Início » Negócios » O que é uma Dark Store? Entenda a logística dessas operações

O que é uma Dark Store? Entenda a logística dessas operações

Saiba o que é uma dark store e sua importância para as empresas nos processos de compras feitas pela internet

Por

Quando você faz uma compra online e o pedido chega ainda no mesmo dia, há chances de que ele tenha passado por uma dark store, mas o que seria isso? Entenda o que é uma dark store, como funcionam e sua importância crescente no cenário do comércio eletrônico mundial.

O que é dark store
O que é dark store (Imagem: Vitor Pádua/ Tecnoblog)

Dark Store em uma tradução literal, poderia ser visto como “loja escura”, mas obviamente não se trata de estabelecimento com problemas de iluminação. As dark stores são pequenos estabelecimentos, normalmente fechados ao público com objetivo de armazenar e agilizar a entrega de pedidos feitos por clientes através da internet.

Elas estão diretamente ligadas ao comércio online, ao processo de organização logística focado na necessidade das empresas realizarem entregas de forma cada vez mais rápida. Existem algumas características que diferem uma dark store de uma loja convencional.

Características de uma dark store

Um dos principais pontos diferenciais dessas lojas é que normalmente elas são fechadas ao público, não contam com gôndolas e tampouco vendedores. Embora sua estrutura interna possa parecer com uma loja convencional para que funcionários tenham mais agilidade na hora de montar pedidos, elas funcionam de maneira mais parecida com a de pequenos pontos de distribuição, localizadas em áreas mais populosas com objetivo de agilizar entregas.

O que é dark store - imagem homem em depósiito
Depósito: (Imagem: The Standing Desk/ Unsplash)

As dark stores costumam ter estruturas menores, por isso não geram tantos custos quanto os grandes centros de distribuição e por estarem locais onde há maior densidade de pessoas, nos quais exista certo conhecimento dos hábitos de consumo, podem gerar economia para empresas no processo de transporte e maior agilidade na hora entregar os produtos.

No lado dos clientes, a vantagem se torna a possibilidade de receber seu produto no mesmo dia ou no dia seguinte. Embora essas lojas não costumem ser abertas ao público, alguns locais permitem que o consumidor faça sua compra online e retire no local da loja, modalidade conhecida como “Click and Collect”.

Guilherme Juliani CEO do Grupo MOVE3, conglomerado de empresas que possui as franqueadoras Flash Courier e Moove+, fala o seguinte sobre as dark stores.

“Com as dark stores, levamos os produtos dos nossos clientes o mais próximo que conseguirmos dos destinatários antes mesmo de a compra ser efetuada. Com isso, recebemos os produtos dos clientes no nosso centro de distribuição em São Bernardo do Campo (SP) e espalhamos para nossas filiais. Assim, quando chega o pedido do cliente, o produto não precisa passar por São Paulo, já estando disponível em uma dark store mais próxima do seu destino”.

O modelo de dark stores não se aplica somente ao campo de compras caras ou equipamentos eletrônicos. Aquela cerveja gelada comprada pelo aplicativo pode ter sido entregue por alguém que presta serviços para uma dark Store, pois há muitas startups ganhando espaço utilizando esse modelo.

As grandes redes de lojas e supermercados também estão incorporando um modelo híbrido, em que existe uma loja tradicional e um espaço específico nesta loja para retirada de itens comprados online, funcionando como uma dark store.

Se você quiser saber um pouco mais sobre assuntos relacionados aos serviços de entregas rápidas, fica a sugestão para ouvir o Tecnocast 211 que fala sobre esse mercado no Brasil.

Com informações: Vaimo, Peerless-Assigns.