto o pessoal que elaborou o relatório de investimentos para até 2040 das nossas forças armadas… Mas está no caminho.

Alias fica a dica ai para quem não viu, procure “Elite militar brasileira vê França como ameaça”, a matéria é da folha e explana as futuras preocupações das forças até 2040, a matéria é do comecinho do ano passado. Algumas coisas são surpreendentemente surreais e engraçadas, parecidas tiradas diretamente de um filme B ruim.

Jarbas Coqueiro (@Jarbas_Coqueiro)

Projeto literalmente utópico. Até mesmo o trem bala normal é absurdamente caro e difícil de construir/operar com segurança.

Eu (@Keaton)

É de utopias que se imagina o futuro.
Trem bala nem é tão caro quanto já foi um dia. E nem tão dificil de operar com segurança, existe todo um protocolo para isso.
Mas agora, construir é um porre porque precisa de equipamento unico para tudo que é coisa e eles são caros para caramba… (sem brincadeira, aquele treco que vai escavando - não lembro o nome - deve custar pra lá de 500m dólares…)