Início » Aplicativos e Software » Windows 11 Home e Pro; qual a diferença?

Windows 11 Home e Pro; qual a diferença?

Saiba quais as diferenças entre o Windows 11 Home e Pro, as duas principais versões do sistema operacional da Microsoft

Victor Toledo Por

A chegada de uma nova geração de Windows sempre vem acompanhada de dúvidas sobre as edições disponíveis aos usuários. Assim como aconteceu com o Windows 10, desktops e notebooks domésticos devem contar com uma edição mais básica oferecida pela Microsoft, já que a versão Pro é voltada para usuários mais avançados. Conheça, a seguir, as diferenças entre o Windows 11 Home e Pro.

Notebook com Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)
Notebook com Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

A divisão do sistema operacional em edições é algo frequente e tem como objetivo separar recursos avançados de ferramentas comuns usadas no dia a dia. Se você é uma pessoa pouco exigente e usa o dispositivo apenas para o básico, as duas versões serão suficientes para você.

Entretanto, a principal diferença se dá para quem procura um sistema operacional mais completo e com ferramentas que podem auxiliar ambientes profissionais. Nesse caso, somente o Windows 11 Pro deve suprir essas necessidades.

A começar pelas especificações técnicas, as versões compartilham dos mesmos requisitos mínimos para instalação. Porém, usuários que possuem o Windows 11 Home podem ter apenas uma CPU de até 64 núcleos em funcionamento. Além disso, a edição suporta no máximo 128 GB de memória RAM.

É evidente que ter uma CPU e pentes de memória com essas especificações é mais que suficiente para extrair o máximo de desempenho do sistema operacional. Porém, no ambiente profissional é comum esse limite ser extrapolado.

Nesse caso, o Windows 11 Pro é o recomendado. A edição suporta até 2 CPUs de 128 núcleos cada e também consegue suportar até 2 TB de memória RAM, para aqueles que buscam criar uma grande quantidade de máquinas virtuais.

Modo escuro no Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)
Windows 11 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Área de trabalho remota só no Windows 11 Pro

Uma das grandes diferenças entre as versões Home e Pro é a possibilidade de criar ambientes virtuais e controlar outros dispositivos através de uma área de trabalho remota. Com a edição básica do Windows 11, o usuário não pode ser o host, mas apenas receber outros dispositivos remotamente.

Claro que existem aplicativos que fazem essa função, porém, para ter esse recurso de forma nativa, é necessário ter o Windows 11 Pro.

Aliás, outra ferramenta disponível de forma nativa na edição Pro é o Hyper-V, que permite a criação de máquinas virtuais sem a necessidade de instalar aplicativos de terceiros, e o Windows Sandbox, capaz de executar aplicativos potencialmente perigosos em um ambiente de testes antes de instalar de forma definitiva no seu computador.

Segurança e recursos extras

Outra diferença entre o Windows 11 Home e Pro é em relação aos protocolos de segurança. Como a edição mais completa é voltada para o ambiente profissional, a Microsoft disponibiliza suporte à criptografia de disco com o BitLocker e proteção de dados sensíveis com a Proteção de Informações do Windows (WIP).

Esses recursos permitem separar arquivos pessoais e profissionais para evitar vazamento de informações e oferecem uma camada extra de proteção ao seu dispositivo.

Além disso, usuários da edição Pro também têm acesso a uma série de ferramentas voltadas à empresas no geral. Confira abaixo alguns dos principais recursos que não estão disponíveis na versão Windows 11 Home.

  • Active Directory do Azure: recurso para gerenciar diretórios de identidade privados na nuvem;
  • Windows Update for Business: download das atualizações por P2P, janelas de manutenção e anéis de distribuição, para evitar que o Windows faça correções no sistema em momentos inoportunos e instale apenas as atualizações já testadas, garantindo estabilidade;
  • Modo Kiosk: tecnologia de segurança que permite que os dispositivos com Windows 11 fiquem bloqueados e só possam acessar uma aplicação única (muito usado em painéis de publicidade, aeroportos e estabelecimentos comerciais);
  • Políticas de Grupo: permite que os administradores de TI configurem políticas para grupos de dispositivos de uma só vez;
Painel de ferramentas do Microsoft Azure (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Painel de ferramentas do Microsoft Azure (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Além de todas as diferenças citadas anteriormente, o preço entre o Windows 11 Home e Pro também são diferentes. Para se ter uma noção, vale pegar o valor do Windows 10 como base: enquanto a edição Home custa R$ 1.099, a versão Pro está à venda por R$ 1.599 (via Microsoft Store, em 27 de setembro de 2021).

Porém, vale lembrar que os usuários com licença ativa do Windows 10 podem atualizar gratuitamente para a edição Home do Windows 11.

Com informações: XDA Developers.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando